Menu
2020-10-14T18:16:58-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA. Trabalhou por 18 anos nas principais redações do país, como Agência Estado/Broadcast, Gazeta Mercantil e Valor Econômico. É coautor do ensaio “Plínio Marcos, a crônica dos que não têm voz" (Boitempo) e escreveu os romances “O Roteirista” (Rocco), “Abandonado” (Geração) e "Os Jogadores" (Planeta).
Plataformas de investimento

XP ignora maior concorrência e acelera captação no trimestre

O total de ativos sob custódia na corretora atingiu R$ 563 bilhões, um aumento de 29% no trimestre e de 60% em 12 meses; número de clientes atinge 2,6 milhões

14 de outubro de 2020
11:05 - atualizado às 18:16
XP Investimentos Dólar
Imagem: Montagem / Andrei Morais

O dinheiro voltou a entrar — e com força — na XP Investimentos ao longo do terceiro trimestre, um sinal de que a empresa aparentemente não sentiu o acirramento da concorrência entre as plataformas de investimento.

Após uma redução no ritmo nos meses da pandemia, a corretora acelerou as captações de recursos de clientes. O saldo entre o dinheiro que entrou e saiu da custódia da XP ficou positivo em R$ 117 bilhões entre julho e setembro deste ano.

Para efeito de comparação, a captação líquida no segundo trimestre havia sido de "apenas" R$ 27 bilhões e nos primeiros três meses do ano, de R$ 15 bilhões.

Somando os R$ 11 bilhões de aumento no valor de mercado do dinheiro aplicado nos últimos três meses, o total de ativos de clientes na corretora atingiu R$ 563 bilhões, um aumento de 29% no trimestre e de 60% em 12 meses.

A XP atribui o resultado do trimestre a uma captação extraordinária em ações. A empresa não detalha do que se trata essa entrada extraordinária, mas diz que se trata de uma consequência do maior reconhecimento da marca entre clientes de maior renda.

“Isso corrobora nossa estratégia de acelerar o crescimento do segmento, agora sob a liderança de José Berenguer”, informou a corretora, na prévia dos dados operacionais do terceiro trimestre.

A captação média mensal, ajustada pela entrada extraordinária, aumentou 32%, para R$ 12,9 bilhões no terceiro trimestre, segundo a XP.

Mais clientes, porém menos satisfeitos

A XP encerrou o mês passado com 2,645 milhões de clientes ativos, um crescimento de 12% no trimestre e de 72% na comparação com setembro de 2019. O avanço aconteceu em todos os canais, com as marcas Rico e Clear crescendo em um ritmo mais rápido que a XP.

Já o nível de satisfação dos clientes, medido pelo Net Promoter Score (NPS), ficou em 69 em setembro, abaixo do nível de 71 do segundo trimestre.

Se por um lado a maior concorrência ainda não afetou de forma visível a entrada de dinheiro, é provável que a XP sinta algum reflexo nas receitas. Em setembro, anunciou a redução das taxas de corretagem, depois que outras corretoras zeraram suas taxas.

Além da guerra de preços, o segmento passa por uma consolidação. Nos últimos meses, houve uma série de movimentos importantes: o Credit Suisse anunciou a compra da uma participação na modalmais, o Nubank adquiriu a Easynvest e o Santander fechou a compra do controle da Toro Investimentos.

Na semana passada, a empresa de publicações financeiras Empiricus anunciou a fusão com a Vitreo em uma nova holding chamada Universa.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Abertura

Ibovespa abre em queda com atenções voltadas para PIB e saída de quatro conselheiros da Petrobras

A votação da PEC emergencial e a divulgação do livro bege ficaram para tarde, o que não deve afetar a bolsa, por enquanto, nesta manhã

Varejista avança

Com nova aquisição, Magazine Luiza quer virar o seu supermercado digital

A empresa fechou a compra da VipCommerce, uma plataforma que permite a supermercados e atacarejos venderem online usando suas próprias marcas

Controle do orçamento

Líderes do Senado querem tirar Bolsa Família do teto

Os senadores pegaram carona na ideia e concordaram em ampliar a sugestão para tirar o Bolsa Família do teto de gastos

apesar de pandemia

PIB vem melhor que o esperado pelos economistas, subindo 3,2% no 4º tri e caindo 4,1% em 2020

Apesar de ter vindo acima do projetado, PIB de 2020 representa o pior desempenho da série histórica, iniciada em 1996

O melhor do Seu Dinheiro

E hoje ainda é dia de PIB

Os livros de história que contarem como a economia brasileira atravessou a crise provocada pela pandemia da covid-19 obrigatoriamente vão registrar o número que será divulgado logo mais às 9 horas pelo IBGE. Seja qual for o resultado, o Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil em 2020 será de fato histórico. A expectativa do mercado […]

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies