Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-01T16:27:42-03:00
Estadão Conteúdo
Decolando os voos

Gol aumenta oferta de voos em junho e reabre 7 bases aéreas regionais

No total, serão 300 voos diários, um incremento de 36% em relação a maio – número que, em etapas, chegará a 400 decolagens ao dia no final do mês

1 de junho de 2021
16:27
Avião da Gol
Avião da Gol - Imagem: Shutterstock

Após adequações em sua malha aérea de abril e maio devido ao agravamento da pandemia, a Gol Linhas Aéreas anunciou nesta terça-feira o aumento da oferta de voos para o mês de junho, em razão da expectativa de acréscimo da demanda por viagens durante a alta temporada de inverno.

Em nota, a companhia informa que os cinco hubs da Gol reassumem a conectividade para todo o País, enquanto as bases regionais se comunicam com o aeroporto internacional de Guarulhos, facilitando o acesso dos Clientes a outras regiões.

Juntas, São Paulo, Rio de Janeiro, Brasília, Fortaleza e Salvador retomam, em junho, o papel de pilar de conectividade da companhia, respondendo por 62% da sua capacidade de decolagens previstas para o mês.

Além disso, a Gol reabre em junho 7 bases aéreas regionais que estavam temporariamente suspensas: Caldas Novas (GO), Campina Grande (PB), Caxias do Sul (RS), Londrina (PR), Montes Claros (MG), Sinop (MT) e Uberlândia (MG).

Uberlândia também dispõe de voos para Brasília. Dentre os hubs, o RIOgaleão passa a contar com novos voos da Gol para 7 capitais do Nordeste: Aracaju, Fortaleza, João Pessoa, Maceió, Natal, Recife e Salvador.

O aeroporto carioca também ganha nova oferta de decolagens para o Sul e Sudeste, em destinos como Belo Horizonte, Curitiba, Foz do Iguaçu, Florianópolis, Navegantes e Porto Alegre.

No hub de Fortaleza, por sua vez, a ampliação de voos sem escalas se dá principalmente para o aeroporto de Congonhas, na zona sul da capital paulista, além de nova oferta para Salvador, Recife, Manaus, São Luís e Rio de Janeiro.

Já na capital baiana, até meados de junho, a companhia volta a oferecer voos diretos para 7 capitais em 4 regiões do Brasil: Goiânia, João Pessoa, Natal, Palmas, Porto Alegre, São Luís e Teresina.

Haverá ainda, em Salvador, mais opções de decolagens para 15 destinos atendidos atualmente: Aracaju, Porto Seguro, Ilhéus, Maceió, Vitória da Conquista, Brasília, São Paulo (Congonhas e Guarulhos), Belo Horizonte, Fortaleza, Rio de Janeiro (Santos Dumont e RIOgaleão), Recife, Campinas e Vitória.

A previsão é ampliar de 14 para 20, em junho, o número de decolagens diárias para essas cidades.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

De olho na bolsa

Esquenta dos mercados: mundo monitora avanço da variante ômicron da covid-19 em semana de Livro Bege e PIB brasileiro

Além disso, os contornos da disputa política de 2022 começam a ficar mais claros com a entrada de mais candidatos ao pleito

OMS ALERTA

Variante Ômicron representa risco global ‘muito elevado’ e é provável que se espalhe

OMS emitiu hoje um informe técnico sobre a cepa do coronavírus causador da covid-19 recentemente descoberta na África do Sul

MULTIFACETADO

‘Genial e visionário’: Virgil Abloh, diretor artístico da Louis Vuitton, morre aos 41 anos depois de luta contra forma rara de câncer

Estilista norte-americano ganhou notoriedade como diretor criativo do rapper Kanye West e fez história na LVMH

SELEÇÃO DE ATIVOS

13º salário de 2021 cai na conta até amanhã! Veja onde investir se você tem perfil conservador

Consultamos especialistas e o veredito é unânime: no cenário atual o que não faltam são oportunidades, mesmo para os investidores menos inclinados ao risco

ECONOMIA X COVID

Economia monitora variante ômicron da covid-19, mas programas de auxílio dependem da PEC dos Precatórios; pasta evita falar em gastos fora do teto

Ministério da Economia evita falar em crédito extraordinário, como acontece nos casos de guerras ou calamidades públicas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies