Menu
2020-03-25T08:17:42-03:00
Estadão Conteúdo
mudanças no horizonte

Moody’s altera perspectiva da indústria aeroespacial e de defesa para ‘negativa’

Perspectiva para a indústria aeroespacial e de defesa global era mantida em “estável” pela Moody’s desde dezembro de 2019

25 de março de 2020
8:17
Avião
Imagem: Shutterstock

A Moody's alterou sua perspectiva para a indústria aeroespacial e de defesa global, de "estável" para "negativa", em razão da pandemia de coronavírus.

"A duração incerta e disseminação do surto de coronavírus causaram fortes cortes de capacidade e estresse financeiro para as companhias aéreas", disse a agência de classificação de risco. "Esperamos que as companhias aéreas e locadoras de aviões atrasem entregas de aviões comerciais para reduzir o impacto em seus balanços financeiros. Há também o possível enfraquecimento da demanda de passageiros após a crise", acrescentou a Moody's.

A perspectiva para a indústria aeroespacial e de defesa global era mantida em "estável" pela Moody's desde dezembro de 2019, depois de ficar em "positiva" nos quatro anos anteriores.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

BAD TRIP

CVC praticamente não tem receita no 2º trimestre por conta da covid-19

Pandemia paralisa turismo no País e faz empresa registrar prejuízo de R$ 252,1 milhões

Esquenta dos mercados

Otimismo externo e ausência de pressão local apontam para abertura em alta do Ibovespa

Rumo do dia será definido pelas negociações em torno de um novo pacote de estímulo nos EUA; prazo para acordo expira hoje

Brasil registra 271 óbitos pela covid-19 e 15.383 novos casos em 24h

País acumula 154.176 mortos e 414.892 pessoas em tratamento

Eleições nos EUA

Trump ou Biden? Qual candidato é melhor para os seus investimentos?

O mercado estava morrendo de medo de uma vitória democrata, mas agora está meio que torcendo por Biden de olho no tamanho e no alcance dos estímulos fiscais planejados pelo candidato

pacote comercial

Brasil e EUA assinam acordo para facilitar comércio e desburocratizar regulação

O Acordo de Comércio e Cooperação Econômica vinha sendo negociado pelos dois países desde 2011, mas estava em hibernação até a eleição do presidente Jair Bolsonaro

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies