2020-10-05T18:31:36-03:00
Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
banco adota cautela

Cogna fecha em queda após rebaixamento do JP Morgan e chega a arrastar ações do setor

Banco cortou a recomendação da ação da Cogna de neutra para venda com cenário pior para segmento de ensino presencial. Papéis de Yduqs, Anima e Ser são arrastados

5 de outubro de 2020
13:50 - atualizado às 18:31
Painel colorido com o símbolo da Cogna
Imagem: Divulgação/Cogna

As ações da Cogna estiveram entre as maiores quedas do Ibovespa nesta segunda-feira (5), após o JP Morgan rebaixar a recomendação para os papéis da companhia de "neutra" para "venda", citando cautela com a piora para o segmento de ensino superior presencial. O preço-alvo para a ação também foi cortado, de R$ 6 para R$ 5.

Outras empresas do setor de educação também caíram na bolsa, tragadas pelo mau desempenho da Cogna, mas conseguiram se recuperar até o fim do pregão, fechando em alta. Os papéis ordinários (ON) da Cogna (COGN3) fecharam em queda de 1,67%, a R$ 5,31, enquanto o Ibovespa avançou 2,21%, aos 96.089 pontos.

De acordo com análise do banco, o principal negócio da Cogna — que representa 41% das receitas estimadas da empresa para 2020 — deve mostrar queda de 40% no número de matrículas no segundo semestre do ano.

Além disso, a projeção é que no período o grupo de educação tenha baixa de 24% em sua base de estudantes no comparativo anual e níveis muito altos de provisionamento de inadimplência.

De outro lado, o JP Morgan enxerga melhora no segmento de ensino a distância, para o qual estima alta de 20% no número de matrículas e 14% de expansão da base na segunda metade do ano.

'Visibilidade baixa'

O negócio de ensino presencial da Cogna deverá ser reestruturado, conforme a empresa anunciou após os resultados do segundo trimestre, com o foco em cursos de maior valor agregado.

Ao mesmo tempo, a Cogna deverá direcionar outros cursos para o ensino a distância. Ainda assim, o JP Morgan considera que "a visibilidade é baixa neste momento".

"Até agora, a divulgação do plano tem sido limitada, mas nós estimamos que cursos de baixo valor agregado compreendem 40% da base de alunos e 30% das receitas", diz o banco no documento.

Os analistas do JP Morgan também notam um nível elevado de alavancagem e que um Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) fraco da empresa traria a alavancagem para perto dos limites estabelecidos para o cumprimento de obrigações de dívida (covenants).

O JP Morgan também avalia que os papéis da Cogna estão sendo negociados a um múltiplo esticado — o que significa que o papel está caro em relação a um de seus pares, a Yduqs.

Desconsiderando a fatia que possui em valor de mercado na Vasta, a ação da Cogna é hoje negociada a um múltiplo de 12 vezes o EV/EBITDA estimado para 2021 (indicador que mostra se uma empresa está sub ou supervalorizada), contra um múltiplo de 10 vezes para a Yduqs.

Comentários
Leia também
DINHEIRO QUE PINGA NA SUA CONTA

Uma renda fixa pra chamar de sua

Dá para ter acesso a produtos melhores do que encontro no meu banco? (Spoiler: sim).

NOVO MODELO DE NEGÓCIOS

Varejo adota ‘loja-contêiner’ para fugir dos custos de shoppings e aluguéis; conheça o que são os estabelecimentos modulares

A estreante no formato é a Chilli Beans, de óculos de sol. “Acho que não teria uma Eco Chilli se não houvesse pandemia”, afirma o CEO, Caito Maia

NÃO MEXE NO MEU QUEIJO

Membros do mercado financeiro defendem Lei das Estatais em documento enviado ao ao Congresso; revogação seria ‘retrocesso’

O texto também cita o relatório de 2020 em que a OCDE afirma que a Lei das Estatais deixou os conselhos de empresas públicas mais independentes de interferências

NESTA SEGUNDA-FEIRA

Governador de São Paulo fará coletiva nesta segunda-feira após Bolsonaro aprovar isenção do ICMS sem garantia de compensação aos estados

O presidente da República vetou o fundo de ajuda aos estados após sancionar o teto do imposto estadual

SEU DOMINGO EM CRIPTO

‘Compre na baixa’ anima e bitcoin (BTC) busca os US$ 22 mil; criptomoedas aguardam semana de olho no Fed

Entre os destaques da próxima semana estão o avanço dos juros nos Estados Unidos e um possível default da Rússia

DE OLHO NO FUTURO

Goldman Sachs quer entrar no mundo da ‘renda fixa’ em criptomoedas e lidera grupo para comprar a Celsius por US$ 2 bilhões

O staking vem crescendo nos últimos meses e é motivo de certa preocupação após o caso da Celsius — e o banco de Wall Street quer um pedaço dele

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies