O melhor time de jornalistas e analistas do Telegram! Inscreva-se agora e libere a sua vaga

2021-11-26T12:33:34-03:00
Ricardo Gozzi
Queima de estoque

Governo de cidade chinesa assume o controle do estádio do Guangzhou Evergrande, estimado em mais de R$ 10 bilhões

Arena começou a ser construída em abril do ano passado, mas crise da Evergrande levou à paralisação da obra

26 de novembro de 2021
12:31 - atualizado às 12:33
Projeção do projeto do estádio do Guangzhou Evergrande
Projeção do projeto do estádio do Guangzhou Evergrande - Imagem: Divulgação

A crise da megaincorporadora Evergrande tem levado a desdobramentos no mínimo curiosos.

Há apenas alguns dias, a endividada empresa chinesa fechou um acordo para vender sua produtora de filmes.

Algumas semanas antes, uma das apostas para a saída da crise era a unidade de carros elétricos da Evergrande.

Agora, a prefeitura de Guangzhou vai assumir o controle do estádio - ainda em fase de construção - do Guangzhou Evergrande, time de futebol de propriedade da empresa.

Pelo menos é que assegurou uma fonte no governo chinês à agência de notícias Reuters.

Mas espera aí?

A Evergrande não é uma incorporadora imobiliária? Sim, mas suas atividades vão muito além da construção.

Como é relativamente comum em países como China, Coreia do Sul e Japão, as grandes empresas espalham seus tentáculos por diversas outras atividades econômicas à medida em que vão crescendo.

No caso da Evergrande, além da produtora de cinema, do time de futebol e da unidade de carros elétricos, há ainda investimentos em parques temáticos, nos setores financeiro, de seguros, de saúde, na indústria alimentícia.

E esse estádio aí?

O estádio do Guangzhou Evergrande foi concebido com a pretensão ser o maior do mundo em capacidade de público – nos padrões atuais.

O projeto arquitetônico também é ousado. Quando pronta, a arena deve ter o formato de uma flor de lótus.

Estimada em 12 bilhões de renminbis (equivalente a US $ 1,86 bilhão, ou R$ 10,4 bilhões), a obra começou em abril do ano passado.

A expectativa era de que a construção fosse concluída no fim de 2022. Entretanto, a dívida de mais de US$ 300 bilhões da Evergrande resultou na paralisação da obra. Segundo uma das fontes consultadas pela Reuters, o canteiro está parado há cerca de três meses.

Como deve ficar

Agora, um órgão do governo municipal de Guangzhou assumiu o controle do estádio, mas já com a ideia de vendê-lo.

Enquanto não for encontrado um comprador, a prefeitura exercerá o controle do imóvel por meio de uma autarquia.

Evergrande também quer vender sua fatia no Guangzhou FC

Além do estádio, enquanto conta mais do que moedas para sair da crise, a Evergrande também tem planos de vender o Guangzhou FC, clube do qual é sócia desde 2010 junto com a grupo Alibaba, do bilionário Jack Ma.

O Guangzhou Evergrande é famoso entre os brasileiros pelas passagens de jogadores como Robinho (ex-Santos), Paulinho (ex-Corinthians) e Ricardo Goulart (ex-Cruzeiro e Palmeiras), além do técnico pentacampeão do mundo Luiz Felipe Scolari.

Nas últimas semanas, porém, a crise enfraqueceu bastante o time, que em anos recentes disputou em duas ocasiões o Mundial de Clubes da Fifa. Goulart e o técnico italiano Fabio Cannavaro foram as principais baixas.

*Com informações da Reuters.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

PERSONA NON GRATA

A lista de Putin: veja quem são as pessoas proibidas de entrar na Rússia — Trump escapa, mas Zuckerberg não

Essa lista está sendo considerada um movimento simbólico em resposta às duras sanções impostas pelos países ocidentais pela invasão da Ucrânia, em fevereiro

MADE IN CHINA

Shopee, Shein e AliExpress livre de taxas? Bolsonaro diz que sim e Guedes diz que não!

Chefe do Executivo volta a contrariar o ministro da Economia, Paulo Guedes, que na última semana defendeu o digitax — um imposto que seria aplicado em compras online de fornecedores estrangeiros

BYE BYE GOVERNO!

Privatização vem aí: conselho do PPI altera regras da capitalização da Eletrobras (ELET3); saiba por que mudou

O TCU aprovou na sessão de quarta-feira (18) o processo de privatização da companhia — a proposta do relator venceu por 7 votos a favor e 1 contra

NOVO SHAPE

Da academia pra carteira: Smart Fit (SMFT3) tem potencial de alta de 34%, diz Itaú BBA — saiba se é hora de comprar

Depois do confinamento provocado pela covid-19, a indústria fitness enfrenta agora um cenário desafiador, com inflação alta, segundo o banco de investimentos

SEM LIMITE

STF nega impor prazo a Lira para análise de pedidos de impeachment de Bolsonaro

O chefe do Executivo é alvo de mais de 140 solicitações de impedimento; entenda a decisão da corte máxima

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies