Menu
2021-02-21T12:37:14-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Safra de resultados

Petrobras e outras 18 empresas do Ibovespa divulgam balanços nesta semana; veja o que esperar

Depois da decisão do presidente Jair Bolsonaro de trocar o comando da Petrobras, os holofotes do mercado devem se voltar para o balanço da estatal

22 de fevereiro de 2021
5:42 - atualizado às 12:37
Balanços 1902

A temporada de balanços das empresas cujas ações fazem parte do Ibovespa chega ao ápice nesta semana. Serão 18 companhias do principal índice da B3 divulgando seus números, incluindo pesos-pesados como Vale (VALE3), CSN (CSNA3) e Weg (WEGE3).

Mas depois da decisão do presidente Jair Bolsonaro de trocar o comando da Petrobras (PETR4) em meio à ameaça de intervenção na política de preços dos combustíveis, os holofotes do mercado devem se voltar para o balanço da estatal, previsto para sair na quarta-feira (24) à noite.

Turbulências políticas à parte, os dados do último trimestre de 2020 devem apontar para uma reação das empresas à pandemia de covid-19 e reverberar o baque de um ano cheio de turbulências. Confira a seguir o que esperar para cada uma delas a seguir e a agenda completa de divulgação no final desta matéria.

Petrobras: no olho do furacão

A Petrobras divulga os resultados do quarto trimestre e de 2020 no olho do furacão da troca de comando determinada pelo governo. Bolsonaro indicou o general e ex-ministro da Defesa Joaquim Silva e Luna para assumir a presidência da estatal no lugar de Roberto Castello Branco.

A independência da estatal para determinar o preço dos combustíveis já vinha sendo questionada pelo mercado. A estatal mudou os critérios para o a definição dos preços dos combustíveis no ano passado, mas isso só chegou ao conhecimento do investidor neste ano.

Os resultados do quarto trimestre da Petrobras, contudo, não devem refletir a crise aberta com a ameaça de invervenção. A empresa registrou prejuízo de R$ 1,546 bilhão no terceiro trimestre, mas deve sentir os impactos positivos da retomada da economia global e uma maior procura pelo petróleo nos próximos meses.

O preço da commodity tem apontado para uma alta nos últimos meses, mas o resultado da empresa ainda deve vir afetado pela pandemia.

Confira a média das projeções dos analistas para as principais linhas do balanço do quarto trimestre, que será divulgado na quarta-feira (24), após o fechamento do mercado:

  • Lucro líquido: R$ 4,860 bilhões (↓) 
  • Ebitda: R$ 30,121 bilhões (↓)
  • Receita líquida: R$ 73,996 bilhões (↓)

Vale: de carona com o minério

Em grande momento, a Vale divulga os resultados na quinta-feira (25) à noite, mas a previsão é que o lucro da mineradora desacelere em relação aos R$ 15,6 bilhões do terceiro trimestre de 2020.

Apesar do resultado menor se compararmos com o mesmo período de 2019, ainda é bem melhor que o prejuízo de R$ 1,562 bilhões, quando a Vale ainda contabilizava os prejuízos com a tragédia de Brumadinho. 

O resultado da empresa é puxado pela disparada das cotações do minério de ferro com a perspectiva de retomada da economia mundial — e em particular da China. Na bolsa de Dalian, o preço da commodity já avançou quase 14% só neste ano.

No início da pandemia no Brasil, em março do ano passado, o valor do minério chegou a saltar 24% em um mês por medo de escassez no mercado mundial.

Tudo isso ajuda, mas a empresa ainda precisa provar que avançou na agenda ESG (sigla em inglês para agregar questões envolvendo governança ambiental, social e corporativa) após o rompimento das barragens em Brumadinho e Mariana.

A melhoria da nota da empresa nesse quesito pela Moody’s e o acordo com o estado de Minas foram ações bem vistas pelas casas de análise. Veja a seguir as projeções para o balanço, de acordo com dados da Bloomberg:

  • Lucro líquido: R$ 4,667 bilhões (↑)
  • Ebitda: R$ 7,778 bilhões (↑)
  • Receita líquida: R$ 12,679 bilhões (↑)

Weg: vem nova surpresa por aí?

Apontada como a "empresa à prova de crises" após os ótimos resultados obtidos em plena pandemia, a Weg deve honrar a reputação no balanço do quarto trimestre, previsto para sair quarta-feira (24).

Enquanto a maioria das companhias ainda sentia os efeitos da covid-19 nos resultados, a fabricante de equipamentos para a indústria surpreendeu o mercado ao registrar uma alta de 54% no lucro do terceiro trimestre.

A empresa também seguiu com o plano de aquisições. Em dezembro, concluiu a compra de uma fábrica de transformadores da Transformadores e Serviços de Energia das Américas S.A. (TSEA), localizada em Betim (MG). Confira as estimativas para o resultado:

  • Lucro líquido: R$ 539 milhões (↑)
  • Ebitda: R$ 771 milhões (↑)
  • Receita líquida: R$ 4,697 bilhões (↑)

CSN: diminuindo o peso da dívida

A Companhia Siderúrgica Nacional (CSN) divulga o balanço do quarto trimestre e de 2020 hoje à noite com o caixa reforçado depois da abertura de capital de sua unidade de mineração.

O dinheiro recebido com a venda de parte de suas ações na subsidiária ainda não vai aparecer no resultado do quarto trimestre. Mas o mercado já considera a redução no nível de endividamento, uma das sombras que pairaram sobre a CSN nos últimos anos.

No segundo trimestre de 2020, a relação entre dívida líquida e Ebitda (o lucro antes de juros, impostos, dívida e amortização) da companhia estava em 5,2 vezes. Mas a forte geração de caixa permitiu que a empresa diminuísse sua alavancagem, que caiu para 3,67 vezes a dívida líquida sobre Ebitda.

Além da valorização do minério de ferro, o reaquecimento da demanda chinesa após a pior fase da pandemia no país asiático, a demanda por aço e cimento puxaram os números da siderúrgica.

  • Lucro líquido: R$ 1,398 bilhão (↓)
  • Ebitda: R$ 4,350 bilhões (↑)
  • Receita líquida: R$ 9,031 bilhões (↑)

Confira o calendário completo de balanços das empresas do Ibovespa programados para esta semana:

Segunda-feira (22)

  • CSN (CSNA3): após o fechamento
  • Itaúsa (ITSA4): após o fechamento

Quarta-feira (24)

  • Gerdau (GGBR4): antes da abertura
  • Metalúrgica Gerdau (GOAU4): antes da abertura
  • Telefônica Brasil SA (VIVT3): antes da abertura
  • Weg (WEGE3): antes da abertura
  • Sul America SA (SULA11): após o fechamento
  • Ultrapar Participações SA (UGPA3): após o fechamento
  • Via Varejo S/A (VVAR3): após o fechamento
  • Petrobras (PETR4): após o fechamento

Quinta-feira (25)

  • Ambev SA (ABEV3): antes da abertura
  • Gol Linhas Aéreas (GOLL4): antes da abertura
  • Minerva (BEEF3): após o fechamento
  • BRF (BRFS3): após o fechamento
  • Notre Dame Intermédica (GNDI3): após o fechamento
  • Fleury SA (FLRY3): após o fechamento
  • EcoRodovias (ECOR3): após o fechamento
  • Vale (VALE3): após o fechamento
  • Localiza (RENT3): após o fechamento

Sexta-feira (26)

  • Hypera (HYPE3): após o fechamento
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

fique de olho

Telefônica Brasil paga R$ 630 milhões em juros sobre capital próprio

Valor tem retenção de imposto de renda na fonte, à alíquota de 15%, resultando no montante líquido de R$ 535,5 milhões, com base no balanço patrimonial de 31 de maio de 2021

seu dinheiro na sua noite

A escalada dos juros e o impacto nos seus investimentos

Os horizontes do atual ciclo de escalada dos juros no Brasil já começam a ficar mais claros, assim como os contornos da política monetária americana.  Hoje os investidores trataram de se ajustar aos sinais enviados pelos bancos centrais do Brasil e dos Estados Unidos na “Super Quarta” de ontem. O mercado de juros rumou para […]

ampliando o portfólio

JBS conclui a aquisição de empresa de produtos à base de plantas Vivera na Europa

Transação inclui três unidades produtivas e um centro de pesquisa e desenvolvimento localizados na Holanda.

atenção, acionista

Vale anuncia pagamento de dividendos; confira os valores

Segundo a mineradora, será considerada a posição acionária de 23 de junho de 2021; empresa passa por bom momento

retomada

Produção de aço cresce 20,3% de janeiro a maio

De janeiro a maio, as vendas internas foram de 10 milhões de toneladas, o que representa uma alta de 46,4% quando comparada com o apurado em igual período do ano anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies