Menu
2020-11-10T09:25:58-03:00
Estadão Conteúdo
Resultado

XP vê alta de 119% no lucro do terceiro trimestre, para R$ 570 milhões

O resultado é justificado pelo aumento no valor dos ativos sob custódia, que cresceram 61% e atingiram R$ 563 bilhões ao fim de setembro

10 de novembro de 2020
8:16 - atualizado às 9:25
XP Investimentos Dólar
Imagem: Montagem / Andrei Morais

O grupo XP anunciou ontem uma alta de 119% no lucro líquido do terceiro trimestre, na comparação com o mesmo período do ano passado, para R$ 570 milhões. O resultado é justificado pelo aumento no valor dos ativos sob custódia, que cresceram 61% e atingiram R$ 563 bilhões ao fim de setembro.

O total de clientes ativos chegou a 2,65 milhões ao fim do terceiro trimestre, avanço de 72% em relação ao mesmo período do ano passado. As receitas totais passaram de R$ 2,2 bilhões de julho a setembro, com alta de 55%, na mesma comparação.

O diretor financeiro da XP Inc., Bruno Constantino, disse que a melhora do lucro não encerra a jornada de busca de escala da corretora, que continuará a tentar tirar clientes dos bancos. Segundo o executivo, à medida que ganha um porte maior , a XP consegue oferecer mais vantagens aos clientes, tornando-se mais competitiva.

"Nosso modelo de negócios é diferente. Nos vemos como uma empresa de tecnologia que atua no mercado financeiro", disse. "Por isso zeramos recentemente a taxa de corretagem em ações na Rico e em 75% na XP. Temos escala para estimular mais o mercado, democratizar e trazer novos investidores para a plataforma."

Ações do Itaú

Um dos principais sócios da XP é hoje também um de seus principais concorrentes: o Itaú. Na semana passada, o maior banco da América Latina anunciou que repassaria as ações que detém na XP (equivalentes a 46% do capital) a seus acionistas. O movimento é uma forma de, aos poucos, a instituição deixar de ser sócia da corretora. A participação do Itaú na XP é avaliada em cerca de R$ 130 bilhões.

Segundo Constantino, essa transferência não deve ter impacto do ponto de vista de concorrência para a plataforma, mas pode ser benéfica em termos de governança para a empresa. "Essa reorganização do Itaú, que ainda não está sacramentada, se for na direção de dirimir e melhorar esses conflitos e a governança da XP, seria algo positivo para a XP e para o ambiente competitivo do mercado, o que é do interesse do Banco Central", afirmou.

Vagas abertas. A XP deve seguir investindo em tecnologia, disse ontem o responsável pelo segmento na empresa, Thiago Maffra. Segundo o executivo, o grupo pretende contratar 250 pessoas nos próximos meses somente em TI. "Queremos ser disruptivos em outros segmentos como fizemos em investimentos", afirmou. Ele lembrou que a XP decidiu ser digital em 2018 e, desde então, esse processo tem sido consistente.

As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

reajuste

Petrobras aumentará gasolina em 4% e diesel em 5% nas refinarias

Este é a segunda elevação de preços em novembro e segue a alta do petróleo no mercado internacional

saúde na bolsa

Bank of America: Com foco em saúde, ação da SulAmérica está barata e tem perspectiva positiva

Para o banco, a companhia opera 70% abaixo do potencial e tem espaço para crescer e se aproximar dos outros players do mercado de saúde

PESSIMISMO

Risco fiscal impede Brasil de aproveitar bom momento dos mercados globais

Rogério Xavier, da SPX Capital, e Carlos Woelz, da Kapitalo Investimentos, criticam duramente falta de interesse em controlar contas públicas

Substituição barrada

Investidores de debêntures da Rodovias do Tietê rejeitam venda da empresa para Latache

Venda para fundo foi rejeitada pelos debenturistas da concessionária, que possui pelo menos R$ 1,5 bilhão em dívidas, a maior parte na mão de pequenos investidores

Termômetro da crise

Pedidos de auxílio-desemprego sobem 30 mil na semana nos EUA, a 778 mil

O total de pedidos da semana anterior foi ligeiramente revisado para cima, de 742 mil para 748 mil.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies