Menu
2020-05-04T16:24:56-03:00
Estadão Conteúdo
Melhor desde 2017

Balança comercial tem superávit de US$ 6,7 bilhões em abril, perto do teto

Balança comercial brasileira registrou saldo positivo de US$ 6,702 bilhões em abril, o melhor resultado para o mês desde 2017, apesar de reduções tanto nas exportações quanto nas importações

4 de maio de 2020
16:05 - atualizado às 16:24
exportações
Imagem: Shutterstock

A balança comercial brasileira registrou saldo positivo de US$ 6,702 bilhões em abril, o melhor resultado para o mês desde 2017, apesar de reduções tanto nas exportações quanto nas importações. Os dados foram divulgados nesta segunda-feira, 4, pela Secretaria de Comércio Exterior do Ministério da Economia.

O superávit veio próximo do teto das estimativas na pesquisa do Projeções Broadcast, que ia de superávit de US$ 3,620 bilhões a US$ 6,900 bilhões. A mediana era de US$ 6,3 bilhões.

O saldo de abril ficou acima do registrado no mesmo mês do ano passado, quando o resultado foi positivo em US$ 5,6 bilhões.

No acumulado do ano, o superávit da balança está em US$ 12,264 bilhões, menos que os US$ 14,7 bilhões registrados em igual período de 2019. O Brasil está exportando menos e também comprando menos de outros países, ou seja, há uma redução na corrente de comércio com o resto do mundo.

No mês passado, as exportações somaram US$ 18,312 bilhões, uma queda de 0,3% na média diária ante abril de 2019. Já as importações chegaram a US$ 11,611 bilhões, um recuo de 10,5% na mesma comparação.

Apenas na quinta semana de abril, a balança registrou um superávit de US$ 1,768 bilhão.

Superávit no ano

O governo prevê um superávit de US$ 46,6 bilhões na balança comercial em 2020.

O saldo será resultado de US$ 199,8 bilhões em exportações e US$ 153,2 bilhões em importações. Ambos os resultados são piores do que em 2019, demonstrando uma expectativa de redução na corrente de comércio com o resto do mundo.

No ano passado, a balança ficou positiva em US$ 48,0 bilhões, com uma corrente de comércio (soma de exportações e importações) de US$ 402,7 bilhões. Neste ano, a expectativa é que essa corrente fique em US$ 353,0 bilhões.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Quem é a Pi

Uma plataforma de investimentos feita para ajudar a atingir seus objetivos por meio de uma experiência #simples, #segura, #acessível e #transparente.

seu dinheiro na sua noite

E essa Black Friday em ano de crise, vai dar bom?

Estamos prestes a viver uma Black Friday num ano de forte crise, em que as pessoas ficaram confinadas em casa. Definitivamente não é o melhor dos cenários para uma data tão voltada para o consumo. Por outro lado, foi na internet que a Black Friday ganhou força no Brasil, e o e-commerce deu um enorme […]

alta de 32% no ano

Parte da desvalorização maior do real se deve à dívida, diz presidente do BC

Roberto Campos Neto lembrou que o encerramento do ano é, tradicionalmente, um período de mais remessas de recursos ao exterior

fim do dia

O rali continua: Ibovespa deixa Wall Street de lado e sobe quase 20% em novembro

Ações de CVC e siderúrgicas lideram alta do índice. Dólar cai com fluxo e divulgação do dado das contas externas e juros recuam de olho em fiscal

Em pleno calendário eleitoral

Senado aprova mudanças na Lei de Falências

O projeto amplia o financiamento a empresas em recuperação judicial, permite o parcelamento e o desconto para pagamento de dívidas tributárias e possibilita aos credores apresentar plano de recuperação da empresa

Olha o Gol

Boeing 737-8 Max é autorizado a retornar operações no Brasil pela Anac

A informação é vista com bons olhos pela Gol, que é a única credenciada a operar o modelo no Brasil.

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies