Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-08-16T19:20:06-03:00
Jasmine Olga
Jasmine Olga
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP), já passou pelo Centro de Cidadania Fiscal (CCiF) e o setor de comunicação da Secretaria da Educação do Estado de São Paulo
MERCADOS HOJE

China, Afeganistão e Brasília fecham o tempo e Ibovespa quase perde os 119 mil pontos; dólar vai a R$ 5,28 e juros voltam a subir

Economia chinesa desacelerando, novos conflitos no Oriente Médio e o clima tenso em Brasília deram o tom dos negócios nesta segunda-feira (16) e levaram o Ibovespa a mais um dia de queda

16 de agosto de 2021
19:04 - atualizado às 19:20
chinadesaceleracao

A recuperação em V da economia povoa o imaginário do mercado financeiro desde os primeiros momentos da crise gerada pelo coronavírus, mas ela se mostra uma meta cada vez mais difícil de ser alcançada. 

A China, primeiro foco da covid-19, foi a responsável por alimentar essa esperança. Enquanto o gigante asiático retomava as suas atividades, o resto do mundo fechava suas fronteiras. O que ninguém esperava é que a pandemia não seria superada tão facilmente. 

Com uma política de “covid zero”, o governo chinês tenta impedir a todo custo que novas ondas da doença não atinjam níveis preocupantes. Mas isso tem um custo. Ao invés de uma recuperação em V, temos um avanço desigual dos indicadores, o que dificulta a previsão de crescimento para a economia global — e a incerteza sobre o potencial da variante delta ainda paira no ar. 

Brasília deve ter uma semana pesada pela frente, então parte da cautela que atingiu o Ibovespa hoje é local. A reforma do imposto de renda deve entrar na pauta para votação amanhã, com a apresentação de uma nova versão do texto, que deve passar por ajustes do relator Celso Sabin, e a discussão em torno da PEC dos Precatórios. 

Também não dá para deixar de fora as novas ameaças do presidente Jair Bolsonaro aos ministros do Supremo Tribunal Federal. Mas a origem do mau humor global foram os dados do varejo chinês, que cresceram 8,5% em julho, abaixo dos 11,4% esperados. 

Com isso, o Banco do Povo da China (PBoC, na sigla em inglês) segue injetando recursos na economia, mostrando que a recuperação total ainda está longe de ser atendida. Com uma desaceleração na China, as empresas ligadas ao setor de commodities são impactadas pela perspectiva de queda na demanda. Um dos efeitos já pode ser sentido na queda do preço do vergalhão de aço, que atingiu a mínima em 10 anos.

A volta do Talibã ao controle do Afeganistão trouxe instabilidade ao Oriente Médio e o barril do petróleo também patinou. Depois de passar o dia no vermelho, as bolsas em Wall Street buscaram recuperação e fecharam o dia com sinais mistos, mas o Ibovespa mais uma vez foi na direção contrária. 

A leve melhora em Nova York afastou o principal índice da bolsa das mínimas, mas ainda assim o Ibovespa fechou abaixo dos 120 mil pontos, com grande influência das empresas do setor de commodities. O recuo foi de 1,66%, a 119.180 pontos. A cautela também refletiu no câmbio e no mercado de juros, principalmente na última hora de negociações. 

O dólar à vista, que passou o dia instável, encerrou a sessão com um avanço de 0,68%, a R$ 5,2807. Já os principais contratos de DI chegaram a abrir o dia em queda, mas a cautela não deu espaço para a realização de lucros. 

O boletim Focus mostrou uma piora nas expectativas para a inflação em 2021, elevando a estimativa acima do patamar de 7% e a Selic para 7,50% e as taxas mais longas responderam com um avanço maior. Confira as taxas de fechamento do dia:

  • Janeiro/22: de 6,62% para 6,64%
  • Janeiro/23: de 8,36% para 8,38%
  • Janeiro/25: de 9,41% para 9,53%
  • Janeiro/27: de 9,79% para 9,95%

Tirando o pé do acelerador

Para a Ajax Capital, os números mais fracos da indústria e do comércio são reflexo dos problemas na cadeia de insumos e o ressurgimento de novos casos da covid-19, o que leva a novas medidas restritivas - e elas não ocorrem só na China.

Nos Estados Unidos, a situação do coronavírus também começa a acender um sinal amarelo. Segundo dados do Covid Tracking, a média dos últimos sete dias mostra 121 mil novos casos — maior nível desde 5 de fevereiro —, crescimento do número de hospitalizações para 78 mil — maior patamar desde 17 de janeiro —, e 537 mortes, nível mais alto desde 22 de maio. 

Além de dados piores do que o esperado da economia chinesa, a movimentação do Talibã, que tomou o controle do governo do Afeganistão, também pressionou o mercado durante boa parte do dia. A tomada de poder pelo grupo extremista aumenta a tensão no Oriente Médio e traz dúvidas sobre o impacto na produção da commodity

Nos Estados Unidos, o evento da semana deve ficar por conta da ata da última reunião de política monetária do Federal Reserve, que será divulgada na quarta-feira (18), mas amanhã os olhos se voltam para o pronunciamento do presidente do Fed, Jerome Powell. Ainda que a decisão não tenha trazido nenhuma surpresa, os investidores seguem em busca de sinalizações sobre o futuro da retirada de estímulos. 

Depois de uma semana embalada por recordes, Wall Street flertou com um fechamento no vermelho, mas as ações do setor de saúde e serviços garantiram parte da virada. 

Um pouco mais de tempero

A agenda política cheia e os problemas que se arrastam há algumas semanas já eram razões de sobra para a tensão doméstica, mas o clima voltou a esquentar em Brasília durante o fim de semana. 

O presidente Jair Bolsonaro disse que irá pedir ao Senado o afastamento de dois ministros da Suprema Corte. Para os analistas políticos, o pedido dificilmente será aceito.

Sobe e desce do Ibovespa

Depois do tombo da semana passada, quando o mercado reagiu de forma brusca aos resultados do segundo trimestre, as ações da Qualicorp tiveram um dia de recuperação. Confira:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
QUAL3Qualicorp ONR$ 19,693,85%
CPFE3CPFL Energia ONR$ 26,962,04%
SUZB3Suzano ONR$ 57,711,58%
BRAP4Bradespar PNR$ 71,071,38%
SBSP3Sabesp ONR$ 33,981,16%

Após números fracos no segundo trimestre, pressionados pela covid-19, as ações da CVC lideraram as quedas do dia. Com perspectivas piores de crescimento para a economia, o setor de e-commerce e varejistas recuam. Confira também as maiores quedas:

CÓDIGONOMEVALORVARIAÇÃO
CVCB3CVC ONR$ 17,22-8,45%
EMBR3Embraer ONR$ 19,48-6,30%
VIIA3Via Varejo ONR$ 10,61-6,11%
LAME4Lojas Americanas PNR$ 5,62-5,86%
COGN3Cogna ONR$ 3,14-5,42%

Resumo do dia

Ibovespa-1,66%119.180 pontos
Dólar à vista0,68%R$ 5,2807
Bitcoin-1,94%R$ 244.882
S&P 5000,25%4.479 pontos
Nasdaq-0,20%14.793 pontos
Dow Jones0,31%35.625 pontos
Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

em busca de inovação

Hospital Mater Dei compra fatia da A3Data, de inteligência artificial, por R$ 40 milhões

A3Data foi fundada em 2014 e desenvolve projetos de grande impacto nas organizações, líderes em seus segmentos, voltado para o aumento de receita, redução de custos e melhora na experiência dos clientes

seu dinheiro na sua noite

Semana termina da mesma forma que começou: com os olhares do mundo voltados para a China

Ainda que as perdas registradas nesta sexta-feira (24) tenham sido mais modestas do que as da última segunda-feira (20), a semana termina da mesma forma que começou — com os olhares do mundo voltados para a China. Os analistas e especialistas diminuíram as apostas de que uma eventual falência da incorporadora chinesa Evergrande possa se […]

Entrevista com o CEO

Gasolina cara? Não dá para fazer milagre com preço dos combustíveis, diz presidente da Ipiranga

Para Marcelo Araujo, questões conjunturais como o câmbio e a alta das commodities afetam a subida dos preços neste momento

fique de olho

Dividendos: TIM paga R$ 137,5 milhões em juros sobre capital próprio

pagamento ocorre no dia 27 de outubro, sendo a data de 29 de setembro de 2021 como aquela que servirá para identificar os acionistas com direito a receber os valores

BLINK!

Via Varejo (VIIA3) é uma oportunidade de compra? Evergrande foi apenas um susto? Entenda esses e outros assuntos no BLINK!

Você já sabe que toda sexta-feira tem dois compromissos marcados: o happy hour e o encontro com Felipe Miranda, CIO e estrategista-chefe da Empiricus. Como sempre, ele responde perguntas feitas pelos seus seguidores de forma descontraída. Confira, afinal: sextou

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies