Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-09-01T18:33:43-03:00
Larissa Vitória
Recalculando a rota

Com resultado abaixo do esperado e inflação em alta, Credit Suisse revisa para baixo projeção do PIB em 2021 e 2022

O relatório divulgado hoje considera o impacto negativo da aceleração da inflação e o aperto nas condições monetárias na estimativa

1 de setembro de 2021
18:33
Três pilhas de moedas com blocos de madeira formando a sigla PIB
O banco destaca que seu cenário atual não inclui reduções compulsórias no uso da eletricidade, o que poderia reduzir ainda mais a previsão para o PIB em 2022. Imagem: Montagem Andrei Morais / Shutterstock

Parece que apenas o ministro da Economia, Paulo Guedes, conseguiu enxergar um viés positivo no resultado do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro do segundo semestre. Para a maioria dos analistas, a queda de 0,1% desapontou.

O Credit Suisse, que, assim como a maioria do mercado, esperava uma alta de 0,2%, revisou nesta quarta-feira (9) suas projeções para o indicador em 2021 e 2022. Para este ano, os analistas do banco suíço reduziram de 5,5% para 5,3% a previsão de crescimento.

Já para 2022, com mais fatores na conta além do último resultado, a queda foi ainda mais brusca. O relatório divulgado hoje considera o impacto negativo da aceleração da inflação e o aperto nas condições monetárias na estimativa, que passou de 2% para 1,5%.

Para os analistas, o principal risco atualmente nas projeções é a crise hídrica. “A queda no nível dos reservatórios para o patamar mais baixo nos últimos 91 anos elevou o preço da energia e aumentou o risco de racionamentos e apagões”, afirmam no documento.

O banco destaca que seu cenário atual não inclui reduções compulsórias no uso da eletricidade, o que poderia reduzir ainda mais a previsão para o PIB em 2022: “segundo nossos cálculos, uma queda de 5% no consumo de energia é compatível com uma redução de 0,6 ponto percentual no PIB”.

Destaques do PIB no segundo trimestre

Além da revisão nas projeções, o Credit Suisse também recortou alguns dos números responsáveis pelo resultado do PIB no segundo trimestre.

De acordo com os analistas, a surpresa negativa veio de agricultura, manufatura e eletricidade. As três atividades recuaram 2,8%, 2,2% e 0,9%, respectivamente, em relação ao trimestre anterior.

Porém, nem tudo está perdido: o banco apontou que nem todos os setores tiveram performances ruins. Oito entre os 11 principais, aliás, já recuperaram o nível pré-pandemia, com as performances mais fortes - na comparação com o último trimestre de 2019 - em:

  • Informação e comunicação (9,7%);
  • Atividades imobiliárias (5,00%);
  • Serviços financeiros (4,2%).
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Mais uma na lista

Corretora de criptomoedas Huobi Global, uma das maiores do mundo, restringe negociações na China

A plataforma também informou que retirará gradualmente as contas existentes no gigante asiático até o fim de 2021

Uma nova gigante tech

Infracommerce (IFCM3) dispara 10% com “aquisição transformacional”; outras techs sentem o baque e caem

A Infracommerce (IFCM3) acertou a compra da Synapcom, ganhando escala no B2B — e pagando um preço relativamente baixo pela rival

NOVO SUSTO

Em crise de liquidez, concorrente da Evergrande esboça pedido de apoio a governo de cidade chinesa

Notícia provocou queda acentuada nas ações da Sunac, que fecharam hoje no nível mais baixo em 4 anos

Crédito disponível

Com juros salgados, Caixa libera empréstimo de até R$ 1.000 no aplicativo Caixa Tem; veja condições

O crédito ficará disponível para assalariados, autônomos, beneficiários de programas sociais e de políticas públicas de distribuição de renda

Bolsa hoje

Destaques do Ibovespa: frigoríficos e empresas ligadas a commodities lideram altas em dia de recuperação; Locaweb (LWSA3) é maior queda

Confira os destaques do pregão desta segunda-feira (27) e não deixe de acompanhar as principais notícias do dia na nossa cobertura de mercados

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies