Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-11-11T20:28:10-03:00
Larissa Vitória
Larissa Vitória
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pelo portal SpaceMoney e pelo departamento de imprensa do Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT).
LU DECEPCIONOU?

E-commerce do Magazine Luiza (MGLU3) segue crescendo, mas lojas físicas não acompanham e lucro líquido da varejista recua 30% no terceiro trimestre

Quem esperava um crescimento mais sólido que o da rival Via (VIIA3) se decepcionou ao encontrar sinais negativos em diversas linhas do balanço divulgado hoje

11 de novembro de 2021
20:28
Fachada do Magazine Luiza, concorrente de Via e Americanas
Imagem: Divulgação

Depois do balanço fraco da Via (VIIA3) provocar uma queda de mais de 12% nas ações da companhia, o mercado aguardava ansiosamente a oportunidade de conferir os resultados de outra varejista: o Magazine Luiza (MGLU3).

Quem esperava um crescimento mais sólido que o da rival se decepcionou ao encontrar sinais negativos em diversas linhas do balanço divulgado nesta quinta-feira (11). O lucro líquido, por exemplo, recuou 30,3% em relação ao terceiro trimestre do ano passado, com R$ 143,5 milhões.

O Ebitda (Lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização, da sigla em inglês) ajustado também caiu 75,3% na mesma base de comparação e ficou em R$ 134,8 milhões no período.

Lojas físicas atrapalham resultado

O mau desempenho financeiro não pode ser atribuído ao e-commerce do Magazine Luiza, que manteve-se em crescimento de 22% mesmo quando confrontado com os resultados do terceiro trimestre de 2020, que já haviam apresentado um salto de 148%.

O mesmo já não pode ser dito das lojas físicas, cuja performance retraiu 8%. Segundo o Magalu, o resultado foi impactado pela piora dos indicadores macroeconômicos ao longo do trimestre, como o aumento da inflação e da taxa Selic.

“Trata-se de um mercado tipicamente cíclico: quando a economia sofre com crescimento em baixa e juros em alta, as vendas se retraem. Foi o que aconteceu ao longo do trimestre”, explica, em nota, a diretoria da companhia.

Marketplace avança sobre as vendas totais

Considerando as lojas físicas, e-commerce com estoque próprio (1P) e marketplace (3P), as vendas totais da companhia chegaram a R$ 13,8 bilhões entre julho e setembro e cresceram 12% na comparação anual.

O Magazine Luiza destaca que, no caso do marketplace, os negócios avançaram 67% em relação ao mesmo período do ano passado e já representam 35% das vendas do e-commerce. 

“No acumulado dos últimos dois anos, a expansão foi de mais de 300%. E continua acelerando. Desde setembro, a quantidade de itens vendidos do 3P já é maior que a do 1P”, afirma a empresa.

Ainda de acordo com o documento, o crescimento tem sido influenciado “tanto pela evolução dos vendedores mais antigos, quanto pela performance cada vez melhor dos novatos”.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

BC aumenta a Selic, Nubank conclui IPO e mercado reage bem à PEC dos precatórios; veja o que marcou esta quarta-feira

Conforme esperado pelos economistas após dados recentes mais fracos da atividade econômica brasileira, o Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central decidiu elevar a taxa básica de juros em 1,5 ponto percentual, a 9,25% ao ano, em sua última reunião do ano. Se em muitos momentos ao longo de 2021 o mercado acionário reagiu ao […]

2022 MAIS GORDO

Dividendos e JCP: Copel (CPLE6) engrossa a lista de pagamentos milionários aos acionistas; não fique fora dessa

Data da remuneração ainda não foi definida pela empresa, mas valerá para aqueles com posição até 30 de dezembro deste ano

FECHAMENTO DO DIA

Investidores tentam equilibrar noticiário e Ibovespa emplaca mais um dia de alta; dólar tem queda firme com ômicron no radar

Com o avanço da PEC dos precatórios, a pandemia se torna um dos únicos gatilhos negativos a rondar o Ibovespa

DOBRANDO A ESQUINA

Lucro das empresas com ações na bolsa deve cair 6,3% em 2022, diz BTG Pactual

Mesmo assim ainda é possível encontrar setores em que o cenário é positivo; saiba quem é quem

Bateu o martelo

IPO do Nubank sai no topo da faixa indicativa, a US$ 9 por ação; banco ultrapassa Itaú (ITUB4) e é a instituição financeira mais valiosa da América Latina

Com isso, os BDRs, que serão negociados por aqui a partir da próxima quinta-feira (09), saem valendo R$ 8,38

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies