Menu
2019-04-04T15:56:10-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Líderes chineses

Jack Ma é confirmado membro do Partido Comunista Chinês

Co-fundador da Alibaba e 20º homem mais rico do mundo, Ma entra para seleta lista de líderes empresariais responsáveis pelo desenvolvimento do país, segundo a “Bloomberg”

27 de novembro de 2018
13:04 - atualizado às 15:56
Co-fundador do Alibaba, Jack Ma
Co-fundador do Alibaba, Jack Ma - Imagem: shutterstock

O co-fundador da gigante chinesa Alibaba, Jack Ma, foi oficialmente confirmado como um membro do Partido Comunista da China nesta terça-feira, 27.

A informação foi divulgada em um jornal estatal que reconhece os líderes empresariais chineses e suas contribuições para o desenvolvimento do país, segundo a "Bloomberg".

O mais novo integrante do partido comunista é também o 20º homem mais rico do mundo, de acordo com o ranking mais recente da revista Forbes.

Líder da empresa mais valiosa da China, Jack Ma entrou para lista de 100 empresários que o governo chinês vai honrar em comemoração aos 40 anos da reforma econômica do país. Entre os outros integrantes estão o jogador de basquete, Yao Ming, e CEO da empresa Baidu, Pony Ma.

"Ser um membro do partido significa, essencialmente, confirmar a legitimidade do partido chinês. Isso não significa ter qualquer participação superior em atividades políticas", disse o diretor da consultoria "Marbridge" de Pequim, Mark Natkin, à Bloomberg.

O partido de Xi Jinping vem tentando ser cada vez mais influente em todos os aspectos da sociedade chinesa. Isso vem criando um certo conflito de interesse com o setor privado, que também enxerga na aproximação uma maneira de aprovar políticas em seu benefício.

Ma foi um dos responsáveis por fazer capitalistas ricos "aceitáveis" aos olhares do partido comunista do país. Em 1978, sob liderança de Deng Xiaoping, a China começou a lançar reformas econômicas e passou a abrir o país ao capital privado.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

fluxo cambial

Saída de dólar supera entrada em US$ 15,818 bilhões no ano até dia 31 de julho, diz BC

O fluxo cambial total do ano até 31 de julho foi negativo em US$ 15,818 bilhões, informou nesta quarta-feira, 5, o Banco Central. No mesmo período de 2019, o resultado havia sido negativo em US$ 2,209 bilhões

agenda de privatizações

Capitalização será retomada no 2º semestre e venda em 2021, diz Eletrobras

Apesar da crise na economia trazida pela pandemia do covid-19, o presidente da Eletrobras, Wilson Ferreira Jr, disse confiar que o processo de capitalização da estatal será retomado no Congresso Nacional ainda neste segundo semestre

US$ 2 bilhões em 12 dias

Warren Buffett compra mais de US$ 300 milhões em ações do Bank of America e passa a deter 12% do banco

Conglomerado do bilionário continua aumentando sua posição no BofA. Em menos de 15 dias, a fatia já cresceu 9%

SD Premium

Mapa dos balanços: veja as datas de divulgação das empresas do Ibovespa

É a primeira vez que os balanços compreendem um período totalmente impactado pela pandemia; números ajudam a calibrar tomada de decisão dos investidores

Quem te viu, quem te vê

Ações da Petrobras e PetroRio disparam na B3 com rali do petróleo

Ambas as empresas se beneficiam das cotações internacionais do petróleo, em meio a um movimento de valorização generalizada das commodities

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements