Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-15T19:26:11-03:00
Estadão Conteúdo
Tem cupom pra isso?

Ações da Méliuz sobem após lançamento de plataforma de empréstimos online

A companhia, que desde 2019 oferece um cartão de crédito sem anuidade e com cashback, vem ampliando a gama de serviços financeiros

15 de abril de 2021
11:33 - atualizado às 19:26
meliuz
Imagem: Divulgação / Méliuz / Facebook

A empresa de tecnologia Méliuz (CASH3) está lançando a plataforma de empréstimos Méliuz Empréstimos. A partir de agora, toda a base de usuários do Méliuz poderá simular um empréstimo em dezenas de instituições financeiras, em um só lugar, e escolher entre as opções ofertadas, de acordo com perfil e modalidade adequados às suas necessidades.

A notícia foi bem recebida pelo mercado, que fez o preço das ações subirem na manhã desta quinta-feira (15). Os papéis fecharam em alta de 4,24%, a R$ 32,98.

Em nota, o CEO e fundador do Méliuz, Israel Salmeno, explica que o lançamento do Méliuz Empréstimos vai ao encontro do propósito de crescimento da marca no Brasil, expandindo sua atuação no mercado financeiro.

A companhia, que desde 2019 oferece um cartão de crédito sem anuidade e com cashback, vem ampliando a gama de serviços financeiros disponíveis na plataforma, atraindo cada vez mais usuários em busca de facilidade e eficiência em sua vida financeira.

"O Méliuz Empréstimos é mais uma forma que o Méliuz encontrou para estar presente na rotina das pessoas, a fim de tornar as relações de consumo mais vantajosas para todas as partes. Com uma única simulação, é possível consultar diversas instituições financeiras, analisar as melhores propostas e solicitar empréstimos de maneira simples e sem burocracia", destaca Salmeno.

História

Lançado em 2011, o Méliuz é uma empresa de tecnologia que oferece soluções digitais para conectar marcas e consumidores, por meio de uma plataforma integrada de marketplace e serviços financeiros. Em 2019, a empresa lançou o Cartão Méliuz, um cartão de crédito sem anuidade que devolve até 1,8% do valor das compras pagas com ele.

Em 2020 a plataforma de cashback, que estreou na B3 em novembro de 2020, teve lucro líquido ajustado de R$ 32,055 milhões, alta de 175% sobre os R$ 11,628 milhões vistos um ano antes. O Ebitda (lucros antes de juros, impostos, depreciação e amortização) no ano somou R$ 30,3 milhões, alta de 186% ante R$ 10,6 milhões em 2019. Sua oferta de ações movimentou R$ 661,7 milhões.

A base de usuários da startup chegou a 14 milhões de contas ao fim do quarto trimestre do ano passado, representando um crescimento de 55% sobre 2019, quando tinha nove milhões de clientes. Em termos de usuários ativos, o número foi a 5,3 milhões no fim do período, alta de 152% sobre outubro a dezembro de 2019.

O volume de vendas (GMV) originado para os parceiros do marketplace por meio do ecossistema do Méliuz atingiu, ao final do quarto trimestre, um total de R$ 955,5 milhões, representando um crescimento de 57% em relação ao ano anterior. No ano de 2020, o GMV foi de R$ 2,5 bilhões, alta de 51% sobre 2019. As operações do cartão de crédito do Méliuz tiveram um volume transacionado (TPV) de R$ 505,6 mi no quarto trimestre, alta de 608% sobre o ano anterior.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

COMO ESPERADO

Evergrande paga credores locais; estrangeiros seguem a ver navios

Apesar da perspectiva de calote aos credores externos, reação à notícia foi positiva nos mercados de bônus chineses

bitcoin (BTC) hoje

Bitcoin (BTC) se aproxima das máximas históricas após estreia do primeiro ETF em criptomoeda nos EUA; acompanhe

Nos primeiros minutos de negociação, o ETF da ProShares movimentou cerca de US$ 280 milhões de acordo com o analista de fundos de índice da Bloomberg

NA ESTEIRA DA VACINA

Beneficiada por venda de imunizante contra covid-19, Johnson & Johnson lucra mais que o esperado no 3º trimestre

Depois dos grandes bancos, agora é a vez de a J&J surpreender positivamente o mercado, impulsionada por sua divisão farmacêutica

MERCADOS HOJE

Auxílio emergencial ‘turbinado’ e fora do teto pesa e faz Ibovespa perder os 113 mil pontos; dólar avança mesmo com leilão do BC

A agenda local está esvaziada neste início de semana, mas os investidores aguardam ansiosamente por um desfecho para a PEC dos precatórios.

RadioCash

Com cenário macroeconômico instável, não dá pra ser Warren Buffet no Brasil, diz Paolo Di Sora, fundador da RPS Capital

Para o megainvestidor e CEO da Berkshire Hathaway, que compra ações de empresas na maior economia do mundo, é fácil se concentrar na análise microeconômica. Já o investidor brasileiro, por sua vez, está sempre sujeito a instabilidades e crises domésticas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies