Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-01-27T20:54:42-03:00
Rafael Lara
Rafael Lara
Estudante de jornalismo na Faculdade Cásper Líbero de São Paulo. Trabalhou em empresas como: TV Gazeta, Suno Research e Portal iG.
Possível bolha?

Como a GameStop, que era tida como um fracasso em potencial, virou a ação mais quente (e perigosa) de Wall Street?

A companhia de 37 anos virou o foco de uma batalha estilo Davi e Golias (ou na “gíria gamer”, estilo Kratos e Cronos, da franquia God Of War) entre um exército de pequenos investidores e Wall Street.

27 de janeiro de 2021
13:00 - atualizado às 20:54
image
Imagem: Johnny Louis/Getty Images

Para quem é fã de games, uma das melhores coisas nos Estados Unidos é a GameStop. A cada esquina, uma loja nova com milhares de jogos e novidades da tecnologia que fazem todo "nerd" achar seu paraíso. Com a pandemia, infelizmente, a rede perdeu muito dinheiro e planeja fechar 450 lojas em 2021.

Leia também:

Ainda assim, a ação da GameStop se tornou uma das mais quentes do ano, subindo mais de 100% em menos de uma semana, provocando perdas históricas para vários “tubarões” do mercado, que apostavam na queda dos papéis da rede com grandes posições vendidas. 

A companhia de 37 anos virou o foco de uma batalha estilo Davi e Golias (ou na "gíria gamer", estilo Kratos e Cronos, da franquia God Of War) entre um exército de pequenos investidores e Wall Street. Por incrível que pareça, os pequenos investidores estão levando a melhor e sem sinais de enfraquecimento. 

Em abril do ano passado, no auge da quarentena, as ações da GameStop chegaram a valer apenas US$ 2,85.

Mas na segunda metade do ano os papéis iniciaram uma reação espetacular, que culminou nesta quarta-feira, quando as cotações alcançaram a casa dos US$ 148. A valorização de impressionantes 5.000% foi impulsionada por pequenos investidores que estão focados em arruinar as apostas de grandes gestores contra a companhia.

Essa pode parecer uma história dos mocinhos derrotando os bandidos. Mas o fato é que a alta dos papéis é apontada por analistas como artificial e não condiz com os fundamentos da empresa. Mas antes de contar o que esperar das ações, eu conto para você como a GameStop virou cavalo de batalha entre pequenos investidores e a nata do mercado financeiro.

Dando start na confusão

Tudo começou em setembro de 2020, quando Ryan Cohen - investidor e fundador da gigante online de alimentos para animais de estimação Chewy - comprou uma participação de 13% na varejista e começou a fazer um lobby para que ela começasse a investir mais em negócios online e se tornasse um sério rival da Amazon. Em janeiro deste ano, Cohen e outros dois associados ingressaram no conselho da empresa.

As ações começaram a subir conforme pequenos investidores foram comprando a ação em um preço visto como barato através do aplicativo da corretora Robinhood, que é extremamente fácil e didático de ser usado, quase como um jogo de videogame (só que com ações e dinheiro e ainda sem cobrar corretagem).

Bom, enquanto os pequenos investidores foram se divertindo e comprando as ações, Wall Street viu outra coisa: uma chance de "vender a descoberto" as ações da GameStop, que era tida como um grande fracasso. 

Vale lembrar que vender uma ação a descoberto é arriscado. É uma "aposta" na queda da ação. Explicando da maneira mais simples possível, quando você compra uma ação, você pode perder até 100% do dinheiro que aplicou, na pior das hipóteses. Agora, quando você opera vendido, a porcentagem que você pode perder é indeterminada, já que não existe um limite para que uma ação possa subir. 

Para se ter uma noção do impacto que essa briga tomou, cerca de 71,66 milhões de ações da GameStop estão atualmente vendidas, no valor de US$ 4,66 bilhões. No acumulado anual, essas apostas custaram aos investidores cerca de US$ 6,12 bilhões (o que dá um prejuízo de US$ 2,79 bilhões na segunda-feira), de acordo com o jornal The Guardian. 

Na segunda, as ações da GameStop dispararam nada menos que 145% em menos de duas horas, estendendo os ganhos no ano para mais de 300%. Na última terça, a festa continuou rolando, e a volatilidade levou a NYSE (Bolsa de Valores de Nova York) a interromper as negociações por nove vezes. 

Isso, obviamente, empolgou os pequenos investidores. Um usuário do fórum de discussões Reddit afirmou: "Nós quebramos. Quebramos o GME (ticker da GameStop) na abertura". 

Os usuários do Reddit, inclusive, têm sido os mais empolgados para essa briga. Os investidores no fórum "WallStreetBets" têm promovido a GameStop agressivamente, com muitos apresentando-a como uma batalha de pessoas normais contra fundos de hedge e grandes empresas de Wall Street.

Um usuário do fórum afirmou que "esta é uma experiência e tanto para o meu primeiro mês no mercado de ações. Segurando até o infinito". Já outro afirma: "somos literalmente mais poderosos que as grandes empresas no momento".

Aqui vai mais um alerta: apesar da vitória dos pequenos investidores (pelo menos até aqui), jamais opere ações com base em comentários de usuários em fóruns de internet. No Brasil, o caso mais famoso de empresa que teve os preços inflados por comentários nas redes foi o da empresa de utensílios domésticos Mundial, em um caso que ficou conhecido como a “bolha do Alicate”.

Short squeeze

As perdas acumuladas da venda a descoberto forçaram os grandes investidores a inverter a mão e comprar de volta as ações da GameStop para cobrir os prejuízos e estancar a sangria, em um movimento conhecido no mercado como "short squeeze". Essa compra forçada de quem estava até pouco tempo vendido no papel acaba impulsionando ainda mais a empresa na bolsa.

Um dos grandes perdedores com a aposta contra a GameStop foi a Citron Research, que estava posicionada como vendedora a descoberto e havia afirmado que a ação estaria "de volta aos 20 dólares rapidamente". 

Outro tubarão que perdeu muito dinheiro foi a Melvin Capital Management, um fundo de hedge que perdeu 30% dos US$ 12,5 bilhões sob sua gestão este ano em uma série de posições vendidas, incluindo uma exposição à GameStop. 

Afinal, a GameStop vale a pena?

Que essa briga parece longe do fim, isso é fato. Mas há algum argumento econômico de fato para justificar um mantimento de uma empresa que estava sendo tida como a "próxima blockbuster"?

De acordo com João Piccioni, analista da Empiricus especialista em empresas internacionais, o movimento com as ações da GameStop está muito mais ligado ao “hype” provocado nos fóruns de discussão do que aos fundamentos da companhia. 

Para o analista, a grande sacada da GameStop sempre foi poder vender os jogos mais de uma vez. "A GameStop ganhava muito dinheiro no giro do produto usado, já que o game não estraga. O mesmo jogo chegava a ser vendido seis vezes." Além disso, a infraestrutura de distribuição era outro ponto forte da empresa.

"Com o advento do mundo online e com a entrada dos jogos de graça, o modelo da GameStop acabou indo pro buraco", afirmou Piccioni, que acredita que não tem como a empresa ganhar escala, até por conta da chegada dos novos consoles, que te permitem comprar o jogo no conforto de sua casa.

"Você pode colocar o indicador que quiser, a GameStop não vale esse dinheiro", completou.

Essa visão é praticamente consenso no mercado. O Bank Of America divulgou hoje um relatório em que coloca um preço-alvo nas ações de US$ 10, o que representa um potencial de queda de 96% em relação ao preço atual. 

Insana e perigosa

Se os pequenos investidores que embarcaram na alta das ações acabarem perdendo dinheiro não será por falta de aviso. Michael Burry, chefe da Scion Asset Management e personagem do filme "A Grande Aposta", afirmou ao MarketWatch que essa ação é "insana" e "perigosa". Ele comprou as ações em agosto de 2019 por menos de US$ 4 e não deixou claro se ainda detém alguma parte da empresa. 

Até mesmo os próprios usuários do Reddit discutem o fim da linha para a GameStop. “Está rapidamente se tornando evidente que em breve entraremos no jogo final do GME. Antes de chegar a uma estratégia de saída ou, se ainda estiver em cima do muro, decidir se quer entrar, você precisa formar uma opinião sobre a tese do GME”, afirmou um usuário no fórum Reddit Wall Street Bets. 

As ações da GameStop (GME) fecharam hoje com uma alta de mais de 130%, a US$ 347,51, acumulando um ganho de mais de 1.700% apenas em 2021.

*Com informações do MarketWatch e The Guardian

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

de olho na inovação

Amazon sinaliza interesse por criptomoedas em anúncio de emprego

Empresa procura “um líder de produto experiente para desenvolver a estratégia e o roadmap de produtos e moedas digitais

balanço em foco

Lucro da Hypera Pharma aumenta 18% no segundo trimestre

Cifra chegou a R$ 470,6 milhões no período; companhia obteve alta de 43,5% na receita líquida, a R$ 1,5 bilhão

seu dinheiro na sua noite

Quebrando recordes na corrida dos ETFs

A pira foi acesa em Tóquio: os Jogos Olímpicos estão oficialmente abertos — e eu estou empolgadíssimo. Não sei vocês, mas eu adoro as Olimpíadas, principalmente os esportes não muito convencionais. Claro, é legal assistir futebol, vôlei e basquete, mas eu gosto mesmo é de ver as modalidades que nunca passam na TV. Duelo de […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Inflação salgada pressiona juros, mas dados americanos amenizam alta do dólar — já a bolsa não escapou da queda

Em semana recheada de ruídos políticos e incertezas, o Ibovespa acumulou uma queda de 0,72%. Já o dólar à vista subiu 1,86%, a R$ 5,2105

de olho no ir

Alta da arrecadação não dá ‘total liberdade’ para reduzir impostos, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt considerou também que a reforma do IR ainda está em aberto, com muito para se discutir

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies