Menu
2020-06-01T10:35:29-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
caos nos eua

EUA têm sexto dia de protestos após morte de George Floyd

Guarda Nacional foi chamada para ajudar polícias locais e dezenas de prefeitos estenderam o toque de recolher em meio aos atos antirracistas

1 de junho de 2020
8:23 - atualizado às 10:35
shutterstock_1745199548
Orlando, Flórida - 30 de maio de 2020: Manifestantes se reúnem em Orlando, Flórida, após a morte de George Floyd. - Imagem: Shutterstock

Os Estados Unidos registraram neste domingo (31) o sexto dia seguido de manifestações antirracistas, após a morte de George Floyd, um homem negro de 46 anos, asfixiado por um policial branco no último dia 25. 

As manifestações começaram pacíficas, mas em algumas cidades houve registros de violência. A Guarda Nacional foi chamada para ajudar polícias locais e dezenas de prefeitos estenderam o toque de recolher.

O caos pode se transformar em mais um componente de aversão ao risco nos mercados. Na manhã desta segunda-feira (1), os índices futuros da bolsa de Nova York caíam pouco menos de 1%, influenciados também pela disputa entre China e EUA.

Até a manhã desta segunda-feira, estes eram alguns dos destaques sobre as manifestações de domingo, segundo o New York Times:

  • Em Minneapolis, cidade em que Floyd foi morto, cerca de 200 pessoas foram presas após tentarem marchar em meio ao toque de recolher;
  • Na Califórnia, todos os prédios do Estado com escritórios na área central da cidade receberam ordens para permanecerem fechados nesta segunda. Houve relatos de saques em algumas cidades e de um veículo policial que teria avançado contra manifestantes;
  • Em Nova York, as pessoas protestaram nas pontes do Brooklyn e de Williamsburg. Na noite anterior, a filha do prefeito da cidade estava entre os manifestantes presos, de acordo com um policial ouvido pelo jornal americano;
  • Na capital Washington, centenas de pessoas se reuniram nos arredores da Casa Branca. A polícia usou gás lacrimogênio para dispersar os manifestantes. As pessoas quebraram janelas de prédios da região, capotaram carros e provocaram incêndios.

Segundo a Associated Press, na sexta-feira (29) agentes do serviço secreto do país levaram o presidente dos EUA, Donald Trump, a um bunker na Casa Branca, onde ele permaneceu por uma hora, por conta dos atos do lado fora da mansão. À agência, o governo não comentou a decisão.

Ontem, Trump ameaçou, em um post nas redes sociais, classificar o movimento antifascista como terrorista. Em novembro, ele tenta a reeleição contra o democrata Joe Biden, ex-vice de Obama e mais próximo do eleitorado negro e latino.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

decisão judicial

Justiça ordena religação de internet do governo do RJ; Oi alega inadimplência

Empresa acusa o governo do Estado de ter uma dívida com a empresa desde 2017 – hoje ela está em R$ 300 milhões

promessa de ipo

Locaweb compra ConnectPlug por R$ 18 milhões e avança em segmento de alimentação

Empresa comprada começou em food services mas hoje também atende outros segmentos, com foco em pequenas e médias empresas

seu dinheiro na sua noite

Mais fácil falar que fazer

Hoje foi um daqueles dias em que as falas dos detentores do poder no cenário doméstico até repercutiram no mercado, mas foram sobrepostas pelos fatos e pelo que aconteceu no exterior. O mercado local começou o dia animado com as apresentações do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, no badalado evento […]

perspectivas

Para Verde e SPX, auxílio emergencial por mais três meses não é preocupante

Luis Stuhlberger e Rogério Xavier dizem que a medida pode ser necessária, caso a vacinação demore demais; ambos veem 2021 positivo para os mercados

FECHAMENTO

Aceno liberal do governo não convence e bolsa fecha o dia no vermelho; na contramão, dólar cai mais de 3%

Em evento do Credit Suisse, Bolsonaro e Guedes reafirmaram o compromisso com o andamento das reformas e das privatizações, mas o mercado espera ações mais concretas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies