Menu
2020-04-08T09:20:49-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
de olho na crise

Vendas de carros na China sofrem queda de 36% em março; país prepara estímulos

Queda é menor do que o tombo de 78% registrado em fevereiro, quando o surto do novo coronavírus na China estava no auge

8 de abril de 2020
9:20
Indústria na China
Fábrica de automóveis em Linhai, cidade no nível do condado em Taizhou, província de Zhejiang. Leste da China. - Imagem: Shutterstock

As vendas de automóveis no setor varejista da China sofreram queda anual de 36% em março, segundo dados preliminares divulgados hoje pela associação de montadoras local.

A queda, porém, é bem menor do que o tombo de 78% registrado em fevereiro, quando o surto do novo coronavírus na China estava no auge, ressaltou a associação.

Apenas no primeiro mês de março, as vendas de carros recuaram 50% ante igual período do ano passado. Na última semana do mês, porém, o declínio havia suavizado para 24%, de acordo com a associação.

Os governos central e locais da China adotaram medidas de incentivo às vendas de carros, como parte de uma estratégia para conter a desaceleração econômica provocada pelo vírus, mas a associação não prevê uma recuperação no curto prazo, uma vez que deve demorar um pouco para que as iniciativas tenham efeito.

Pacote de estímulos

A China deverá anunciar um grande pacote de estímulo em breve, afirmam economistas do banco Nomura. A maior parte das medidas deve vir do Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês). "O tamanho do estímulo recebido pode surpreender os mercados", diz o documento.

O banco Nomura espera que Pequim aumente seu déficit real para mais de 13% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020, o que significa um pacote de estímulo no valor de 10 trilhões de yuans, ou aproximadamente US$ 1,428 trilhão. Fonte: Dow Jones Newswires.

*Com Dow Jones Newswires e Estadão Conteúdo

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Rombo nas contas assusta

Decisão do STF sobre ICMS pode acelerar reforma tributária

O risco de um desfalque maior na arrecadação do governo deve intensificar os esforços da equipe econômica para acelerar a tramitação das mudanças no Congresso

Reação ao balanço

Lucrou, mas não empolgou. Ações do IRB caem mesmo com melhora no resultado

Papéis da resseguradora (IRBR3) estavam entre as maiores quedas do Ibovespa nesta sexta-feira; Credit Suisse vê piora operacional da companhia

Prepare o bolso

Petrobras diz que manterá ritmo de reajustes nos preços de combustíveis

Um executivo confirmou que não haverá mudanças na política de preços da estatal, que segue sem frequência definida

Educação

Ações da Cogna avançam, mesmo com prejuízo líquido de R$ 90,975 milhões no 1º trimestre

Confira outros destaques do balanço da empresa, que viu uma queda de 18,1% nos investimentos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies