Menu
2020-04-02T12:52:02-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
baixa pelo coronavírus

Latam reduz operações em 95% em abril

Afetada pela pandemia do novo coronavírus, Latam Airlines Brasil diz que continuará voando para 39 destinos com frequências reduzidas

2 de abril de 2020
12:49 - atualizado às 12:52
Avião da Latam
Imagem: Shutterstock

A Latam Airlines e suas subsidiárias anunciaram, nesta quinta-feira, a redução de suas operações em 95% durante o mês de abril de 2020, devido ao fechamento de fronteiras e à baixa demanda, causados pela pandemia do coronavírus.

"As medidas serão avaliadas de forma contínua, com base nas restrições de viagem nos diferentes países, bem como na demanda", afirmou a empresa, em nota.

No Brasil, a Latam Airlines Brasil continuará voando para 39 destinos com frequências reduzidas, conectando com seus hubs (centros de conexão) em São Paulo (Guarulhos e Congonhas), Brasília e Fortaleza.

No Chile, o grupo irá manter frequências reduzidas a 13 de seus 16 destinos domésticos, suspendendo temporariamente voos para Rapa Nui, Castro e Osorno. As operações domésticas das subsidiárias da Latam no Peru, Argentina, Colômbia e Equador permanecem suspensas devido às restrições governamentais dos países.

Nas rotas internacionais, o grupo apontou que vai operar frequências limitadas respectivamente entre Santiago e São Paulo, de Santiago para Miami e Los Angeles, bem como voos de São Paulo para Miami e Nova York.

Cargas

A operação das subsidiárias da Latam Cargo não foi limitada por fechamento de fronteiras e restrições de viagem. "Para dar suporte às exportações e importações e o transporte de bens essenciais na América Latina, o Grupo LATAM Airlines está aumentando a capacidade (em toneladas por quilômetro disponível - ATK) em mais de 15% em sua frota cargueira. Isso inclui um aumento de 21 para 26 voos semanais entre a América do Sul e os Estados Unidos, uma ampliação de 20% em operações de carga entre a América do Sul e a Europa, bem como a operação de aeronaves de passageiros para voos exclusivamente de carga".

Nova direção

A empresa lembrou ainda que Roberto Alvo assumiu o papel de CEO do Grupo Latam Airlines em 1º de abril. Da mesma forma, o ex-CEO, Enrique Cueto, foi nomeado pelo Conselho Administrativo como novo membro do conselho, em substituição a Juan José Cueto, que efetivou sua renúncia ontem. Na próxima Assembleia Geral Ordinária de Acionistas, o novo Conselho Administrativo deverá ser eleito e renovado.

*Com Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

balanço do dia

Covid-19: casos sobem para 15,5 milhões e mortes, para 432,6 mil

O total de vidas perdidas durante a pandemia subiu para 432.628. Entre ontem e hoje, foram registradas 2.211 novas mortes.

O MELHOR DO SEU DINHEIRO

Mudaram as estações, mas nada mudou na bolsa

Quem olha para o saldo do Ibovespa na semana pode achar que os últimos dias foram um marasmo. O índice, afinal, ficou praticamente estável — uma quase desprezível queda de 0,13%. “Mas eu sei que alguma coisa aconteceu / tá tudo assim, tão diferente”, já dizia a música. E é verdade: nada mudou na bolsa, […]

Fechamento da semana

Inflação americana e minério de ferro vivem ‘dias de luta e dias de glória’, monopolizando a semana; dólar avança e bolsa recua no período

O minério de ferro puxou Vale e siderúrgicas para cima – mas depois derrubou. A inflação americana também assustou, mas conseguiu acalmar o ânimo dos investidores. Confira tudo o que movimentou a semana

Engordando o caixa

Petrobras gera US$ 2,5 bilhões com desinvestimentos em 2021; venda mais recente é para fundo árabe

E a estatal não deve parar por aí, pois o diretor financeiro da empresa já reafirmou a intenção de continuar com o programa de venda de ativos

Em evento do BofA

Presidente do BC revela preocupação com análise de autonomia no STF e planos para PIX internacional

Campos Neto e o ministro da Economia, Paulo Guedes, têm conversado com ministros da Corte sobre os questionamento acerca do tema

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies