Menu
2020-06-27T16:35:06-03:00
Reparação de danos

Petrobras recebe R$ 265 milhões em acordo de leniência na Lava Jato

O valor é referente à segunda parcela dos R$ 819 milhões que as empresas Technip Brasil e Flexibras deverão arcar como reparação de danos à Petrobras

27 de junho de 2020
16:35
Petrobras
Imagem: shutterstock

A Petrobras recebeu R$ 265 milhões em restituições previstas em acordo de leniência firmado pelas empresas Technip Brasil e Flexibras com a Operação Lava Jato em 2019.

Leia também:

O valor é referente à segunda parcela dos R$ 819 milhões que as empresas deverão arcar como reparação de danos, devolução de lucros e pagamento de multas previstas pelo Ministério Público Federal junto da Controladoria-Geral da União (CGU) e Advocacia-Geral da União (AGU).

O acordo foi firmado no ano passado e se refere a investigações de pagamento de propinas a pessoas ligadas à Technip Brasil e à Flexibras. A proposta contou com atuação conjunta da CGU, AGU e MPF com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos (DoJ, na sigla em inglês).

O primeiro pagamento, de R$ 313 milhões, foi feito em julho do ano passado.

Além dos valores, as empresas deverão apresentar informações e provas relevantes sobre a participação de terceiros nos crimes investigados pela Lava Jato, além de criar métodos de compliance e combate à corrupção.

Levantamento da Lava Jato aponta que mais de R$ 4 bilhões já foram recuperados por meio de acordos de leniência, acordos de colaboração premiada, termos de ajustamento de conduta e renúncias voluntárias de réus e investigados na Operação. A expectativa da Procuradoria é recuperar outros R$ 10 bilhões nos próximos anos.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

coronavírus no país

Covid-19: Brasil tem 41,8 mil novos casos e 1.300 óbitos em 24h

Até o momento, 1.209.208 de pessoas se recuperaram da doença

gestor lendário

Ray Dalio volta a dizer que dinheiro é ‘o pior ativo’ e prega diversificação sem ‘real estate’

Dalio participou na noite desta terça-feira (14) de uma das sessões da Expert XP e disse que ativos do mercado imobiliário não são recomendados para a carteira diversificada idealizada por ele

seu dinheiro na sua noite

100 mil é o limite?

No ápice do pânico nos mercados provocado pelo coronavírus, ninguém era capaz de dizer quando (ou quanto) seria o fundo do poço da bolsa. Hoje a grande dúvida dos investidores é saber se chegamos ao teto ou o Ibovespa pode subir ainda mais. O que mais me impressiona não foi nem a mudança da pauta nos mercados, […]

Risco elevado

Preços de ativos têm motivos para subir, mas é hora de pensar em comprar guarda-chuva em dia de sol, diz SPX

Gestora considera que riscos ainda estão elevados e manifestou dúvidas em relação à sustentabilidade do atual nível de estímulo e endividamento global

Bolsa em alta

Petrobras e Vale têm ganhos firmes e puxam a recuperação do Ibovespa; dólar cai

Dados mais fortes na China deram forças ao setor de commodities, impulsionando as ações da Vale e da Petrobras e ajudando o Ibovespa como um todo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements