Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-01-26T10:38:38-03:00
Estadão Conteúdo
reunião

Alguns membros julgam que Copom deveria considerar início de normalização parcial

O Copom, no entanto, manteve na semana passada a Selic em 2,00% ao ano pela quarta reunião consecutiva.

26 de janeiro de 2021
10:38
Placa do Banco Central do Brasil (BC), autoridade monetária que conduz as reuniões do Copom para a decisão da Selic
Bolsa deve reagir ao ajuste forte de juros - Imagem: Shutterstock

A ata da última reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central revelou nesta terça-feira, 26, que alguns membros do colegiado debateram se ainda seria adequado manter o atual grau de estímulo "extraordinariamente" elevado e sugeriram inclusive o início de uma normalização parcial da política monetária. O Copom, no entanto, manteve na semana passada a Selic em 2,00% ao ano pela quarta reunião consecutiva.

Leia também:

De acordo com o documento, alguns membros do Copom destacaram a normalização do funcionamento da economia nos últimos meses para questionar se o termo "extraordinário" - adotado em maio de 2020 na comunicação da política monetária - ainda seria adequado.

Segundo esses membros, desde maio do ano passado, houve a inversão do choque desinflacionário do começo de 2020, a reversão da trajetória de queda das expectativas de inflação e a redução da ociosidade econômica, com as projeções do cenário básico se aproximando da meta de inflação no horizonte relevante.

"Por conseguinte, esses membros julgam que o Copom deveria considerar o início de um processo de normalização parcial, reduzindo o grau 'extraordinário' dos estímulos monetários", completou o documento.

Riscos da pandemia à retomada

Apesar de destacar os bons resultados da atividade econômica no fim de 2020, o Copom alertou, por meio da ata de seu último encontro, que a ressurgência da pandemia de covid-19 no Brasil e os efeitos da retirada dos auxílios emergenciais podem até mesmo levar a uma reversão temporária da recuperação da economia brasileira.

O BC repetiu a avaliação de que os dados sobre a evolução da atividade doméstica no fim de 2020 surpreenderam positivamente, apesar da redução do auxílio emergencial de R$ 600 para R$ 300 nos últimos meses do ano. Por outro lado, a autoridade monetária voltou a ponderar que esses dados não refletem ainda os efeitos do aumento recente de contágios e óbitos por covid-19.

"Prospectivamente, a pouca previsibilidade associada à evolução da pandemia e ao necessário ajuste dos gastos públicos a partir de 2021 aumenta a incerteza sobre a continuidade da retomada da atividade econômica", admitiu o Copom.

Para o colegiado, os riscos ligados tanto à evolução da pandemia quanto à retirada do auxílio a partir deste mês podem levar a um maior gradualismo na recuperação da atividade ou até mesmo uma reversão temporária da retomada econômica no País.

Mais uma vez, o colegiado lembrou que a pandemia continua produzindo efeitos heterogêneos sobre os setores econômicos, sendo que o setor de bens foi mais beneficiado pelos programas de recomposição de renda, enquanto o setor de serviços segue afetado pelas medidas de distanciamento social. "Prospectivamente, a evolução desses hiatos setoriais dependerá da evolução da pandemia e do ajuste nos gastos públicos", completa o documento.

A ata revela ainda que parte dos membros do Copom avaliaram que os dados do mercado formal mostrariam que a ociosidade da economia estaria se reduzindo mais rapidamente que o previsto, mas a maioria do colegiado considerou que outros dados do mercado de trabalho não avalizam essa conclusão.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

RIQUEZA DIGITAL

Dancinha milionária: estrelas do TikTok já ganham mais do que grandes executivos nos Estados Unidos; veja quanto elas faturam

Os milhões de seguidores de alguns tiktokers são irresistíveis para as marcas, que acabam gastando muito dinheiro não só em anúncios como em suas linhas de produtos

DA REALIDADE PARA O NOVO DIGITAL

Walmart no metaverso: gigante do varejo dos EUA vai fabricar e vender no mundo virtual; entenda

Para ter um pé nesse universo, Nike e marcas de vestuário como Urban Outfitters, Ralph Lauren e Abercrombie & Fitch também entram com pedidos de marca registrada

PEGA LADRÃO!

Fechada na economia e aberta ao cibercrime: Coreia do Norte desvia milhões de dólares com ataques a plataformas de criptomoedas em 2021

Norte-coreano Lazarus ganhou notoriedade com invasões cibernéticas à Sony Pictures e à WannaCry. Grupo já foi sancionado pelos Estados Unidos e pela ONU

EFEITOS DO CLIMA

Usiminas (USIM5) retoma gradualmente atividades de mineração afetadas por chuvas em Minas Gerais

Segundo o grupo, os problemas ainda afetam empresas responsáveis pela cadeia de escoamento de minério

Conteúdo Empiricus

Dos R$2 mil aos R$100 mil em 12 meses com esta criptomoeda? Criptoativo criado por sócio de Steve Jobs faz parte do segmento que pode decolar e deixar o Bitcoin no chinelo após evento do dia 24 de janeiro

Ele fundou a Apple junto de Steve Jobs e agora criou uma nova criptomoeda que custa centavos e pertence ao ecossistema que pode saltar 5.000% em 2022 e enriquecer os seus investidores

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies