Menu
2020-09-18T16:27:55-03:00
Estadão Conteúdo
sem apoio, sem emprego

United alerta para risco de corte de 16 mil empregos caso não tenha ajuda

Em carta endereçada ao secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, e a lideranças no Congresso americano, o CEO da United Airlines, Scott Kirby, alertou que a aérea poderá ter que cortar até 16 mil empregos caso o governo e o Legislativo não aprovem novo pacote de apoio financeiro ao setor

18 de setembro de 2020
16:27
Avião da United Airlines
Imagem: shutterstock

Em carta endereçada ao secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steven Mnuchin, e a lideranças no Congresso americano, o CEO da United Airlines, Scott Kirby, alertou que a aérea poderá ter que cortar até 16 mil empregos caso o governo e o Legislativo não aprovem novo pacote de apoio financeiro ao setor. O documento também é assinado por representantes sindicais.

O texto destaca que estimativas apontam que a demanda de passageiros deve ficar 70% abaixo dos níveis de 2019 durante todo o ano de 2020, com a receita 85% menor. "Como líderes empresariais e sindicais da United, trabalhamos juntos para chegar a acordos importantes para reduzir o impacto sobre os funcionários tanto quanto possível, mas sem apoio governamental adicional novas licenças involuntárias serão inevitáveis", alerta.

Os representantes da companhia acrescentam que, quando o primeiro pacote de ajuda foi aprovado, em março, havia expectativa de que a pandemia fosse uma crise temporária. No entanto, segundo eles, a evolução do novo vírus mostrou que a indústria da aviação só retomará o vigor do ano passado quando uma vacina contra a covid-19 for distribuída. "A assistência agora poderia ajudar a diminuir o impacto de longo prazo impacto na economia e, em última instância, acelerar a recuperação", pontuam.

A missiva lembra da importância do setor para a atividade econômica e faz um apelo: "Quanto mais cedo o Congresso e a administração puderem se reunir novamente e chegar a um acordo, melhores serão as chances para United e toda a indústria de manter os funcionários e retornar os benefícios econômicos que oferecemos para a economia em geral".

A carta é enviada em um contexto no qual democratas e republicanos encontram dificuldades para chegar a um acordo quanto à dimensão de um novo pacote fiscal. As negociações seguem travadas há mais de um mês, enquanto o governo critica os esforços da oposição para implementar uma legislação robusta.

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

seu dinheiro na sua noite

Fidelidade em baixa com a pandemia

Não, não estou falando da fidelidade entre casais. Até porque, por mais que a convivência excessiva em família na quarentena tenha abalado alguns casamentos, o momento não anda muito propício às puladas de cerca. Estou falando do setor de fidelidade, que abarca as empresas de programas de pontos e milhagem, sobretudo aqueles ligados às companhias […]

Empresa ligada à Vale

Justiça aprova pedido de Recuperação Judicial da Samarco

RJ não terá impacto nas atividades operacionais da mineradora, nem nas ações de reparação e compensação pela tragédia de Mariana

FECHAMENTO

Ibovespa ignora tensão em Brasília e NY no vermelho e avança 1%; dólar também sobe

Enquanto as blue chips garantiram o bom desempenho do Ibovespa, o dólar avançou 0,84%, pressionado pelo noticiário em Brasília

Exaltou integração

Presidente do Banco Central não enxerga competição entre bancos e fintechs

Segundo Campos Neto, a integração entre as mídias sociais e o sistema financeiro é maior inovação que existe no momento

Menos pontos e milhas

Setor de empresas de fidelidade encolhe quase 30% em 2020

O segmento de fidelidade movimentou R$ 5,3 bilhões em 2020, segundo a Associação Brasileira das Empresas do Mercado de Fidelização (ABEMF)

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies