Menu
2021-05-04T19:25:58-03:00
Estadão Conteúdo
Melhor trimestre da história

Lucro líquido ajustado da XP cresce 104% e atinge de R$ 846 milhões no 1º tri

No período encerrado em 31 de março, a companhia atingiu R$ 715 bilhões em ativos sob custódia (AUC na sigla em inglês), avanço de 96% na comparação com igual período de 2020

4 de maio de 2021
19:25
XP Investimentos Dólar
Imagem: Montagem / Andrei Morais

A XP Inc. registrou um lucro líquido ajustado de R$ 846 milhões no primeiro trimestre deste ano, representando alta de 104% em relação ao mesmo período do ano anterior e de 17,3% em comparação ao quarto trimestre do ano passado. A receita bruta foi de R$ 2,8 bilhões no primeiro trimestre de 2021, ante R$ 1,85 bilhão do mesmo trimestre de 2020, alta de 50%.

O Ebtida Ajustado (lucros antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) também registrou avanço no período, chegando a R$ 1 bilhão no trimestre - 75% a mais em relação ao primeiro trimestre de 2020. A margem líquida ajustada avançou para 32,2% no primeiro trimestre, de 23,9% no mesmo intervalo de 2020 e de 30,1% no quarto trimestre de 2020.

"Tivemos o melhor trimestre de nossa história, e reinvestiremos 100% do resultado em nosso crescimento. A escalabilidade e rentabilidade do nosso modelo de negócios permite acelerar investimentos em novas frentes, como o universo de serviços e produtos bancários", afirmou o sócio e diretor financeiro da XP, Bruno Constantino. Segundo ele, a companhia fechou o primeiro trimestre com recorde em todas as métricas operacionais e de resultado.

No período encerrado em 31 de março, a companhia atingiu R$ 715 bilhões em ativos sob custódia (AUC na sigla em inglês), avanço de 96% na comparação com igual período de 2020. A XP Inc. somou um total de 3 milhões de clientes ativos no primeiro trimestre de 2021, um aumento de 47% em relação ao mesmo período do ano passado.

Embora afirme que a XP irá alcançar os R$ 1 trilhão em ativos sob custódia, Constantino frisou que a data é o menos importante. "Isso é o menos relevante, queremos ter garantia que os nossos 3 milhões de clientes estão sendo bem atendidos", afirmou.

A média mensal de entrada de clientes aumentou de 44 mil no quarto trimestre de 2020 para 72 mil no primeiro trimestre de 2021, refletindo a sazonalidade e a redução das taxas de corretagem para negociação de ações online na Rico e XP no terceiro trimestre de 2020, além dos esforços contínuos da companhia na atração e retenção de clientes e reconhecimento da marca.

Em termos financeiros, os ingressos líquidos mensais foram de R$ 14,2 bilhões durante o primeiro trimestre, um aumento de 15% frente ao quarto trimestre. O volume diário de transações do varejo com ações, futuros e fundos imobiliários, bateu 2,3 milhões, o que é um volume recorde histórico, de acordo com Constantino. A XP encerrou o primeiro trimestre com uma carteira de crédito de R$ 4,7 bilhões, crescimento de 22% frente ao quarto trimestre.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Reserva de emergência

Jeff Bezos, o homem mais rico do mundo, vende ações da Amazon e põe US$ 5 bi na conta

O bilionário Jeff Bezos vendeu cerca de 1,5 milhão de ações da Amazon nos últimos dias e pode vender outros 500 mil papéis em breve

Reduzindo a participação

CSN começa a se desfazer de suas ações da Usiminas

Aproveitando o bom momento do setor siderúrgico na bolsa, a CSN vendeu mais de 50 milhões de ações preferenciais da Usiminas

O melhor do Seu Dinheiro

A limonada da bolsa e do dólar, as ações mais indicadas do mês e outros destaques da semana

A semana que passou tinha tudo para ser bem azeda para os investidores. No cardápio de notícias dos últimos dias tivemos: A alta da taxa básica de juros e a sinalização de que novos ajustes vêm por aí; Muito barulho político com a CPI da Covid; O projeto da reforma tributária de volta à estaca […]

Seu Dinheiro na sua noite

O grande respiro do câmbio e mais…

“Ih, vai ser uma semana daquelas”, pensei eu na segunda-feira, ao olhar a agenda de eventos previstos para os dias seguintes. Teríamos decisão do Copom e relatório de empregos nos EUA — e isso sem contar os inúmeros balanços corporativos. Em semanas assim, eu gosto de traçar alguns cenários na minha cabeça: se o BC […]

Fechamento da semana

Real ganha do dólar na semana e bolsa sobe mais de 2% com economia americana nem tão aquecida e Copom incisivo

Os problemas domésticos foram para baixo do tapete e os fatores externos ajudaram o Real a se valorizar e a bolsa a romper resistências importantes. Confira um resumo da semana.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies