🔴 EVENTO GRATUITO: COMPRAR OU VENDER VALE3? INSCREVA-SE

Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
Graduado em Jornalismo pela USP, passou pelas redações de Bloomberg e Estadão.
banco adota cautela

Cogna fecha em queda após rebaixamento do JP Morgan e chega a arrastar ações do setor

Banco cortou a recomendação da ação da Cogna de neutra para venda com cenário pior para segmento de ensino presencial. Papéis de Yduqs, Anima e Ser são arrastados

Felipe Saturnino
Felipe Saturnino
5 de outubro de 2020
13:50 - atualizado às 18:31
Painel colorido com o símbolo da Cogna
Imagem: Divulgação/Cogna

As ações da Cogna estiveram entre as maiores quedas do Ibovespa nesta segunda-feira (5), após o JP Morgan rebaixar a recomendação para os papéis da companhia de "neutra" para "venda", citando cautela com a piora para o segmento de ensino superior presencial. O preço-alvo para a ação também foi cortado, de R$ 6 para R$ 5.

Outras empresas do setor de educação também caíram na bolsa, tragadas pelo mau desempenho da Cogna, mas conseguiram se recuperar até o fim do pregão, fechando em alta. Os papéis ordinários (ON) da Cogna (COGN3) fecharam em queda de 1,67%, a R$ 5,31, enquanto o Ibovespa avançou 2,21%, aos 96.089 pontos.

De acordo com análise do banco, o principal negócio da Cogna — que representa 41% das receitas estimadas da empresa para 2020 — deve mostrar queda de 40% no número de matrículas no segundo semestre do ano.

Além disso, a projeção é que no período o grupo de educação tenha baixa de 24% em sua base de estudantes no comparativo anual e níveis muito altos de provisionamento de inadimplência.

De outro lado, o JP Morgan enxerga melhora no segmento de ensino a distância, para o qual estima alta de 20% no número de matrículas e 14% de expansão da base na segunda metade do ano.

'Visibilidade baixa'

O negócio de ensino presencial da Cogna deverá ser reestruturado, conforme a empresa anunciou após os resultados do segundo trimestre, com o foco em cursos de maior valor agregado.

Ao mesmo tempo, a Cogna deverá direcionar outros cursos para o ensino a distância. Ainda assim, o JP Morgan considera que "a visibilidade é baixa neste momento".

"Até agora, a divulgação do plano tem sido limitada, mas nós estimamos que cursos de baixo valor agregado compreendem 40% da base de alunos e 30% das receitas", diz o banco no documento.

Os analistas do JP Morgan também notam um nível elevado de alavancagem e que um Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização) fraco da empresa traria a alavancagem para perto dos limites estabelecidos para o cumprimento de obrigações de dívida (covenants).

O JP Morgan também avalia que os papéis da Cogna estão sendo negociados a um múltiplo esticado — o que significa que o papel está caro em relação a um de seus pares, a Yduqs.

Desconsiderando a fatia que possui em valor de mercado na Vasta, a ação da Cogna é hoje negociada a um múltiplo de 12 vezes o EV/EBITDA estimado para 2021 (indicador que mostra se uma empresa está sub ou supervalorizada), contra um múltiplo de 10 vezes para a Yduqs.

Compartilhe

EM LIBERDADE

Entenda por que o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, e os pastores foram soltos por ordem de desembargador

23 de junho de 2022 - 16:15

Enquanto isso, o Senado consegue o número mínimo de assinaturas para a abertura de uma CPI sobre o caso; confira os próximos passos que devem ser tomados

MANDADO DA PF

Entenda por que o ex-ministro da Educação, Milton Ribeiro, foi preso — e saiba quem são os pastores envolvidos no caso

22 de junho de 2022 - 12:43

A operação conduzida pela Polícia Federal investiga a responsabilidade do ex-ministro no caso do gabinete paralelo do MEC e também tem como alvos os pastores Gilmar dos Santos e Arilton Moura

NA SAÚDE E NA DOENÇA

Parceria bilionária entre Dasa (DASA3) e Inspirali, da Ânima (ANIM3), sai do papel com foco em formação médica; confira detalhes do projeto

18 de maio de 2022 - 13:40

Iniciativa deve beneficiar os mais de 10 mil estudantes de Medicina da Inspirali assim como os médicos que fazem parte das mais de 900 unidades de medicina diagnóstica e hospitais da Dasa

DESTAQUES DO PREGÃO

Cogna (COGN3) dispara quase 20% após balanço surpreendente e puxa o setor de educação para o alto; Yduqs (YDUQ3) sobe 9,41%

25 de março de 2022 - 14:51

O prejuízo ajustado da Cogna (COGN3) caiu 87,3% no trimestre, para R$ 74,9 milhões; sem ajuste, a empresa teve lucro de R$ 65 milhões

NA FILA DA APROVAÇÃO

Será que a Cogna (COGN3) passou de ano? Goldman Sachs corta preço-alvo e agora vê potencial de alta de 11% para ação; confira as novas estimativas

31 de janeiro de 2022 - 14:06

Empresa do setor de educação vem sofrendo com a redução dos recursos do Fies e com o efeito da pandemia sobre seu público-alvo, o que leva a uma baixa anual acumulada de quase 50% dos seus papéis

DESFIBRILANDO VALOR

Aporte de R$ 1 bilhão destrava valor na Ânima; ação dispara quase 30% na B3, e XP recomenda compra

30 de novembro de 2021 - 12:39

Para analistas, aporte bilionário condicionado a reorganização societária deve destravar valor e diminuir alavancagem da instituição de ensino

Ações para ficar de olho

Cogna (COGN3), Yduqs (YDUQ3), Ser (SEER3) ou Ânima (ANIM3)? Qual a melhor ação para a sua carteira passar de ano?

2 de outubro de 2021 - 7:49

O setor de educação foi afetado pela Covid. Veja algumas ideias de investimento em Cogna (COGN3), Yduqs (YDUQ3), Ser (SEER3) e Ânima (ANIM3)

Cardápio de balanços

Reta final com IRB, Yduqs, Cruzeiro do Sul, Cemig e Gafisa – Os resultados que podem mexer com o mercado nesta terça

17 de agosto de 2021 - 7:55

Empresas que deixaram para apresentar seus números do segundo trimestre no último dia do prazo ficam no radar dos investidores

Mais uma prova

Vai animar o mercado? Ânima Educação (ANIM3) consegue melhorar resultados financeiros e operacionais no segundo trimestre

16 de agosto de 2021 - 7:23

Lucro, Ebitda e base de alunos cresceram na comparação com o ano passado, enquanto a proporção de desistências nos cursos de graduação recuou

Sem empolgação

Melhora muito aguardada: Cogna (COGN3) sobe com trimestre melhor que o esperado, mas futuro ainda inspira cautela

13 de agosto de 2021 - 14:37

Empresa diminuiu bastante seu prejuízo, mas analistas preferem esperar um ponto de inflexão mais claro na geração de caixa livre

Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies

Continuar e fechar