Menu
2020-09-23T12:15:31-03:00
Estadão Conteúdo
Efeitos da pandemia

Setor externo tem superávit de US$ 3,721 bi em agosto, revela Banco Central

A balança comercial registrou saldo positivo de US$ 5,960 bilhões em agosto, enquanto a conta de serviços ficou negativa em US$ 1,346 bilhão

23 de setembro de 2020
12:15
balança comercial
Imagem: Shutterstock

Após o superávit de US$ 1,628 bilhão em julho, o resultado das transações correntes ficou positivo em agosto deste ano, em US$ 3,721 bilhões, informou nesta quarta-feira o Banco Central (BC). Este é o melhor resultado para meses de agosto na série histórica do BC, iniciada em 1995.

Os dados refletem os efeitos da pandemia do novo coronavírus, que a partir de março se intensificou no Brasil, reduzindo o volume de importações de produtos. A autarquia projetava para o mês passado superávit de US$ 2,2 bilhões na conta corrente.

A balança comercial registrou saldo positivo de US$ 5,960 bilhões em agosto, enquanto a conta de serviços ficou negativa em US$ 1,346 bilhão. A conta de renda primária também ficou deficitária, em US$ 1,188 bilhão. No caso da conta financeira, o resultado ficou positivo em US$ 3,964 bilhões.

No acumulado do ano até agosto, o rombo nas contas externas soma US$ 8,539 bilhões. A estimativa atual do BC é de déficit em conta corrente de US$ 13,9 bilhões em 2020. Este cálculo, no entanto, será atualizado amanhã por meio do Relatório Trimestral de Inflação (RTI).

Nos 12 meses até agosto deste ano, o saldo das transações correntes está negativo em US$ 25,446 bilhões, o que representa 1,64% do Produto Interno Bruto (PIB). Este é o menor porcentual desde junho de 2018 (1,49%).

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

termômetro

Tesla, Robinhood e GM: as apostas do bilionário Jorge Paulo Lemann

Empresário brasileiro respondeu quais seriam os investimentos de curto e longo prazo, em uma espécie de termômetro sobre a confiança em torno do negócio

escolha da CEO

Criptomeme bilionário, $moda$ de Hering e Arezzo, aposta contra o BC… veja o que bombou na semana no Seu Dinheiro

Você apostaria contra o Banco Central do Brasil?  Não falo de apostas mequetrefes com a turma do escritório, do tipo “quem perder paga uma rodada”.  Estou falando de colocar o seu patrimônio em investimentos que podem dar retornos altos se o BC estiver errado. Pois é justamente o que defende Rogério Xavier, da SPX Capital, um […]

empresa de porto alegre

Startup Zenvia entra com pedido de IPO na Nasdaq

Empresa quer levantar até US$ 100 milhões; oferta terá seus recursos destinados para pagar o montante utilizado na aquisição da startup D1, entre outros

LDO

LDO de 2022 prevê ‘vacinas’ contra manobras do Orçamento

Proposta exclui a possibilidade de indicação das emendas de relator e proíbe o Congresso de subestimar despesas obrigatórias sem aval do Executivo

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies