2021-02-19T18:05:35-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
Balanço

IRB amarga prejuízo de R$ 1,5 bilhão em 2020 e nega relação com movimento de investidores com ações

No ano marcado pela descoberta uma fraude contábil em seus balanços, empresa de resseguros segue registrando perdas; ações reagem em queda

19 de fevereiro de 2021
8:58 - atualizado às 18:05
Imagem: Shutterstock

No ano marcado pela descoberta uma fraude contábil em seus balanços, a resseguradora IRB Brasil (IRBR3) registrou um prejuízo de R$ 1,521 bilhão em 2020. No balanço do ano anterior, reapresentado após a revelação das irregularidades, a empresa teve lucro de R$ 1,2 bilhão.

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente

A companhia reapresentou em junho os números de 2019 e 2018, que mostraram um lucro líquido R$ 670 milhões menor do que o apresentado originalmente na soma dos dois períodos.

Quando todos pensavam que a companhia já havia chegado ao fundo do poço, o IRB voltou a surpreender negativamente com um prejuízo de R$ 620 milhões no quarto trimestre do ano passado.

Entre os fatores que prejudicaram o resultado anual, o IRB aponta a perda em linhas de negócio nas quais a companhia deixou de operar (run-off), no valor de R$ 589 milhões, e uma baixa de R$ 336 milhões feita em dezembro relativa a um crédito tributário de prejuízos fiscais gerados na sucursal de Londres.

Sem esses efeitos, o IRB informa que o prejuízo em 2020 seria de "apenas" R$ 476 milhões em 2020. Quem quiser olhar o copo meio cheio também pode se pegar ao lucro líquido de R$ 190 milhões que a empresa teria obtido no quarto trimestre sem os impactos que afetaram os números no ano passado.

Embora considerem positivas as iniciativas da nova gestão do IRB de dar foco nas operações lucrativas, os analistas do Credit Suisse estão entre os que viram o copo meio vazio.

“Acreditamos que as operações de run-off ainda podem pesar nos resultados a curto prazo e, portanto, preferimos manter uma postura cautelosa”, escreveram os analistas, que têm recomendação "underperform" (equivalente a venda) para os papéis.

No mercado, a reação aos números também é negativa. Por volta das 12h10, as ações do IRB (IRBR3) eram negociadas em queda de 4,21%, a R$ 6,37. Leia também nossa cobertura completa de mercados.

As ações e os fóruns de internet

Com a confirmação das fraudes contábeis — descobertas após a divulgação de um relatório da gestora carioca Squadra —, as ações do IRB (IRBR3) desabaram 80% na B3 no ano passado. A queda dos papéis atraiu vários investidores, principalmente pessoas físicas atraídas por fóruns de internet.

No mês passado, um grupo deles decidiu criar um canal no Telegram para tentar especular com as ações da resseguradora, na esteira do caso GameStop nos Estados Unidos.

No relatório que acompanha o balanço, o IRB informou que não possui nenhum envolvimento ou ingerência nesse movimento e que todas as informações que possui a respeito são as disponíveis publicamente nas redes sociais e na imprensa.

Leia também:

Quer nossas melhores dicas de investimentos de graça em seu e-mail? Clique aqui e receba a nossa newsletter diariamente
Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Exclusivo

Na “caça aos unicórnios”, Itaú lança fundo para aplicar em gestores de investimentos alternativos

O banco acaba de abrir para captação o Polaris, fundo com objetivo de retorno de até 25% ao ano e foco em investimentos que vão bem além do “combo” tradicional de bolsa, dólar e juros

CONSTRUTORAS COM DESCONTO

Vendas de imóveis em alta, ações em baixa. A queda das incorporadoras abriu uma oportunidade de compra na bolsa?

Os resultados do quarto trimestre mostram que as empresas do setor entregaram desempenhos sólidos, mas as ações caminham na direção contrária

COMPRA PROGRAMADA

‘Vale Gás’: Ultragaz cria cartão que permite ‘congelar’ o preço e parcelar a compra do gás de cozinha

O GLP é um dos derivados de petróleo afetado pela alta do dólar frente ao real e pela valorização da commodity no mercado internacional

SALTO COM FINANÇAS

Itaú (ITUB4) escala 53 posições em ranking e se torna único brasileiro entre 500 marcas globais mais valiosas; veja lista completa

Além de figurar entre as marcas mais valiosas, o Itaú conquistou uma posição na lista dos 250 principais CEOs ou “guardiões de marca”

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Volatilidade a mil com decisão de juros do Fed, reabertura do fundo da Dynamo e nova aquisição da Petz: veja o que mexeu com o mercado hoje

O bom humor nos mercados era tanto nesta quarta-feira (26) que nem parecia dia de decisão de juros pelo Federal Reserve, o banco central americano. As bolsas americanas e europeias operavam em alta, ainda em clima de recuperação das perdas do início da semana, e o Ibovespa subia mais de 1,5%, ainda puxado pela entrada […]