Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-03T18:00:47-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ciclo de alta

Taxa Selic hoje é de 4,25% ao ano, mas vai subir; entenda por quê

Expectativa do mercado financeiro é de que o Banco Central promova um aumento de 1,00 ponto porcentual na taxa básica de juros, levando-a para 5,25%

3 de agosto de 2021
17:57 - atualizado às 18:00
bloquinhos com o símbolo de porecentagem, indicando elevação da taxa Selic e dos Juros
Com a inflação cada vez mais salgada, mais altas ficam as projeções do mercado para a Selic - Imagem: Shuterstock

A taxa Selic hoje é de 4,25% ao ano, mas deve ser elevada em decisão que será comunicada nesta quarta-feira (4).

A expectativa do mercado financeiro é de que o Banco Central promova um aumento de 1,00 ponto porcentual na taxa básica de juros, levando-a para 5,25%.

A decisão aconteceria depois de a autoridade monetária aumentar a Selic em 0,75 ponto porcentual por três reuniões consecutivas neste ano. Seria também o maior nível para a taxa desde outubro de 2019.

Selic: por que o Banco Central aumenta a taxa?

Os aumentos sucessivos da Selic são uma tentativa do Banco Central de segurar a inflação no Brasil.

A escalada dos preços de alimentos, combustíveis e energia elétrica fez com que os economistas do mercado financeiro já projetem inflação de 6,79% para 2021, conforme o Relatório de Mercado Focus.

O problema é que este índice de 6,79% está bem acima da meta de inflação, de 3,75% para o ano. Como possui uma margem de tolerância de 1,5 ponto porcentual, o BC poderia, em tese, deixar a inflação ir até 5,25% este ano.

Para piorar, os economistas projetam inflação de 3,81% para o próximo ano, sendo que a meta é de 3,50%. Como a margem do BC também é de 1,5 ponto porcentual, a alta de preços poderia chegar até 5,00% em 2022.

Só que os índices projetados estão, gradativamente, se distanciando da meta estabelecida. Se a pressão de preços continuar, o BC descumprirá a meta também no próximo ano.

Selic e seus investimentos

E o que acontece com seus investimentos? As tônicas para o segundo semestre são, basicamente, se posicionar para surfar a alta da Selic e continuar se protegendo da inflação, conforme contou o Seu Dinheiro.

Para ganhar com a alta dos juros, alguns títulos atrelados ao CDI aparecem como alternativa interessante.

Entre os mais conservadores, Luiz Rogé, analista de renda fixa da Empiricus, têm preferência pelas Letras de Crédito Imobiliário (LCI) e Letras de Crédito do Agronegócio (LCA), títulos emitidos por bancos, isentos de imposto de renda e com cobertura do Fundo Garantidor de Créditos (FGC).

Para ele, essas são opções melhores que os CDB ou o Tesouro Selic, uma vez que, com a isenção de IR, é possível obter rendimentos líquidos maiores, com um risco de crédito frequentemente menor. Saiba mais no especial Onde investir no 2º semestre sobre renda fixa.

VÍDEO: Juro baixo é bom ou ruim?

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

seu dinheiro na sua noite

Costurando uma saída

Não faz muito tempo que usei este mesmo espaço para lembrá-lo de como o mercado não gosta de incertezas e a falta de uma leitura clara sobre o futuro acaba prejudicando os negócios na B3. O dia de hoje veio para provar que, mesmo em meio às incertezas, ter uma noção mais clara do caminho que […]

carreira e diversidade

Magazine Luiza abre inscrições para 2º programa de trainees exclusivo para pessoas negras

Programa aceita candidatos formados entre dezembro de 2018 e dezembro de 2021, em qualquer curso superior; fluência em língua inglesa e experiência profissional não fazem parte dos pré-requisitos

pós-brumadinho

Vale (VALE3) muda alto escalão e tenta reforçar discurso ESG

Luciano Siani Pires, que desde 2012 ocupa posição de vice-presidente finanças e RI, assumirá a vice-presidência de estratégia e transformação de negócios, cargo criado em março pela mineradora

Troca de comando

Gustavo Raposo renuncia ao cargo de presidente da Transpetro, subsidiária da Petrobras (PETR4); sucessor já foi escolhido

Com a saída de Raposo, o conselho da empresa deverá deliberar sobre a nomeação do atual diretor de Serviços para o comando

atenção, acionista

Dividendos: WEG (WEGE3) paga R$ 86,8 milhões em juros sobre capital próprio

Valor líquido é de R$ 0,017 por ação; terão direito aos proventos acionistas na base em 24 de setembro, segundo a companhia

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies