Menu
2020-03-18T12:39:45-03:00
Estadão Conteúdo
data marcada

Tesouro reforça atuação com anúncio de compra e venda de títulos

Segundo o Tesouro, os leilões serão realizados nos dias 19, 20, 23, 24 e 25 de março de 2020

18 de março de 2020
12:25 - atualizado às 12:39
Investimentos; moedas
Imagem: Shutterstock

O Tesouro Nacional anunciou nesta quarta-feira, 18, leilões extra de compra e venda de títulos públicos. "Em coordenação com o Banco Central do Brasil, informa que, em razão das condições vigentes no mercado financeiro, continuará realizando o programa de leilões de compra e venda de títulos públicos", diz nota do órgão.

Segundo o Tesouro, os leilões serão realizados nos dias 19, 20, 23, 24 e 25 de março de 2020 e as condições das ofertas serão divulgadas no site do Tesouro Nacional na véspera ou no dia de sua realização.

"O objetivo da atuação é permanecer fornecendo suporte ao mercado de títulos públicos, garantindo bom funcionamento desse e de outros mercados correlatos", conclui, em comunicado.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Números fortes

Vale supera expectativas do mercado e informa lucro de US$ 2,9 bilhões no 3º tri

Lucro líquido cresceu quase 76% em relação ao terceiro trimestre do ano passado; Ebitda ajustado chegou a mais de US$ 6 bilhões

Análise

O mercado trucou, e o Banco Central mandou descer ao bancar juro baixo

Emparedado pelo repique da inflação e pelo aumento do risco fiscal, o BC foi inflexível e sustentou o “forward guidance”, a sinalização de que a Selic permanecerá baixa por um longo período

Acelerou

Bolsonaro assina sanção da lei que prorroga incentivos para setor automotivo

A sanção do projeto, assinada por Bolsonaro, deve ser publicada até esta quinta-feira, 29, no Diário Oficial da União (DOU).

o pior já passou?

Petrobras tem prejuízo de R$ 1,5 bilhão no terceiro trimestre, melhor do que o esperado

Analistas esperavam prejuízo de R$ 4,15 bilhões; após baixa com a pandemia, estatal aumentou a participação de mercado e manteve um patamar alto de exportações

Balanço

Bradesco supera projeções e tem lucro de R$ 5 bilhões no terceiro trimestre

O resultado do segundo maior banco privado brasileiro ainda é 23,1% menor que o do mesmo período de 2019, mas representa um avanço de 29,9% no trimestre

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies