Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-04-11T13:34:35-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
Após estremecimentos

China quer parceria estratégia com Brasil, diz chanceler asiático

Chanceler chinês, Wang Yi, falou com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto Franco França.

11 de abril de 2021
13:34
China-Brasil
Imagem: shutterstock

O conselheiro de Estado e ministro das Relações Exteriores da China, Wang Yi, disse no sábado, 10, que a China quer trabalhar com o Brasil para promover uma parceria estratégica abrangente a fim de continuar fazendo progresso. Wang fez o comentário em uma conversa por telefone com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto Franco França. As informações, divulgadas neste domingo, são da Agência Brasil.

As falas ocorrem após um período de estremecimento das relações entre os dois países, que se iniciou em 2019, e mais recentemente envolveu declarações de políticos e autoridades. Um exemplo é a fala do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que disse em 2020 que a China era a culpada pela pandemia de Covid-19. No mês seguinte, o então ministro da Educação, Abraham Weintraub, insinuou que o país asiático teria ganhos com a disseminação do Sars-Cov-2. A declaração foi considerada hostil pelo embaixador chinês no Brasil, Yang Wanming, que à época exigiu um pedido de desculpas do governo brasileiro.

Ao parabenizar França por sua nomeação como ministro, Wang disse que, como grandes países em desenvolvimento, representantes das economias emergentes e parceiros no Brics, a China e o Brasil são forças importantes para impulsionar a multipolarização do mundo e compartilhar interesses.

Segundo Wang, os dois lados devem promover o crescimento estável do comércio bilateral e expandir ativamente a cooperação em 5G, economia digital, inteligência artificial e outras áreas. A cooperação China-América Latina, afirmou o chanceler asiático, foca no desenvolvimento comum e na cooperação pragmática.

França, por sua vez, destacou que as relações Brasil-China são de grande significado estratégico, e que os dois países têm feito cooperação saudável em várias áreas. De acordo com a Agência Brasil, o chanceler brasileiro acredita que a conversa telefônica injetará ímpeto na cooperação bilateral.

"O Brasil espera desenvolver ainda mais as relações harmoniosas com a China e realizar a cooperação a longo prazo", afirmou França. Ao agradecer à China a ajuda ao Brasil desde o surto da pandemia, ele lembrou que o país asiático é um produtor importante de matérias-primas farmacêuticas no mundo. O Brasil depende de matéria-prima chinesa para produzir vacinas contra a Covid-19.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Alta da Selic, bons números da Weg, IPO do Nubank e dividendos da Gerdau: veja o que marcou o mercado hoje

Há cerca de um mês, o presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, afirmou que a autoridade não mudaria o “plano de voo” a cada novo dado da economia brasileira. Mas, veja só, a realidade obrigou a instituição a recalcular a rota: há pouco, o Copom elevou a Selic em 1,50 ponto percentual, ao […]

Referência em SP

Na corrida do setor de saúde, Rede D’Or (RDOR3) garante fôlego com a compra do Hospital Santa Isabel

O ativo está avaliado em R$ 280 milhões. Porém, conforme explica a empresa, seu endividamento líquido será deduzido na conta final da transação

Ser conservador compensa

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 7,75%

Agora até a poupança ganha da inflação projetada. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras de renda fixa agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

MUDANÇA NOS JUROS

COMPARATIVO: Veja o que mudou no novo comunicado do Copom sobre a Selic

Veja o que ficou igual e o que mudou no comunicado do Copom a respeito da Selic; a taxa básica de juros foi elevada ao patamar de 7,75% ao ano

CRYPTO NEWS

Sobrevivendo aos altos e baixos do bitcoin: veja sete ensinamentos para os ciclos de criptomoedas

Manter a saúde mental e financeira é um desafio para os investidores do mundo cripto, especialmente em meio ao bull market atual

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies