Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-11-14T14:41:21-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
CARDÁPIO DE BALANÇOS

Cosan, CVC e Cemig: os balanços que mexem com o mercado na segunda

Companhias revelaram os resultados do terceiro trimestre deste ano, período ainda marcado pelo impacto da pandemia

14 de novembro de 2020
14:41
balanços
Imagem: Shutterstock

A Cosan (CSAN3), CVC (CVCB3) e Cemig (CMIG4) foram algumas das empresas que divulgaram os resultados trimestrais na sexta-feira (13), após o fechamento do mercado.

Integrantes do Ibovespa, seus balanços devem repercutir no pregão desta segunda-feira (14). Confira os destaques das demonstrações destas companhias:

CVC

A operadora de turismo, que nos últimos tempos se vê às voltas de problemas como fraude contábil e paralisação das atividades por conta da pandemia, informou que registrou no terceiro trimestre sinais de retomada – as vendas em setembro atingiram 35% do apurado no mesmo período de 2019, enquanto em abril o percentual foi de 2%. Mas a crise da covid-19 continuou pesando em seu desempenho, derrubando a receita.

  • Prejuízo líquido: R$ 212,166 milhões (revertendo lucro)
  • Receita líquida: R$ 62,026 milhões (↓85,5%)
  • Ebitda: R$ -129,3 milhões (revertendo lucro)

Cosan

O grupo de energia e infraestrutura registrou uma queda de 63% do lucro líquido no terceiro trimestre por conta do efeito negativo da marcação a mercado das ações da Rumo e menor rendimento de aplicações financeiras, bem como redução no lucro líquido da Raízen Energia e Compass. A receita contábil cresceu 1%, enquanto a receita proforma, que considera a consolidação de 50% dos resultados da Raízen Combustíveis e Raízen Energia caiu 7%.

  • Lucro líquido: R$ 303,839 milhões (↓63%)
  • Receita líquida: R$ 3,7 bilhões (↑1%)
  • Ebitda proforma: R$ 1,916 bilhão (↓12,4%)

Cemig

A companhia estatal de energia de Minas Gerais reverteu o prejuízo apurado no mesmo período de 2019 e teve lucro no terceiro trimestre. O resultado do ano passado foi prejudicado pelo reconhecimento de contingência tributária relativa a ações que discutem a incidência de contribuições previdenciárias sobre o pagamento de participações nos lucros e resultados. Mas a empresa também foi beneficiada pela reversão de provisão para dívidas de consumo e serviços de energia elétrica da administração direta e indireta do Estado de Minas, além do crescimento de 5% da receita.

  • Lucro líquido: R$ 545,064 milhões (revertendo prejuízo)
  • Receita líquida: R$ 6,369 bilhões (↑5%)
  • Ebitda: R$ 1,423 bilhão (↑628,7%)

* Com informações da Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

de olho na inovação

Amazon sinaliza interesse por criptomoedas em anúncio de emprego

Empresa procura “um líder de produto experiente para desenvolver a estratégia e o roadmap de produtos e moedas digitais

balanço em foco

Lucro da Hypera Pharma aumenta 18% no segundo trimestre

Cifra chegou a R$ 470,6 milhões no período; companhia obteve alta de 43,5% na receita líquida, a R$ 1,5 bilhão

seu dinheiro na sua noite

Quebrando recordes na corrida dos ETFs

A pira foi acesa em Tóquio: os Jogos Olímpicos estão oficialmente abertos — e eu estou empolgadíssimo. Não sei vocês, mas eu adoro as Olimpíadas, principalmente os esportes não muito convencionais. Claro, é legal assistir futebol, vôlei e basquete, mas eu gosto mesmo é de ver as modalidades que nunca passam na TV. Duelo de […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Inflação salgada pressiona juros, mas dados americanos amenizam alta do dólar — já a bolsa não escapou da queda

Em semana recheada de ruídos políticos e incertezas, o Ibovespa acumulou uma queda de 0,72%. Já o dólar à vista subiu 1,86%, a R$ 5,2105

de olho no ir

Alta da arrecadação não dá ‘total liberdade’ para reduzir impostos, diz secretário do Tesouro

Jeferson Bittencourt considerou também que a reforma do IR ainda está em aberto, com muito para se discutir

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies