Menu
2021-02-23T09:13:39-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Esquenta dos Mercados

Guedes aparece com PEC emergencial e deve melhorar os ânimos no pregão de hoje

Além disso, nos EUA, as falas de Jerome Powell e a votação do pacote de estímulos fiscais devem estar no radar do investidor

23 de fevereiro de 2021
8:11 - atualizado às 9:13
Paulo Guedes
Paulo Guedes, ministro da Economia - Imagem: Marcos Corrêa/Presidência da República

A Petrobras tomou todos os holofotes para si no pregão de segunda-feira (22), e não poderia ser diferente. A estatal conseguiu puxar o principal índice da bolsa brasileira para baixo e deixar o Ibovespa operando no vermelho a maior parte do dia.

No fechamento, o principal índice da B3 teve uma queda de 4,87%, aos 112.667,70 pontos. E quando o risco aumenta, o dólar vem junto. A moeda norte-americana teve uma valorização de 1,27% a R$ 5,4539.

Para o pregão de hoje, as expectativas estão na reunião do conselho de administração da Petrobras e no ministro da Economia, Paulo Guedes, que reapareceu após toda movimentação envolvendo a estatal com novidades sobre a PEC emergencial. Confira estes e outros destaques para esta terça-feira (23):

Raios, trovões e muita chuva

Após as ações da Petrobras terem registrado queda de 20% no pregão de ontem devido a troca do presidente da estatal, a atenção dos investidores está voltada para reunião do conselho de administração da estatal, marcada para as 8h30. 

A expectativa é de que o conselho reconduza Castello Branco ao cargo, como forma de passar ao mercado um recado a respeito da credibilidade da governança corporativa da estatal. Entretanto, a saída do executivo é vista como “inevitável”.

No meio dessas discussões, o balanço da Petrobras está previsto para ser divulgado na quarta-feira (24). Mais que os dados do quarto trimestre, os investidores esperam comentários e esclarecimentos sobre a troca de comando, especialmente na teleconferência marcada para quinta-feira (25). 

Mas nem só de petróleo vive a bolsa. As ações das Lojas Americanas dispararam após a fusão com a B2W. Além disso, Paulo Guedes voltou para ao mundo com novidades sobre o auxílio. 

Olha o Guedes aí!

O ministro da Economia, Paulo Guedes, em conversas com os líderes da Câmara e do Senado, chegou a um acordo de auxílio emergencial com contenção de gastos públicos. Nas negociações, Guedes cedeu e aceitou dar o auxílio emergencial sem contrapartidas no curto prazo.

Entretanto, no longo prazo, haverá uma contenção de gastos com congelamento de salários e desvinculação de gastos com saúde e educação. A chamada PEC emergencial deverá entrar em pauta no Congresso ainda nesta quinta-feira. 

O novo auxílio emergencial de R$ 250 deve custar aproximadamente R$ 30 bilhões aos cofres públicos. A volta do benefício, na visão do ministério, deveria estar fora do teto de gastos para não furar a meta fiscal, o que é bem visto pelo mercado. 

Em outro país

Lá fora, o presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos Estados Unidos), Jerome Powell, deve participar de audiência no Senado às 10h para falar sobre inflação, a alta nos títulos de dívida pública no país, além de outras questões envolvendo política monetária e economia.

Ao mesmo tempo, os dados de confiança do consumidor dos Estados Unidos de fevereiro devem ser divulgados. A expectativa é que o indicador suba dos 89,3 pontos de janeiro para 91 pontos.

Além disso, no final da tarde (18h30), os Estados Unidos devem divulgar seus estoques de petróleo, gasolina e destilados, o que deve fomentar o tom de retomada da economia norte-americana.

Ainda nesta semana deve ser votado o pacote de ajuda de US$ 1,9 trilhão de Joe Biden, o que pode ser outro fator que pressionará a inflação. Os Treasuries, como são chamados os títulos de dívida pública dos EUA, tiveram seguidas altas em Nova York, atingindo a maior alta para um mesmo dia.

Bolsas pelo mundo

As bolsas europeias operam em queda nesta terça-feira, seguindo uma tendência cautelosa após o fechamento misto na Ásia. Os futuros dos EUA também estão caindo, à espera da fala do presidente do Fed, Jerome Powell, sobre a taxa de juros e inflação.

A grande preocupação com a retomada econômica dos Estados unidos segue afetando as bolsas pelo mundo. Essa influência negativa também pode chegar ao Brasil e pressionar o Ibovespa para baixo no pregão de hoje.

Empresas

Após o pregão de ontem, a CSN divulgou que o lucro líquido no quarto trimestre de 2020 mais que triplicou em relação ao mesmo período de 2019. E anunciou uma meta ambiciosa para o endividamento em 2021.

A Itaúsa também divulgou ao mercado as demonstrações financeiras referentes aos últimos três meses do ano passado, quando registrou alta de 6,2% no lucro.

Hoje, após o fechamento do mercado, Telefônica e Smiles devem divulgar seus balanços trimestrais. 

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Acordo firmado

EUA confirmam acordo com UE que suspende disputa comercial por Boeing e Airbus

Por meio do pacto, os dois lados concordaram em cancelar por cinco anos todas as tarifas autorizadas pela Organização Mundial do Comércio (OMC) relativas ao caso

China

Investindo na China: conheça os riscos e oportunidades

Sendo um titã no mercado mundial há décadas, a China promete continuar crescendo consistentemente nos próximos anos. Vale a pena investir ou é arriscado? Esse é o tema do vídeo de hoje de Matheus Spiess, analista da Empiricus

MERCADOS HOJE

De olho no Copom e na Eletrobras, Ibovespa abre o dia em queda; dólar sobe

Na sessão passada, o otimismo com a perspectiva de mais vacinas disponíveis e a aceleração do calendário de vacinação levaram o Ibovespa a fechar em alta

Em clima de disputa

Dez empresas brigam por usinas da EDP Brasil

Segundo analistas, faz sentido a EDP Brasil vender suas hidrelétricas, uma vez que sua prioridade no País será a geração distribuída e a transmissão de energia

O melhor do seu dinheiro

Freud, Itaú e o ETF dos millennials, o que esperar da Super Quarta, o preço da passagem espacial e outros destaques

Freud dedicou parte de seus estudos a tentar desvendar a tal “alma feminina”. Até que um dia jogou a toalha e reconheceu estar longe de responder o que, afinal, querem as mulheres. Se o pai da psicanálise vivesse hoje, imagino que o objeto de curiosidade talvez fosse outro: os chamados millennials. A expressão surgiu para […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies