2021-10-07T20:08:01-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
vai ficar mais barato

Tesouro Direto vai reduzir taxa de custódia a 0,2% ao ano a partir de 2022

Hoje, taxa de custódia é de 0,25% ao ano e é o único custo obrigatório do Tesouro Direto; anúncio foi feito pelo secretário do Tesouro Nacional

7 de outubro de 2021
19:44 - atualizado às 20:08
App do Tesouro Direto: redução da taxa de custódia deixa investimento mais rentável. Imagem: Shutterstock

O investimento no Tesouro Direto vai ficar mais barato - e, consequentemente, mais rentável. O secretário do Tesouro Nacional, Jeferson Bittencourt, anunciou, na noite desta quinta-feira (07), que a plataforma de compra e venda de títulos públicos irá reduzir sua taxa de custódia de 0,25% para 0,20% ao ano a partir de janeiro de 2022.

O anúncio foi feito no encerramento da Semana do Investidor, evento promovido pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM) e pela B3.

Com a redução do custo, a rentabilidade do investidor também irá aumentar. A última redução da taxa de custódia do Tesouro Direto foi realizada em 2019, quando caiu de 0,30% para 0,25% ao ano.

Taxa de custódia do Tesouro Direto é baixa, mas pode pesar

Recentemente, eu publiquei, aqui no Seu Dinheiro, uma reportagem mostrando o quanto a taxa de custódia do Tesouro Direto pesa na rentabilidade do título Tesouro Selic, aquele cuja remuneração é atrelada à taxa básica de juros.

Atualmente, esse título paga, no vencimento, Selic mais uma pequena taxa; deveria, portanto, ser mais rentável que um CDB que remunere 100% do CDI, uma vez que a taxa DI costuma ser, inclusive, inferior à Selic.

Porém, quando comparados os dois tipos de títulos, o retorno líquido do CDB, que não sofre cobrança de qualquer taxa, acaba sendo ligeiramente superior ao do Tesouro Selic, quando consideramos aplicações de valor superior a R$ 10 mil (investimentos abaixo desse valor em Tesouro Selic não sofrem cobrança de taxa de custódia).

Um CDB de banco de primeira linha, com liquidez diária e rentabilidade de 100% do CDI, portanto, acaba sendo mais interessante, por exemplo, para a reserva de emergência, do que o título do Tesouro destinado a essa mesma finalidade.

Com a nova redução na taxa de custódia, o Tesouro Selic e todos os outros títulos públicos terão rentabilidades um pouco maiores, o que é benéfico para o investidor pessoa física.

A taxa de custódia é, atualmente, o único custo obrigatório para quem investe em títulos públicos via Tesouro Direto. Esse custo remunera a B3 pela custódia (a guarda) dos títulos.

As corretoras de valores também podem cobrar, adicionalmente, uma taxa de administração, chamada taxa de agente de custódia, mas hoje a maioria das corretoras já não faz essa cobrança.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

ECONOMIA X COVID

Economia monitora variante ômicron da covid-19, mas programas de auxílio dependem da PEC dos Precatórios; pasta evita falar em gastos fora do teto

Ministério da Economia evita falar em crédito extraordinário, como acontece nos casos de guerras ou calamidades públicas

Black Friday em números

Varejo cresce 6,3% na Black Friday e vê crescimento de lojas virtuais com e-commerce aquecido; confira dados

Apesar do aumento em relação à Black Friday de 2020, o patamar de faturamento do varejo foi 9,1% inferior ao registrado em 2019

Desdobramentos da crise

Presidente da Latam, Roberto Alvo diz que recusou oferta ‘incompleta’ e ‘insuficiente’ da Azul

O conteúdo dela é confidencial”, afirmou, em entrevista coletiva. Procurada, a Azul não quis comentar

Solana no MB

Exclusivo: Solana (SOL), 5ª maior criptomoeda do mundo, chega Mercado Bitcoin com alta de mais de 12.000% no ano

A quinta maior criptomoeda do mundo vem conquistando o mercado porque se coloca como uma blockchain alternativa ao ethereum (ETH)

Pandemia em curso

Variante ômicron da covid-19 já está em dez países, mas chefe da associação médica da África do Sul vê “sintomas médios” da doença em estudo preliminar

Até o fechamento desta matéria, não haviam informações sobre infecções por essa variante da covid-19 nas Américas