Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-03T16:05:14-03:00
Kaype Abreu
Kaype Abreu
Formado em Jornalismo pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Colaborou com Estadão, Gazeta do Povo, entre outros.
diante do 3º tri

‘Fábrica de bilionários’, Weg tem preço-alvo elevado por BB Investimentos

Considerada pelo mercado um ‘porto-seguro’ em meio à pandemia, empresa segue bem avaliada por analistas após balanço do terceiro trimestre; veja novo preço-alvo

3 de novembro de 2020
16:03 - atualizado às 16:05
Fábrica da Weg (WEGE3) em Santa Catarina
Fábrica da Weg em Santa Catarina. - Imagem: Jonne Roriz/Estadão Conteúdo

Considerada um porto-seguro em meio à pandemia, a Weg deve continuar uma trajetória de alta na bolsa, disseram analistas do BB Investimentos em relatório desta terça-feira (3).

Ao longo deste ano, os papéis da gigante industrial (WEGE3) escalaram 120% e fizeram de pessoas vinculadas à empresa parte da lista de novos bilionários da Forbes, divulgada no mês passado.

No último dia 21, a Weg confirmou o ciclo de bons resultados com o balanço do terceiro trimestre - o que fez agora o BB Investimentos atualizar as projeções para a companhia.

Segundo o banco, a ações WEGE3 podem chegar a R$ 94 - o que representaria uma alta de 24% sobre o preço de sexta-feira, de R$ 75,83. A recomendação dos analistas é de compra dos papéis - que nesta terça eram negociados a R$ 76,97.

A nova estimativa tem como base, de acordo com os analistas, a diversificação de atuação geográfica e de produtos da companhia, "solidez do balanço" e "níveis de caixa confortáveis, alicerçados, a cada resultado, pela solidez histórica de suas entregas".

Os analistas da instituição lembram que até então mantinham uma visão conservadora da Weg, mas que eles têm mudado de opinião diante da constância dos resultados.

No entanto, eles dizem que seguem como desafios a monetização de suas recentes aquisições e captura de sinergias (receitas e custos) com as operações atuais e o crescimento esperado em GTD de negócios de geração solar e outras fontes renováveis.

Incertezas quanto a intensidade dos impactos da covid-19 nos produtos de ciclo longo - cujas margens são geralmente mais altas - seguem como ponto de atenção, segundo os especialistas. Eles ainda falam na retomada de pautas setoriais, "que destravariam potenciais investimentos de clientes, oxigenando a respectiva carteira de pedidos".

Balanço da Weg

A Weg fechou o terceiro trimestre com um lucro líquido de R$ 644,2 milhões, um aumento de 54% em relação ao desempenho no mesmo período de 2019 - acima da média das estimativas dos analistas de mercado, de lucro de R$ 386 milhões, segundo dados compilados pela Bloomberg.

A empresa foi beneficiada pela retomada da demanda de equipamentos de ciclo curto no Brasil e no exterior, além do bom desempenho dos negócios de ciclo longo.

A receita operacional líquida alcançou R$ 4,8 bilhões no terceiro trimestre, alta de 43,3% em base anual. O resultado foi acima da média das estimativas, de R$ 3,5 bilhões. Ajustada para levar em conta os efeitos de empresas recém adquiridas, a receita subiu 42,3%.

Iniciativas para racionalizar custos e despesas ajudaram a empresa a registrar um aumento da margem do lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês), de 2,2 pontos percentuais (p.p.) na comparação anual.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

De volta ao jogo

Como ficam os seus investimentos em renda fixa com a Selic em 6,25%

Renda fixa “voltou ao jogo”, mas ainda não dá para ficar rico. Veja como fica o retorno das aplicações conservadoras agora que o Banco Central elevou a Selic mais uma vez

entrevista

BC briga para recuperar a credibilidade e poderia ter acelerado alta da Selic, diz economista-chefe da gestora Garde

Para Daniel Weeks, BC passou mais tempo do que o necessário com a sinalização de que manteria taxa de juros muito baixas; ele avalia que aumento poderia ter sido de 1,25 ponto e que discussão sobre fim do ciclo de ajustes ainda não acabou

Seu Dinheiro na sua noite

Seguindo a rota planejada

Decisão da Selic pelo Copom, juros nos Estados Unidos, dólar em alta e muitas outras notícias que mexeram com o mercado hoje

Vai mudar

Ultrapar (UGPA3): Marcos Lutz, ex-presidente da Cosan, assumirá como CEO em janeiro de 2022

Lutz já era membro do conselho de administração da Ultrapar (UGPA3) e, após o período como CEO, deve virar presidente do colegiado

Bota para subir

Após nova alta da Selic, FMI apoia aperto monetário adotado pelo Banco Central para combater inflação

Os diretores do órgão também aprovam o compromisso do BC intervenções limitadas para conter condições desordenadas de mercado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies