Menu
2021-07-19T08:57:18-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
segredos da bolsa

Balanços no exterior e medo do avanço da pandemia devem influenciar bolsa esta semana

Os debates envolvendo a reforma tributária também seguem no radar dos investidores; Confira o que esperar da semana

19 de julho de 2021
8:06 - atualizado às 8:57
Coronavírus crise
Imagem: Shutterstock

É dada a largada em mais uma semana! Depois de os bancos movimentarem os negócios, é a vez de outras empresas dos Estados Unidos divulgaram seus balanços a partir desta segunda-feira (19)

Pesos pesados como IBM, Netflix, Coca-Cola, Intel, Twitter e American Express devem divulgar seus dados do segundo trimestre deste ano esta semana (confira mais abaixo na “agenda semanal").

Esses balanços ocorrem em um momento delicado para a economia americana, em meio a uma possível retirada de estímulos por parte do Federal Reserve, o BC americano. 

A briga entre Estados Unidos e China pela legislação envolvendo o setor de tecnologia deve ter dado uma trégua ao longo do final de semana. Os americanos lançaram uma nota na última sexta-feira (16) recomendando que empresas sediadas em Hong Kong aumentassem a cautela sobre segurança de dados, o que gerou críticas do governo central de Pequim e um mal estar entre os países. 

Já no cenário doméstico, temos a paralisação dos debates envolvendo a reforma do Imposto de Renda em virtude do recesso parlamentar. A CPI da Covid também só deve retomar os trabalhos no final do mês, mas empresários estão otimistas de que Guedes altere alguns pontos da reforma.

E no último dia da semana os investidores devem conhecer a prévia da inflação oficial com a divulgação do IPCA-15 de julho. No mesmo dia, a Hypera Pharma também deve dar a largada na temporada de balanços aqui no Brasil.

Até lá, confira o que deve movimentar a bolsa nos próximos dias:

Reforma arrastada

Em meio ao recesso do Congresso Nacional, a reforma tributária segue indefinida. O ministro da Economia, Paulo Guedes, reafirmou, em um encontro com empresários e apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, que irá ouvir o setor privado antes de tomar maiores decisões.

Guedes prometeu alguma forma de “compensação”, mas afirmou que o governo não deve abrir mão dos R$ 50 bilhões com o novo cálculo do Imposto de Renda Pessoa Jurídica (IRPJ). A taxação sobre lucros, dividendos e juros sobre capital próprio deve desagradar o setor, e a retirada de subsídios da indústria também pode pesar no bom humor dos empresários. 

Commodities

O petróleo recuava fortemente na manhã desta segunda-feira (19), puxado pela decisão da Opep+ de elevar a oferta da commodity. Por volta das 7h30, os futuros do barril Brent caíam 2,80%, cotados a US$ 71,74. O medo da variante delta do coronavírus e do avanço da pandemia também pressionam as bolsas mundiais.

Essa queda deve afetar empresas do setor, como a Petrobras. Além disso, a estatal deve divulgar seus dados de produção ainda hoje, juntamente com a Vale. 

Bolsas pelo mundo hoje

Os principais índices asiáticos sentem o peso dos temores envolvendo a pandemia de covid-19 e fecharam majoritariamente em baixa. O aumento de casos de coronavírus em diversas partes do mundo, mesmo com o avanço da vacinação, preocupa com o avanço da variante Delta. 

Pelo mesmo motivo, os principais índices da Europa também operam em baixa nesta manhã. Os investidores do Velho Continente também devem ficar de olho nos balanços da semana de empresas dos Estados Unidos. 

Por fim, os futuros de Nova York seguem pressionados pela pandemia, temendo novos lockdowns pelo mundo e em compasso de espera pelos balanços da semana. 

Agenda semanal

Segunda-feira (19)

  • Banco Central: Boletim Focus semanal (8h25)
  • Economia: Balança comercial semanal (15h)
  • China: Banco do Povo da China (PBoC, em inglês) divulga decisão de política monetária (22h30)
  • Estados Unidos: Balanço da IBM (após o fechamento)
  • Estados Unidos: Secretária do Tesouro, Janet Yellen, participa de reunião sobre stablecoins (sem horário)

Terça-feira (20)

  • Estados Unidos: Construções de moradias novas em junho e permissão para novas obras (9h30)
  • Estados Unidos: Balanço da Netflix (17h)
  • Estados Unidos: Estoques de petróleo (17h30)
  • Estados Unidos: Balanço da United Airlines (após o fechamento)

Quarta-feira (21)

  • Estados Unidos: Balanço da Coca-Cola (antes da abertura)
  • Estados Unidos: Balanço da Johnson & Johnson (7h45)
  • Estados Unidos: Balanço da Verizon (8h30)
  • Estados Unidos: Diretora-gerente do FMI, Kristalina Georgieva, participa de evento no Instituto Peterson (10h)
  • Estados Unidos: FMI divulga relatório de perspectiva econômica global (sem horário)

Quinta-feira (22)

  • Reino Unido: Balanço da Unilever (3h)
  • Estados Unidos: Balanço da AT&T (8h)
  • Estados Unidos: Pedidos de auxílio desemprego (9h30)
  • Estados Unidos: Índice de atividade econômica nacional de junho (9h30)
  • Estados Unidos: Balanço da Intel (após fechamento)
  • Estados Unidos: Balanço do twitter (após fechamento)
  • Estados Unidos: Balanço da American Airlines (sem horário)
  • Início da reunião ministerial climática do G20

Sexta-feira (23)

  • Estados Unidos: Balanço da American Expres
  • Brasil: IPCA-15 de julho (9h)
  • Estados Unidos: Kristalina Georgieva, diretora-gerente do FMI, participa de evento do Fundo (10h)
  • Estados Unidos: PMI composto preliminar de julho (10h45)
  • Brasil: Balanço da Hypera Pharma (após o fechamento)
  • Brasil: CNI divulga a sondagem industrial de julho (sem horário)
  • Segundo dia da reunião ministerial climática do G20
Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Mais uma empreitada

Do espaço para as fazendas: Elon Musk consegue licença para oferecer internet via satélite no Reino Unido

A Starlink, segundo informações do jornal Telegraph, quer chegar a regiões onde a cobertura por fibra e 5G não alcançam, e tem planos mais ambiciosos

Leão faminto

Carga pesada: Impostômetro atinge a marca de R$ 1,5 trilhão

Monitoramento da Associação Comercial de São Paulo mostra que, no ano passado, marca foi atingida somente no dia 28 de setembro

Muita calma nessa hora

Tem Vale Gás? Petrobras diz que não há definição sobre participação em programas sociais

Manifestação vem depois que o presidente Jair Bolsonaro disse em entrevista que a estatal tem R$ 3 bilhões em reservas para custear ajuda

Clube do Livro

Batalhas sem arma: Em “Cripto Wars”, Jim Rickards explica guerras cambiais e agora, com criptomoedas

Autor, conhecido também por suas previsões certeiras sobre o bitcoin, fala de como a tecnologia mudou as estratégias financeiras dos países

RUMO AO MILHÃO

O primeiro e mais importante investimento para quem atingir o primeiro milhão (ou ir além)

Por mais que você busque o conforto e a segurança de uma promessa de retorno garantido, digo, com convicção, que o único investimento com retorno garantido em longo prazo é aquele feito em educação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies