Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-05-15T18:33:52-03:00
Vinícius Pinheiro
Vinícius Pinheiro
Diretor de redação do Seu Dinheiro. Formado em jornalismo, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA, trabalhou nas principais publicações de economia do país, como Valor Econômico, Agência Estado e Gazeta Mercantil. É autor dos romances O Roteirista, Abandonado e Os Jogadores
IPO na crise

André Esteves compra 40% das ações da Estapar no IPO

O banqueiro do BTG Pactual havia se comprometido a ficar com as ações da rede de estacionamentos que não fossem vendidas aos investidores; papéis estreiam em forte queda

15 de maio de 2020
10:45 - atualizado às 18:33
Estapar IPO virtual (2)
Cerimônia virtual que marcou IPO da Estapar - Imagem: Reprodução YouTube

Foi com uma contagem regressiva e uma batida na mesa em uma campainha imaginária que a Estapar celebrou a estreia no pregão da B3.

A cerimônia virtual substituiu o tradicional evento na bolsa para marcar a oferta pública inicial (IPO, na sigla em inglês) da rede de estacionamentos.

Em plena crise, a Estapar captou até R$ 345 milhões na operação – o volume final pode ser menor dependendo da colocação ou não do lote suplementar.

Mas o IPO não teria saído do papel se não fosse a garantia de André Esteves. O banqueiro do BTG Pactual havia se comprometido a ficar com as ações que não fossem vendidas aos investidores e acabou levando para casa 40% dos papéis.

O preço por ação da Estapar foi definido em R$ 10,50, no piso da faixa indicativa – que variava até R$ 13,00. Com o código "ALPK3", os papéis operaram em forte queda desde a estreia e fecharam em queda de 9,05%, cotados a R$ 9,55.

100% virtual

“A chegada da Estapar faz parte de uma história que vamos contar com todo orgulho”, afirmou André Iasi, presidente da companhia, durante a cerimônia virtual que marcou o IPO.

Iasi destacou o fato de que, mesmo em um momento tão adverso do mercado, a Estapar contou com a confiança de investidores nacionais e estrangeiros que participaram da oferta.

Todas as apresentações a investidores locais e externos foram feitas de forma remota. “Fizemos o primeiro road show 100% virtual da historia”, afirmou Iasi.

O presidente da B3, Gilson Filkenstein, abriu a cerimônia do IPO da Estapar lembrando que, ao ser questionado por jornalistas no mês passado sobre quando as aberturas de capital voltariam, respondeu que a perspectiva era apenas no quarto trimestre de 2020.

“Eu estava errado, e ainda bem. O mercado de capitais segue sendo uma importante fonte de captação de recursos para os emissores seguirem suas estratégias de crescimento de negócios”, disse.

Leia também:

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

Crise hídrica

Ministro de Minas e Energia descarta racionamento e diz trabalhar para evitar apagão

Com níveis alarmantes nas usinas hidrelétricas, até mesmo a volta do horário de verão é considerada por alguns membros do governo e indústria

Negócio da China?

SEC confirma pausa em IPOs de empresas chinesas; agência reguladora dos EUA fará novas orientações sobre riscos

Em meio à ofensiva regulatória de Pequim, a SEC busca novas orientações ao mercado sobre os riscos envolvidos em comprar ações de companhias do país asiático

Passo à frente

Rumo ao “outro patamar”: EQI, que trocou a XP pelo BTG, recebe autorização para abrir corretora

Depois de ser pivô de disputa entre os bancos, escritório de agentes autônomos dá um passo decisivo para ter “vida própria” no mercado

Estreia forte

Ações da ClearSale estreiam na bolsa com disparada de 20% após IPO

No 40º IPO na B3 no ano, empresa de soluções antifraude movimentou pouco mais de R$ 1 bilhão

Deu ruim, Jeff Bezos

Quando o bom não é suficiente: Amazon despenca e afunda o Nasdaq após trimestre frustrante

As ações da Amazon têm a maior queda desde março do ano passado, afetadas pela perspectiva de desaceleração no crescimento das receitas

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies