Menu
2020-01-14T08:01:32-03:00
Estadão Conteúdo
na balança

Exportações da China sobem 0,5% em 2019, menor alta em 3 anos

Já as importações sofreram um recuo de 2,8% no ano passado, depois de disparar 16% em 2018.

14 de janeiro de 2020
8:01
China
China - Imagem: Shutterstock

As exportações da China avançaram em 2019 ao ritmo mais lento em três anos, com uma alta de 0,5% em relação a 2018, informou nesta terça-feira a Administração Geral das Alfândegas do país. Naquele ano, o crescimento foi de quase 10%.

Já as importações sofreram um recuo de 2,8% no ano passado, depois de disparar 16% em 2018.

Por outro lado, se contemplado apenas o mês de dezembro, o comércio exterior chinês teve uma melhora devido à atenuação das tensões comerciais com os Estados Unidos e recentes esforços de Pequim de estimular o crescimento econômico doméstico.

No mês passado, as importações da China saltaram 16,3% em termos anuais, superando com folga a alta de 0,3% de novembro e, também, a projeção de analistas consultados pelo Wall Street Journal, de avanço de 9,0%.

Já as exportações chinesas reverteram o decréscimo de 1,1% de novembro e tiveram aumento anual de 7,6% em dezembro, acima da alta de 4,0% projetada por analistas.

Os resultados mostram um superávit comercial chinês de US$ 46,79 bilhões em dezembro, resultado maior que os US$ 38,73 bilhões do mês anterior, mas abaixo da expectativa, que era de US$ 51,1 bilhões. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

responsabilização

JBS aprova em assembleia ação contra irmãos Batista

Processo diz respeito a prejuízos causados por crimes revelados nos acordos de colaboração e leniência firmados pela JBS com a Procuradoria Geral da República

em live

Se necessário, voltaremos a fazer transferência do BC para o Tesouro, diz secretário

Em agosto, CMN já havia autorizado o Banco Central a repassar R$ 325 bilhões para o Tesouro Nacional

Balanço do mês

Bitcoin e dólar são os melhores investimentos de outubro; ativos de risco ficaram para trás de novo

Por pouco o Ibovespa não ficou entre os melhores investimentos do mês, mas segunda onda de coronavírus na Europa derrubou as bolsas; risco fiscal, eleições americanas e indefinição quanto a estímulos fiscais nos EUA também pesaram

seu dinheiro na sua noite

O saci à solta nos mercados

Não sei dizer exatamente quando nem quem tomou a iniciativa de importar dos países anglófonos a celebração do Halloween, o Dia das Bruxas. O fato é que desde que as crianças brasileiras começaram a sair fantasiadas pedindo doces no último dia de outubro houve uma série de tentativas de “tropicalizar” o evento. Embora não seja […]

Disparou

Dívida bruta do governo deverá encerrar o ano em 96% do PIB

Endividamento cresceu 20,2 pontos por causa de pandemia.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies