Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-07-05T09:59:12-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Na mira do governo

China ordena retirada do app do Didi, o ‘Uber chinês’, das lojas de aplicativos dias depois do IPO

Governo do gigante asiático alega que companhia violou as regras de coleta e uso de informações pessoais dos seus usuários

4 de julho de 2021
16:11 - atualizado às 9:59
App do Didi Chuxing
Imagem: Shutterstock

O regulador do espaço digital do governo chinês ordenou às lojas de aplicativos a remoção do app do Didi Chuxing neste domingo (04). O órgão alega que o "Uber chinês" violou as regras de coleta e uso de informações pessoais dos seus usuários, sem detalhar as acusações.

A decisão foi tomada apenas dois dias depois que o regulador iniciou uma revisão da segurança digital da companhia, e apenas quatro dias depois do seu IPO em Nova York, quando captou mais de US$ 4 bilhões. No Brasil, o Didi é dono do app 99, concorrente do Uber.

O governo chinês exige que o Didi corrija os problemas identificados e passe a seguir as exigências e padrões nacionais, tomando medidas para proteger os dados dos seus usuários.

A companhia já divulgou nas redes sociais que já havia paralisado os novos registros de usuários em 3 de julho e que estava trabalhando para retificar o seu app de acordo com as exigências regulatórias.

Apesar do bloqueio do app em lojas virtuais como as da Apple, Huawei e Xiaomi, os cerca de meio bilhão de usuários do Didi podem continuar a utilizá-lo para pedir viagens e outros serviços, desde que tenham baixado o app antes da ordem deste domingo.

O Didi já é alvo de inquérito antitruste junto com outras grandes companhias de internet, como a Tencent. Apenas na sexta-feira, o "Uber chinês" perdeu 11% do seu valor de mercado, depois que o regulador revelou sua investigação.

As grandes companhias chinesas de tecnologia têm estado na mira do governo do gigante asiático, pela forma como coletam e utilizam dados dos seus clientes ou por práticas anticompetitivas.

*Com Bloomberg

Comentários
Leia também
INVISTA COMO UM MILIONÁRIO

Sirva-se no banquete de investimentos dos ricaços

Você sabe como ter acesso aos craques que montam as carteiras dos ricaços com aplicações mínimas de R$ 30? A Pi nasceu para colocar esses bons investimentos ao seu alcance

Mais uma empreitada

Do espaço para as fazendas: Elon Musk consegue licença para oferecer internet via satélite no Reino Unido

A Starlink, segundo informações do jornal Telegraph, quer chegar a regiões onde a cobertura por fibra e 5G não alcançam, e tem planos mais ambiciosos

Leão faminto

Carga pesada: Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

Monitoramento da Associação Comercial de São Paulo mostra que, no ano passado, marca foi atingida somente no dia 28 de setembro

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies