Menu
2020-01-16T09:39:08-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
avaliação

China tem espaço para novos cortes compulsórios, diz diretor do banco central do país

Segundo Sun Guofeng, China precisa reservar algum espaço em sua política para combater eventuais riscos do setor financeiro

16 de janeiro de 2020
9:37 - atualizado às 9:39
China
China - Imagem: Shutterstock

A China tem espaço limitado para novas reduções dos compulsórios bancários, uma vez que o governo do país precisa evitar riscos do setor financeiro, afirmou hoje Sun Guofeng, diretor de política monetária do PBoC, como é conhecido o banco central chinês.

Segundo Sun, a taxa de compulsório média caiu para 9,9% desde o corte mais recente, anunciado no começo do mês.

O compulsório chinês é relativamente baixo em relação aos de economias desenvolvidas e a China precisa reservar algum espaço em sua política para combater eventuais riscos do setor financeiro, explicou o diretor.

Sun ressaltou, porém, que o PBoC irá considerar reduzir os compulsórios de novo este ano se a economia enfrentar novas pressões negativas.

Ele previu também que a China não enfrentará inflação ou deflação no longo prazo, embora os preços ao consumidor tenham subido rapidamente em meio a uma escassez de carne suína, enquanto os preços ao produtor estejam caindo há vários meses.

Sun comentou ainda que o yuan foi impulsionado pela expectativa criada pelo acordo comercial preliminar entre EUA e China - que foi assinado em Washington ontem -, o que também ajudou a fortalecer a confiança dos mercados globais.

*Com Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

SANGUE FRIO E CAPACITADO

‘Pessoa física deu show este ano’, diz presidente da B3

Investidor pessoa física aproveitou baixa do mercado e se posicionou para alta, enquanto institucionais e estrangeiros saíam do mercado, diz Finkelsztain

raio-x do setor

Lançamentos de imóveis no país caem no 3º tri, diz CBIC; vendas sobem

O estoque de imóveis disponíveis para venda chegou a 173.601 unidades em setembro, corte de 13% em relação ao mesmo período do ano passado.

Na briga pelo cliente

Na onda da taxa zero, Vitreo lança home broker com tarifa zerada

Isenção de taxa de corretagem é somente para aqueles que que executarem a ação utilizando uma boleta simplificada no site ou no aplicativo.

regulação dos aai

Estudo da CVM recomenda fim da exclusividade entre agentes autônomos e corretoras

Análise da xerife do mercado de capitais aponta necessidade de reavaliar exclusividade desse profissional, prevista em instrução da autarquia. Hoje, maioria absoluta dos agentes se encontra sob o guarda-chuva da XP

Ainda é hora de comprar

BTG Pactual aponta venda de florestas como positiva para Suzano e vê ação barata

Os analistas do BTG calculam o preço-alvo das ações da Suzano em R$ 59 nos próximos 12 meses, o que representa um potencial de alta de pouco mais de 15%

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies