Menu
2020-01-14T08:01:32-03:00
Estadão Conteúdo
na balança

Exportações da China sobem 0,5% em 2019, menor alta em 3 anos

Já as importações sofreram um recuo de 2,8% no ano passado, depois de disparar 16% em 2018.

14 de janeiro de 2020
8:01
China
China - Imagem: Shutterstock

As exportações da China avançaram em 2019 ao ritmo mais lento em três anos, com uma alta de 0,5% em relação a 2018, informou nesta terça-feira a Administração Geral das Alfândegas do país. Naquele ano, o crescimento foi de quase 10%.

Já as importações sofreram um recuo de 2,8% no ano passado, depois de disparar 16% em 2018.

Por outro lado, se contemplado apenas o mês de dezembro, o comércio exterior chinês teve uma melhora devido à atenuação das tensões comerciais com os Estados Unidos e recentes esforços de Pequim de estimular o crescimento econômico doméstico.

No mês passado, as importações da China saltaram 16,3% em termos anuais, superando com folga a alta de 0,3% de novembro e, também, a projeção de analistas consultados pelo Wall Street Journal, de avanço de 9,0%.

Já as exportações chinesas reverteram o decréscimo de 1,1% de novembro e tiveram aumento anual de 7,6% em dezembro, acima da alta de 4,0% projetada por analistas.

Os resultados mostram um superávit comercial chinês de US$ 46,79 bilhões em dezembro, resultado maior que os US$ 38,73 bilhões do mês anterior, mas abaixo da expectativa, que era de US$ 51,1 bilhões. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

atenção, acionista

Carrefour paga R$ 175 milhões em juros sobre capital próprio e altera valor de dividendos

Cifra equivale a R$ 0,088148225 por ação em circulação; também anunciou uma modificação do valor por ação dos dividendos aprovados em abril, de R$ 0,382372952 para R$ 0,382361396

maior apetite por risco

Empresas do Brasil captam US$ 4,6 bilhões; montante deve aumentar com ofertas de Stone e Light

Emissores brasileiros haviam paralisado planos de captar no exterior nos últimos meses, em meio à turbulência interna com a pandemia e o aumento do juro norte-americano

em meio ao aumento de consumo de frango

SuperFrango, de Goiás, retomará IPO de R$ 1 bilhão

Após resolver adiar a operação, a empresa fará uma apresentação mais cuidadosa de seu negócio aos analistas; oferta é estimada entre R$ 1 bilhão e R$ 1,5 bilhão

levantamento

Estatais descumprem critérios do marco do saneamento

GO Associados calculou que as companhias públicas do Rio Grande do Norte, Santa Catarina, Alagoas, Maranhão, Amazonas, Pará, Piauí, Roraima, Rondônia e Amapá não atendem a todos os critérios da “etapa 1” do decreto – que prevê o cumprimento de índices mínimos dos indicadores econômicos-financeiros

questionamentos em brasília

Novo marco de saneamento é alvo de ofensiva no Supremo e no Congresso

No Supremo, mais de 20 empresas estatais que prestam hoje serviços no setor querem a volta da possibilidade de fechar os chamados “contratos de programa”, diretamente com as Prefeituras e sem licitação

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies