Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-13T22:05:42-03:00
Julia Wiltgen
Julia Wiltgen
Jornalista formada pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) com pós-graduação em Finanças Corporativas e Investment Banking pela Fundação Instituto de Administração (FIA). Trabalhou com produção de reportagem na TV Globo e foi editora de finanças pessoais de Exame.com, na Editora Abril.
Para não ter que pensar

A Vitreo lançou uma carteira administrada de Tesouro Direto. Mas para quem é indicada, afinal?

Tesouro 3.0 segue automaticamente as recomendações da gestora para títulos públicos. Mas para que tipo de investidor é indicado? Serve para a reserva de emergência?

14 de dezembro de 2020
5:30 - atualizado às 22:05
Investidor em dúvida sobre a hora certa de comprar e vender NTN-B e prefixados no Tesouro Direto
Muitos investidores iniciantes se sentem intimidados com a quantidade de títulos e vencimentos disponíveis no Tesouro Direto. - Imagem: POMB/Seu Dinheiro

A gestora Vitreo recentemente lançou um produto conservador um pouco diferente do que se costuma encontrar por aí no mercado. O Tesouro 3.0 é uma carteira administrada de títulos públicos adquiridos via Tesouro Direto, que tira do investidor a dúvida cruel de escolher, afinal, quais títulos comprar.

Não se trata de um fundo de investimento, apenas um serviço de carteira administrada sem custo extra para o investidor. Isso significa que o cliente terá, sob o seu CPF, uma conta normal no Tesouro Direto, como ocorreria em qualquer outra instituição financeira que ofereça acesso ao programa de negociação de títulos públicos do Tesouro Nacional para a pessoa física.

Assim como ocorre em muitas outras instituições financeiras hoje em dia, na Vitreo, o investimento no Tesouro Direto não sofre a cobrança de taxa de administração. O investidor, portanto, só paga mesmo a taxa de custódia na B3, de 0,25% ao ano.

Para contratar o Tesouro 3.0 é preciso investir, no mínimo, R$ 1.000. Como se trata de Tesouro Direto, a liquidez é diária, e o investidor leva um dia útil para receber o dinheiro na conta após pedir um resgate. Mas ao contratar o serviço da Vitreo, o cliente poderá, sem custo adicional, seguir automaticamente a recomendação de investimento em títulos públicos da gestora.

Assim, em vez de escolher os títulos por conta própria, o investidor vai comprar a carteira de títulos sugerida pela Vitreo, e seu investimento será automaticamente rebalanceado sempre que a gestora mudar a composição da carteira.

A ideia é que o portfólio do Tesouro 3.0 seja sempre composto majoritariamente por Tesouro Selic (LFT) - o mais conservador dos títulos públicos, com remuneração atrelada à Selic - e uma parcela menor de títulos prefixados e/ou atrelados à inflação, de forma a conferir ao investimento uma rentabilidade um pouco mais alta, uma vez que a Selic se encontra no seu menor patamar da história.

"O objetivo do Tesouro 3.0 é ganhar da inflação", me explicou George Wachsmann, CIO da Vitreo. "Atualmente, a carteira que a Vitreo monta para o cliente dentro do Tesouro Direto é composta 88% por Tesouro Selic e 12% de Tesouro IPCA+ (NTN-B Principal) 2026. Essa é, hoje, a composição com melhor risco-retorno", esclarece Wachsmann, que ressalta que a composição pode mudar caso haja alterações no cenário econômico.

Ganhar da inflação

Mas, de cara, a dúvida que fica é se esse produto pode ser utilizado como reserva de emergência - ou, se não, para que perfil de investidor e objetivo financeiro ele se destina.

Afinal, sendo majoritariamente composta por Tesouro Selic, essa carteira não parece ser interessante para quem quer especular com títulos públicos a fim de lucrar com a valorização dos títulos de maior volatilidade, como é o caso dos prefixados e aqueles atrelados ao IPCA.

Por outro lado, a presença de outros títulos além do Tesouro Selic faz com que a carteira tenha certa volatilidade, sendo possível esperar até mesmo retornos negativos eventuais, o que não seria adequado para uma reserva de emergência.

Segundo , um dos públicos do Tesouro 3.0 são os investidores que têm recursos na poupança nova, que são os depósitos em poupança feitos a partir de 4 de maio de 2012 e que rendem 70% da Selic mais TR sempre que a Selic é igual ou inferior a 8,5% ao ano.

"Para quem está na poupança nova, com certeza absoluta esse produto é melhor que a poupança. Não tem aniversário, tem mais segurança e retorno melhor, com o mesmo perfil de risco", diz o CIO da Vitreo.

Embora muita gente use a poupança como reserva de emergência, há também aqueles que simplesmente deixam todo dinheiro da sua vida na caderneta, mesmo os recursos destinados a objetivos de médio e longo prazo ou até mesmo a aposentadoria.

Nesse caso, o Tesouro 3.0 aparece como um primeiro passo depois da poupança e uma porta de entrada no Tesouro Direto, uma vez que muitos investidores iniciantes se sentem intimidados pela quantidade de títulos e vencimentos disponíveis para escolha.

Nesses casos, portanto, o produto faz sentido, pois o investidor se mantém conservador e tem a possibilidade de ganhar uma rentabilidade mais alta e parar de perder da inflação. Com a vantagem de não precisar pensar em qual título comprar.

Serve para reserva de emergência?

Já quando eu perguntei sobre servir para a reserva de emergência, Wachsmann respondeu: "sim, não e talvez". De fato, como ele mesmo lembra, o produto terá alguma volatilidade por conta do Tesouro IPCA+, não podendo servir para a reserva de emergência segundo a cartilha das finanças.

Porém, sendo a reserva de emergências, bem... para emergências, é bem provável que você não precise dispor dela toda de uma só vez. Assim, se você tem o equivalente a seis meses das suas despesas na reserva de emergência, poderia deixar, por exemplo, o equivalente a três meses num produto como o Tesouro 3.0, que ainda é conservador.

Em outros tempos isso talvez não fizesse muito sentido. Mas hoje em dia, com os investimentos mais conservadores perdendo da inflação, e o episódio recente que tivemos de Tesouro Selic dando retorno negativo - o que é raro, mas não impossível - pode fazer sentido diversificar um pouco a reserva de emergência. Inclusive, já falei disso nesta outra matéria.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Casamento legal

Cade mantém aprovação de compra de fatia da BRF (BRFS3) pela Marfrig (MRFG3)

A conselheira que havia pedido a reabertura da análise da operação mudou de posição e desistiu da reavaliação

SEGURADORA EM APUROS

Vítima de ataque cibernético, Porto Seguro (PSSA3) diz ter restabelecido canais após quase uma semana de instabilidade

Corretores ouvidos pela reportagem disseram que, nos últimos dias, os sistemas da seguradora apresentaram problemas

CRYPTO NEWS

Cotação do bitcoin (BTC) bate recorde histórico — o que fazer com a criptomoeda a partir de agora?

Depois de alguns meses sendo um investimento “ruim”, porque teve 50% de queda, o bitcoin volta a ganhar os holofotes do mercado e as manchetes da mídia especializada

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Auxílio Brasil, recorde do bitcoin, balanço da Tesla e produção da Vale: confira as principais notícias do dia

Com a temporada de balanços americana trazendo resultados animadores, o empurrãozinho em direção a um dia de ganhos poderia ter sido maior, mas não tem como negar que a grande pedra no sapato do investidor brasileiro é o novo programa social pretendido pelo governo federal. O saldo final do pregão de hoje foi positivo, mas […]

Problemas nas refinarias?

Com ameaça de desabastecimento no radar, produção da Petrobras (PETR4) recua 4,1% no 3º trimestre

Antes da divulgação do relatório, a petroleira já havia informado que não teria capacidade para atender, em sua totalidade, os pedidos por fornecimento de combustível em novembro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies