Menu
2020-01-30T08:10:52-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
ficou para depois

Grupo Odebrecht adia assembleia para 18 de março

Plano de recuperação judicial está previsto para ser entregue uma semana antes, no dia 13 de março. A companhia tem uma dívida declarada de R$ 98,5 bilhões

30 de janeiro de 2020
8:10
Odebrecht
Imagem: Shutterstock

A assembleia de credores do grupo Odebrecht foi adiada para o dia 18 de março. O plano de recuperação judicial está previsto para ser entregue uma semana antes, no dia 13 de março. A companhia tem uma dívida declarada de R$ 98,5 bilhões.

A decisão foi tomada nessa quarta-feira (29) em reunião que durou pouco mais de 20 minutos e teve apenas um voto contrário ao adiamento de uma entidade que detém participação inferior a 1% na companhia.

Eduardo Munhoz, advogado da Odebrecht, disse que as negociações com os credores estão avançando. "Existem pontos de divergência, mas não um impasse entre a companhia e os credores. Não é normal tantos adiamentos, mas sentimos que a negociação está avançando, ficando mais madura."

A proteção à Justiça foi pedida em junho do ano passado. Entre os credores estão Banco do Brasil, Itaú, Bradesco, Santander e BNDES, detentores de créditos de R$ 13 bilhões garantidos por ações da petroquímica Braskem.

A Caixa, que não tem essa mesma garantia, tem sido um ponto discordante na estratégia de recuperação. Há ainda um impasse com o BNDES, maior credor entre as instituições públicas, com R$ 8,7 bilhões. O banco de fomento quer tirar a Odebrecht do controle da Atvos, empresa de açúcar e álcool do grupo.

*Com informações do jornal O Estado de S. Paulo e Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

seu dinheiro na sua noite

Petróleo, minério e tudo que há de bom

Entre o fantasma do Orçamento com pedaladas, a besta da PEC “fura-teto”, o gigante da CPI da Covid e o monstro da pandemia, o Ibovespa conseguiu hoje engatar a terceira alta seguida e fechar acima dos simbólicos 120 mil pontos, marca que o índice não via desde fevereiro. Mas como pode? Bem, mais uma vez […]

hoje não

Hering rejeita proposta da Arezzo para potencial fusão

Segundo a Cia. Hering, a proposta “não atende ao melhor interesse dos acionistas e da própria companhia”

Polêmica na privatização

CVM vai investigar CEEE por suposta omissão na divulgação de informações

A autarquia começará a apuração de uma denúncia de omissão de fatos relevantes sobre a privatização da estatal gaúcha

FECHAMENTO

Commodities em alta levam o Ibovespa acima dos 120 mil pontos pela primeira vez desde fevereiro; dólar recua

O clima incerto em Brasília segue assombrando os investidores, mas ainda assim a bolsa brasileira consegue fôlego com as commodities para se manter no azul

Combinação promete

Aura Minerals (AURA33): ouro e dividendos no mesmo investimento

Max Bohm, sócio e analista de Empiricus, enxerga um potencial enorme de crescimento na combinação oferecida pela mineradora

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies