Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-18T16:40:11-03:00
Estadão Conteúdo
Bidenomics

EUA: pacote democrata deve enfrentar oposição de parte da indústria energética

Plano prevê repasses a concessionárias que fizerem transição rápida para combustíveis mais limpos

18 de julho de 2021
15:56 - atualizado às 16:40
Nashville,,Tennessee,/,Usa,-,October,22,,2020:,Us,Election,
Joe Biden, em outubro de 2020. - Imagem: Shutterstock

O pacote de investimentos de US$ 3,5 trilhões dos democratas no Congresso dos Estados Unidos inclui o financiamento de uma transição de longo alcance para o uso de energias limpas, mas deve enfrentar a oposição de parte da indústria energética, que pode arcar com aumentos de custos caso a proposta vire lei.

O plano, segundo informações da Dow Jones Newswires, prevê o pagamento de dinheiro às concessionárias que fizerem uma transição rápida para combustíveis mais limpos - e a imposição de penalidades financeiras para aquelas que optarem por mudanças mais lentas.

Também estão incluídas no pacote tarifas de importação com base nas emissões de gases de efeito estufa e a criação de multas inéditas para produtores de petróleo e gás pelo vazamento dessas substâncias poluentes, a partir de seus poços, tubulações e tanques, na atmosfera.

Além disso, o pacote daria aos desenvolvedores de energia eólica e solar e outras empresas de tecnologia limpa algumas provisões como um grande aumento nos créditos fiscais para novas unidades.

As empresas do setor de petróleo e gás, no entanto, alertam que o plano potencialmente torna os EUA mais dependentes de fontes estrangeiras de energia ao deixar a produção americana mais cara.

"Estaríamos preocupados com qualquer política que prejudique a produção de petróleo e gás dos EUA", disse Anne Bradbury, executiva-chefe do American Exploration & Production Council, que representa empresas independentes.

Os democratas, no entanto, preveem penalizar os combustíveis fósseis importados por meio de tarifas para impulsionar as empresas americanas.

Medida que aumentaria fiscalização sobre impostos é retirada de pacote de infraestrutura

Congressistas dos Estados Unidos abandonaram planos de incluir no pacote de infraestrutura bipartidário de US$ 1 trilhão o aumento da fiscalização sobre a coleta de impostos da Receita Federal. O principal motivo da decisão foi o rechaço do Partido Republicano à medida.

Segundo o senador republicano Rob Portman, de Ohio, seus correligionários resistem a dar mais poder de fiscalização ao governo. Isso lançou uma nova incerteza sobre o financiamento do plano dias antes de uma votação planejada no Senado pelos líderes do Partido Democrata.

Republicanos e democratas passaram semanas tentando negociar um acordo para o pacote de infraestrutura, mas tiveram dificuldades para tomar uma decisão sobre como cobrir os custos dos investimentos e, ao mesmo tempo, minimizar o impacto sobre o déficit federal, que atingiu níveis recordes nos últimos anos, devido a grandes cortes de impostos e gastos relacionados à pandemia de covid-19.

Os legisladores enfrentam o primeiro teste nesta semana para saber se haverá apoio suficiente para avançar com a proposta no Congresso. O líder da maioria democrata no Senado, Chuck Schumer, disse na semana passada que dará o primeiro passo regimental nesta segunda-feira, 19. Ele marcou uma votação para quarta-feira.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Nova tentativa

Guedes afirma que programa de emprego para jovens terá crédito extraordinário de até R$ 3 bilhões

Segundo ministro, a alternativa foi pensada como forma de enfrentar os efeitos da pandemia no nível de desocupação de jovens, que aumentou no período

SEXTOU COM O RUY

Big Bang, a teoria: As leis da Física e a tributação dos dividendos

As empresas são organismos vivos, que precisam se adaptar às mudanças para sobreviver, como na recente proposta de tributação de dividendos

dinheiro no caixa

Petrobras vende participação em companhias de energia por R$ 160 milhões

Estatal assinou contratos para a venda de suas participações de 20% na Termelétrica Potiguar (TEP) e de 40% na Companhia Energética Manauara (CEM) para a Global Participações Energia S.A. (GPE)

seu dinheiro na sua noite

Mais micro, menos macro: quando os balanços são o destaque na bolsa

Como investidores, sabemos que os mercados estão sujeitos às mudanças no cenário macroeconômico – e, no caso do Brasil e outros países emergentes, os pregões são particularmente suscetíveis também ao noticiário político. Mas, no fim do dia, a bolsa reflete o desempenho das companhias que ali são negociadas. Nas temporadas de balanços trimestrais, analistas e […]

cardápio do dia

Fleury, EcoRodovias e Localiza: os balanços que mexem com o mercado nesta sexta

Companhias registram forte aumento no lucro, confirmando tendência entre empresas do Ibovespa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies