🔴 +35 RECOMENDAÇÕES DE ONDE INVESTIR EM MARÇO – VEJA GRATUITAMENTE

Cotações por TradingView
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Formada em jornalismo pela Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
Renan Sousa
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo e SpaceMoney. Twitter: @Renan_SanSousa
MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa volta a ficar instável na reta final do pregão; dólar sobe para R$ 5,14

Jasmine Olga
Jasmine Olga, Renan Sousa
16 de agosto de 2022
9:09 - atualizado às 17:08

RESUMO DO DIA: As bolsas pelo mundo acordaram sem uma direção definida. Na ausência de maiores indicadores macroeconômicos, os investidores acompanham os perigos de uma recessão global. Por aqui, o Ibovespa segue de olho no início oficial da campanha eleitoral, que deve trazer volatilidade para o índice local.

Acompanhe por aqui o que mexe com a bolsa, o dólar e os demais mercados hoje, além das principais notícias do dia.

O dólar à vista encerrou o dia em alta de 0,96%, a R$ 5,1405

A tendência de alta vista desde o início da manhã no mercado de juros prevaleceu até o fim da etapa regular de negociação. Confira:

CÓDIGO NOME  ULT  FEC
DI1F23 DI jan/23 13,71% 13,72%
DI1F25 DI Jan/25 11,70% 11,64%
DI1F26 DI Jan/26 11,44% 11,39%
DI1F27 DI Jan/27 11,40% 11,38%

A estabilidade do Ibovespa na azul não durou muito. Pressionado pela forte queda do petróleo, o principal índice da bolsa voltou a oscilar próximo do zero a zero. Em Wall Street, a melhora também teve vida curta e apenas o Dow Jones segue em alta.

Fora do Ibovespa, um dos destaques negativos é a Fertilizantes Heringer (FHER3) despecam mais de 13% após a notícia de que a empresa investiga o possível superfaturamento de serviços de manutenção de equipamentos. Apesar de não ser preciso se a investigação terá algum impacto nos números, a companhia divulgou o seu balanço do segundo trimestre.

Com ânimo renovado que chega de uma melhora pontual nas bolsas americanas, o Ibovespa parece ter se firmado em alta na etapa final do pregão.

Em Wall Street, o Dow Jones puxa so ganhos, beneficiado pelo desempenho das varejistas.

A bolsa brasileira segue com movimentações contidas nesta terça-feira, seguindo o padrão também visto nos principais índices em Wall Street.  Enquanto isso, o dólar opera em forte alta, favorecendo as exportadoras.

A VISÃO DO SANTANDER SOBRE OS BALANÇOS

A bolsa brasileira acordou nesta terça-feira (16) repercutindo os resultados financeiros do final da temporada de balanços do segundo trimestre. O Santander avaliou a performance de algumas dessas empresas.

Para o banco, o desempenho mais fraco da CSN (CSNA3) foi impulsionado principalmente pela divisão de mineração, após preços realizados mais baixos e custos mais altos. As ações da siderúrgica operam em queda na B3 — comportamento que já era previsto pelo Santander. A recomendação para as ações da empresa é compra.

No caso da Vibra (VBBR3), o banco diz que a empresa continua a superar operacionalmente outras companhias do setor, mas incertezas ainda rondam os movimentos estratégicos mais recentes — como a aquisição da Comerc — e seus efeitos sobre o desempenho financeiro do grupo. A recomendação para os papéis, que caem quase 3%, é neutra.

A Even (EVEN3) recua mais de 6% depois de apresentar resultados mistos. Segundo o Santander, a empresa registrou uma forte contração na margem bruta e, por outro, superou as estimativas após reconhecimento de receita melhor que o esperado, enquanto o balanço patrimonial permaneceu robusto. A recomendação para as ações é compra.

Assim como a Even, a Rede D’or (RDOR3) também apresentou resultados mistos, mas em linha com o consenso. Do lado positivo, o Santander vê o aumento do número de leitos hospitalares. Do lado negativo, os preços continuaram a cair. As ações operam em queda de mais de 5%, e a recomendação é compra.

FECHAMENTO NA EUROPA
  • Frankfurt: +0,66%
  • Londres: +0,40%
  • Paris: +0,34%
  • Stoxx-600: +0,23%
NUBANK: O QUE PENSAM OS ANALISTAS?

As ações do Nubank, listadas no Nasdaq, sobem mais de 10% após a divulgação dos resultados do segundo trimestre da companhia.

Os investidores, assim como alguns analistas, preferiram ver o copo meio cheio dos bons indicadores operacionais da empresa, como o crescimento na base de clientes, nos indicadores de receita, na taxa de atividade, nos depósitos e no volume total de pagamentos.

Mas a visão dos analistas – mesmo dos mais otimistas com a empresa – foi mista, devido a um dado que vem preocupando o mercado: a deterioração na taxa de inadimplência do Nubank.

CONFIRA OS DETALHES

Os leves ganhos da manhã não se sustentaram e o Ibovespa voltou a se firmar em queda nesta tarde. No câmbio e no mercado de juros, o dia também é de pressão.

REPERCUSSÃO DOS BALANÇOS

Em Nova York, o dia é de repercussão de balanços trimestrais para duas importantes empresas brasileiras listadas no exterior – Inter & Co e Nubank.

As ações do banco digital roxinho sobem mais de 13%, mesmo com prejuízo. Para o Itaú BBA, o resultado da companhia pode ser considerado sólido, mas mesmo com a receita acima do esperado, a cenário de crédito e inadimplência ainda preocupa.

Já o Inter teve lucro líquido de R$ 16 milhões, revertendo o resultado negativo do mesmo período do ano anterior, e mostrou crescimento na inadimplência.

JUROS FUTUROS

No mercado de juros futuros, o dia também é de ajuste e realização de lucros.

Ontem, a queda das commodities e expectativas melhores para a inflação influenciaram no movimento de queda. Confira:

CÓDIGO NOME  ULT  FEC
DI1F23 DI jan/23 13,72% 13,72%
DI1F25 DI Jan/25 11,72% 11,64%
DI1F26 DI Jan/26 11,48% 11,39%
DI1F27 DI Jan/27 11,46% 11,38%
SOBE E DESCE DO IBOVESPA

Confira as maiores altas do dia:

CÓDIGO NOME ULT VAR
MRFG3 Marfrig ON R$ 15,05 2,73%
BRFS3 BRF ON R$ 16,93 2,36%
BRAP4 Bradespar PN R$ 23,56 2,26%
VALE3 Vale ON R$ 69,61 1,92%
SUZB3 Suzano ON R$ 49,71 1,72%

Confira também as maiores quedas:

CÓDIGO NOME ULT VAR
CASH3 Meliuz ON R$ 1,40 -8,50%
YDUQ3 Yduqs ON R$ 14,82 -6,79%
SOMA3 Grupo Soma R$ 12,51 -3,77%
LREN3 Lojas Renner ON R$ 27,62 -3,53%
MRVE3 MRV ON R$ 10,87 -3,46%
O NOVO IBOVESPA

Os papéis da Arezzo (ARZZ3)Raízen (RAIZ4) e São Martinho (SMTO3) — as duas últimas ligadas ao agronegócio — se mantiveram na lista prévia divulgada nesta terça-feira e devem fazer parte do próximo Ibovespa, de acordo com a B3, compondo a carteira entre setembro e dezembro deste ano.

A segunda prévia também manteve a saída do papel da JHSF (JHSF3).

CONFIRA OS DETALHES

Apesar do dia começar com uma recuperação do setor de mineração e siderurgia, o Ibovespa tem dificuldades para se firmar no positivo. Na ponta negativa, os grandes destaques do dia anterior, no segmento de consumo, devolvem os ganhos.

Em Nova York, o dia começa com sinais mistos. A terça-feira é de agenda esvaziada, mas os investidores aguardam para amanhã a ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve

O Ibovespa encerrou os leilões de abertura em baixa de 0,21%, aos 112.797 pontos.

No mesmo horário, o dólar à vista era negociado em alta de 0,39%, cotado a R$ 5,1164.

NOVA PRÉVIA DO IBOVESPA

O Ibovespa tem tudo para ganhar uma cara mais “agro” a partir de setembro.

A segunda prévia da nova carteira do índice que reúne as principais ações negociadas na B3 manteve as três novidades que apareceram na primeira prévia, divulgada no início do mês.

Confira aqui as ações que passam a fazer parte do principal índice da bolsa brasileira. 

CORRIDA ELEITORAL E BOLSA

Esta terça-feira (16) marca o início oficial da corrida eleitoral antes das eleições de outubro.

Os candidatos correm para rechear suas agendas com eventos, comícios e participações em entrevistas.

Como esse cenário deve influenciar o Ibovespa?

A resposta você confere na coluna de Matheus Spiess aqui no Seu Dinheiro. 

O Ibovespa futuro abriu em baixa de 0,16%, aos 112.980 pontos.

No mesmo horário, o dólar à vista abriu em alta de 0,67%, cotado a R$ 5,1259.

BOLSAS PELO MUNDO
Confira aqui:
  • Dow Jones futuro: -0,02%
  • S&P 500 futuro: -0,08%
  • Nasdaq futuro: -0,10%
  • Euro Stoxx 50: +0,39%
  • Xangai (China): +0,05% (fechado)
  • Nikkei (Japão): -0,01% (fechado)
  • Petróleo Brent: US$ 95,59 (+0,46%)
  • Minério de ferro (Dalian, China): US$ 106,10 (-0,28%)
OPORTUNIDADE DE SWING TRADE NA BOLSA

O nosso colunista, Nilson Marcelo, identificou uma oportunidade na bolsa hoje: lucro de mais de 13% em swing trade com a Azul (AZUL4).

Leia a recomendação completa do analista aqui.

PIOR DO QUE O ESPERADO

Os resultados do IRB Brasil (IRBR3) no segundo trimestre confirmaram o que muitos já imaginavam: a companhia passa por um período delicado.

Os papéis da empresa de resseguros lideraram as baixas do Ibovespa no pregão de segunda-feira, e o movimento na bolsa foi um prenúncio do balanço da companhia no segundo trimestre, divulgado quando restavam apenas nove minutos para a meia-noite de ontem.

Entre abril e junho, o IRB registrou prejuízo líquido de R$ 373,3 milhões, o que representa um aumento de 80,4% em relação às perdas de R$ 206,9 milhões do mesmo período do ano anterior.

Veja o balanço completo da empresa aqui. 

ESQUENTA DOS MERCADOS

Bom dia! O mercado de ações amanhece hoje com atenção dos investidores dividida entre o fim da temporada de balanços corporativos e o início da campanha eleitoral.

Na véspera, em uma sessão de recuperação, o Ibovespa fechou em alta de 0,2% e resgatou a marca dos 113 mil pontos.

Diante da completa ausência de indicadores econômicos previstos para hoje, os investidores também ficarão de olho nas bolsas estrangeiras.

Mas os sinais vindos de fora não são lá os mais claros do mundo.

Começando pela sessão que se encerrou na Ásia e Pacífico, as bolsas por lá estenderam os ganhos da sessão de ontem (15) em Nova York, fechando majoritariamente em alta.

Do mesmo modo, as bolsas de valores europeias abriram em leve alta, mas têm dificuldade para encontrar um catalisador que as impulsione.

O medo da recessão global atrapalha o sentimento dos investidores, que optam por uma posição mais defensiva em meio a busca por barganhas.

Já em Wall Street, os índices futuros sinalizam abertura em leve queda depois de as bolsas nova-iorquinas terem visitado os níveis mais altos em quase três meses.

Os investidores estadunidenses acompanham sem muito interesse os novos dados do setor imobiliário dos EUA — que chegou a levantar preocupações em meados deste ano.

Confira o que movimenta as bolsas, o dólar e o Ibovespa nesta terça-feira (16).

Compartilhe

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Cautela segue em alta no exterior e Ibovespa cai quase 1%; dólar desacelera ganhos

16 de setembro de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: Com a agenda esvaziada, as bolsas internacionais operam em tom negativo nesta sexta-feira (16). Os investidores seguem mais cautelosos na expectativa de alta de juros americanos pelo Federal Reserve e elevação da taxa Selic pelo Banco Central do Brasil, na próxima semana. O Ibovespa tende a acompanhar o exterior. Acompanhe por aqui […]

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa ignora avanço de mais de 1% da prévia do PIB e cai; dólar fica acima de R$ 5,20

15 de setembro de 2022 - 9:09

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam sem direção definida nesta quinta-feira (15), com a agenda cheia no exterior e no Brasil. No cenário doméstico, o principal destaque do dia é o crescimento do IBC-Br, a prévia do PIB, de julho acima do esperado. Os investidores também reagem aos dados de vendas do varejo em […]

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa tenta engatar recuperação, mas varejo e siderurgia pesam contra; Magazine Luiza (MGLU3) cai 5% após decepção com dados

14 de setembro de 2022 - 9:05

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam sem direção definida nesta quarta-feira (14). Os investidores digerem a alta na inflação dos EUA em agosto e reagem ao índice dos preços para o produtor (PPI), já com a expectativa de alta nos juros na próxima reunião do Federal Reserve (Fed). No cenário doméstico, o Ibovespa reage […]

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Vitória de Lula em 1º turno é possível? Descubra aqui

14 de setembro de 2022 - 6:00

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa recua mais de 2% após avanço da inflação nos EUA; dólar tem forte alta

13 de setembro de 2022 - 9:03

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais, que iniciaram o dia em leve alta nesta terça-feira (13), reagem ao avanço da inflação nos EUA em agosto. Com isso, os investidores mantêm a expectativa de alta nos juros americanos em 75 pontos-base na próxima reunião do Federal Reserve (Fed). Sem destaques no cenário doméstico, o Ibovespa deve […]

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Bolsonaro diz que vai ‘passar a faixa’ e se aposentar caso não consiga se reeleger

13 de setembro de 2022 - 5:47

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa desacelera alta e dólar cai abaixo dos R$ 5,10; Magazine Luiza (MGLU3) lidera ganhos

12 de setembro de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam em alta nesta segunda-feira (12), sem negociações na China em razão de feriado local. Os investidores aguardam o índice de preços ao consumidos (CPI) nos EUA, que será divulgado amanhã. Com a agenda cheia no cenário doméstico, o Ibovespa deve reagir à deflação da primeira prévia do IGP-M […]

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Lula segue 13 pontos à frente de Bolsonaro no 2º turno na pesquisa BTG/FSB

12 de setembro de 2022 - 7:14

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

MERCADOS AO VIVO

Bolsa hoje: Ibovespa opera em alta de 2% impulsionado por commodities e maior apetite por risco no exterior; dólar cai

9 de setembro de 2022 - 9:04

RESUMO DO DIA: As bolsas internacionais operam em tom positivo nesta sexta-feira (9). Os investidores reagem à desaceleração da inflação na China, o que aumenta a expectativa por injeção de novos estímulos pelo governo. No cenário doméstico, o Ibovespa deve refletir o IPCA, que indicou uma deflação de 0,36% em agosto.

CENTRAL DAS ELEIÇÕES

Eleições 2022: Lula tem 45% das intenções de voto e Bolsonaro 34% — confira os novos números do Datafolha

9 de setembro de 2022 - 8:58

Acompanhe a cobertura ao vivo das eleições 2022 com as principais notícias sobre os principais candidatos à Presidência e nos Estados

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies