Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-09-11T20:12:18-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
investimento em ações

Rico zera corretagem e XP reduz valor da taxa de atendimento online em 75%

A mudança da Rico passa a valer já na segunda, informou a XP. Na sua própria plataforma, a correta irá cobrar entre R$ 2,90 e R$ 4,90 dos clientes por operação online sem o agente autônomo

11 de setembro de 2020
20:12
XP investimentos Escritório Fotos Google Street
Imagem: Divulgação

A XP Investimentos anunciou nesta sexta-feira (11) que a sua corretora Rico zerou a taxa de corretagem para investir em ações. Na sua plataforma, a XP disse que haverá uma redução de 75% no valor da cobrança em relação ao atual.

A mudança da Rico passa a valer já na segunda (14), informou a corretora.

Enquanto isso, a XP irá cobrar entre R$ 2,90 e R$ 4,90 dos clientes por operação. Estes valores serão válidos para operações online feitas pelo próprio cliente diretamente em sistemas de negociação, sem assessoria do agente autônomo.

A companhia diz acreditar que aumenta ainda mais a sua competitividade no ramo da corretagem.

Segundo Gabriel Leal, sócio e diretor Comercial da XP, o movimento é uma tendência global e o ambiente brasileiro de juros baixos nunca foi propício para isso.

O movimento da XP vem na esteira de uma série de outras corretoras.

No fim de agosto, a Guide diminuiu a taxa de corretagem para 0,1% para investimentos em ações.

Outras instituições, como Clear, da própria XP, e a Modal, já possuem taxas zeradas na corretagem de seus produtos. A Toro Investimentos também já zerou taxas para todos os produtos negociados.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

De volta ao jogo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 6,25%

Renda fixa “voltou ao jogo”, mas ainda não dá para ficar rico. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

entrevista

BC briga para recuperar a credibilidade e poderia ter acelerado alta da Selic, diz economista-chefe da gestora Garde

Para Daniel Weeks, BC passou mais tempo do que o necessário com a sinalização de que manteria taxa de juros muito baixas; ele avalia que aumento poderia ter sido de 1,25 ponto e que discussão sobre fim do ciclo de ajustes ainda não acabou

Seu Dinheiro na sua noite

Seguindo a rota planejada

Decisão da Selic pelo Copom, juros nos Estados Unidos, dólar em alta e muitas outras notícias que mexeram com o mercado hoje

Vai mudar

Ultrapar (UGPA3): Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan, assumirá como CEO em janeiro de 2022

Lutz já era membro do conselho de administração da Ultrapar (UGPA3) e, após o período como CEO, deve virar presidente do colegiado

Bota para subir

Após nova alta da Selic, FMI apoia aperto monetário adotado pelo Banco Central para combater inflação

Os diretores do órgão também aprovam o compromisso do BC intervenções limitadas para conter condições desordenadas de mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies