Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2021-06-24T08:13:23-03:00
Renan Sousa
É repórter do Seu Dinheiro. Cursa jornalismo na Universidade de São Paulo (ECA-USP) e já passou pela Editora Globo
Esquenta dos Mercados

Relatório da inflação, leitura do PIB dos EUA e queda de ministro devem guiar a bolsa hoje

Assim como uma noite no deserto, o investidor deve ficar atento aos sinais para atravessar um momento de dificuldade

24 de junho de 2021
8:04 - atualizado às 8:13
shutterstock_1720033111
Imagem: Shutterstock

Para atravessar o deserto, os povos da região norte da África costumavam viajar de noite, não apenas por ser menos quente do que o dia, mas porque se guiavam pelas estrelas.

Mesmo quando caminhavam sob o escaldante sol do Saara, sabiam que direção tomar porque conheciam as constelações do noturno céu sem nuvens. 

E para atravessar momentos difíceis, como a escalada da inflação dos últimos meses, os investidores devem se apegar a alguns norteadores, que devem ser divulgados hoje.

O Relatório Trimestral da Inflação (RTI) deve ser divulgado nesta quinta-feira (24) e, somado com a última ata do Banco Central, pode indicar os próximos passos da instituição. Apesar de o mercado já projetar uma alta da Selic de 1,0 ponto percentual, o índice de preços ao consumidor não para de subir.

E as projeções não são das melhores, tendo em vista que a crise hídrica pode acarretar em uma alta da conta de luz e, consequentemente, de todos os produtos.

Somado a isso, o aumento da pressão sobre o governo federal deve atrasar o pacote de reformas estruturais e a agenda liberal. Também devem servir de guia aos investidores as falas de representantes do Federal Reserve antes da divulgação dos dados inflacionários dos EUA. 

Confira o que mais mexe com os mercados nesta quinta-feira (24):

Dirigentes do Fed

Apesar de o presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, já ter anunciado que a instituição financeira americana não pretende mudar seus planos de retirada de estímulos e aumentos de juros, os investidores devem ficar de olho nas falas de outros dirigentes e presidentes regionais do BC americano. 

Ao longo do dia, eles devem participar de eventos e dar maiores sinais de para onde irá a política monetária da instituição. Nesta sexta-feira (25) devem ser conhecidos os dados da inflação americana (PCE, na sigla em inglês), o que dá um peso extra em qualquer declaração dos dirigentes. 

Mas os dados que estão no radar do exterior para o dia de hoje são os pedidos de auxílio desemprego dos EUA, bem como a terceira leitura do PIB do país, e a decisão do Banco da Inglaterra (BoE, em inglês) sobre a taxa de juros. 

Chapa esquentando

Os investidores devem ficar atentos ao processo de desmonte do governo. Após a saída de Ricardo Salles, então ministro do Meio Ambiente, que pediu demissão em meio a investigações sobre comércio de madeira ilegal, e o avanço da CPI da Covid sobre a compra de vacinas superfaturadas, o Palácio do Planalto pode ter dificuldades em avançar com sua agenda liberal. 

No radar, estão a reforma administrativa e novas privatizações, entretanto, a pressão sobre o governo aumenta, o que pode atrasar ou mesmo barrar a aprovação de novos projetos. 

Bolsas pelo mundo

Os principais índices asiáticos encerraram o pregão de maneira mista na manhã desta quinta-feira (24). A fala de um dos dirigentes do Fed, que sugeriu que a instituição poderia aumentar os juros do país em 2022, antes do esperado, colocaram os investidores em compasso de espera. 

Além disso, dados do índice de preços ao consumidor (PCE, na sigla em inglês) devem ser divulgados amanhã, o que deve redobrar a cautela dos mercados. 

Já as bolsas europeias passaram a avançar, mesmo com a cautela gerada pela inflação americana. Dados locais da Alemanha animaram os índices do Velho Continente, e a aversão ao risco só deve ser sentida mais próxima da divulgação do PCE.

Por fim, os futuros de Nova York apontam para uma abertura positiva, com otimismo em torno de uma movimentação do Federal Reserve para conter a inflação. 

Agenda do dia

  • FGV: Índice de confiança do consumidor de junho (8h)
  • Reino Unido: Banco da Inglaterra (BoE, em inglês) divulga decisão da política monetária (8h)
  • Banco Central: Divulgação do Relatório Trimestral de Inflação (RTI) (8h)
  • Estados Unidos: Pedidos de auxílio desemprego (9h30)
  • Estados Unidos: Terceira estimativa do PIB do 1º trimestre (9h30)
  • Banco Central: Presidente do BC, Roberto Campos Neto, e Diretor de Política Econômica, Fabio Kanczuk, participam de coletiva sobre o RTI (11h)
  • Conselho Monetário: Conselho Monetário Nacional (CMN) realiza reunião (15h)
  • Estados Unidos: Federal Reserve divulga resultados do último teste de estresse do sistema bancário (17h30)
Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Balanço trimestral

Vai gerar insegurança? BB Seguridade (BBSE3) tem resultados abaixo da expectativa de analistas

O lucro líquido do segundo trimestre foi de R$ 753,7 milhões de reais, resultado 23,2% menor que o registrado um ano antes

O melhor do seu dinheiro

A corrida dos bilhões com barreiras nos balanços da semana e outras notícias que mexem com o seu dinheiro

Bom dia! Prepare-se para ler muitas vezes a palavra “bilhão” ao longo desta semana nas reportagens do Seu Dinheiro. Com a temporada de balanços na fase decisiva, estão programados para os próximos dias os resultados dos três maiores bancos brasileiros — Banco do Brasil, Itaú e Bradesco. Em outros tempos, os lucros bilionários projetados para […]

segredos da bolsa

Esquenta dos mercados: Copom e payroll devem movimentar os negócios junto com balanços dos grandes bancos

Além disso, os mercados amanheceram com apetite de risco nesta-segunda-feira; confira

Decolagem vertical

De olho nas cidades, Azul fecha parceria com startup alemã para ter carro voador

Acordo prevê a aquisição de 220 aeronaves fabricados pela Lilium, com um valor que pode chegar a US$ 1 bilhão e operação a partir de 2025

cardápio da semana

Itaú, Bradesco, BB e Petrobras divulgam resultados nesta semana; saiba o que esperar

Depois do baque com o início da pandemia, companhias que fazem parte do Ibovespa devem registrar uma alta anual de 255% do lucro por ação; veja agenda da semana

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies