Menu
2020-04-17T07:27:46-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
efeito coronavírus

PIB da China desaba 6,8% no primeiro trimestre

É a primeira contração nos três primeiros meses do ano desde 1992; houve queda na produção industrial e também em vendas de moradia

17 de abril de 2020
7:27
shutterstock_1623243526
Notas de 100 yuans com máscara facial. - Imagem: Shutterstock

A economia da China se contraiu pela primeira vez desde pelo menos 1992 no primeiro trimestre, quando a pandemia do coronavírus fechou fábricas e manteve milhões confinados em seus lares.

O Produto Interno Bruto (PIB) caiu 6,8% no primeiro trimestre em relação a igual período de 2019, comparado com um crescimento de 6,0% no quarto trimestre de 2019, informou nesta sexta-feira (pelo horário local) o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS) chinês.

O resultado veio melhor do que a mediana das projeções coletadas pelo Wall Street Journal junto a economistas, de contração de 8,3%.

Foi a primeira vez que a economia teve uma contração em um primeiro trimestre desde 1992, que foi quando o governo começou a divulgar números trimestrais.

Na margem, em relação ao trimestre anterior, a economia ficou 9,8% menor no período entre janeiro e março de 2020.

Produção Industrial

A produção industrial chinesa caiu 1,1% em março em comparação com igual período no ano passado, após um declínio de 13,5% no período englobando janeiro e fevereiro, informou nesta sexta-feira (pelo horário local) o Escritório Nacional de Estatísticas (NBS). Economistas consultados pelo Wall Street Journal previam uma queda de 7,5%.

O investimento em ativos fixos no primeiro trimestre recuou 16,1%, comparado com uma perda de 24,5% no período que abrange janeiro e fevereiro e em linha com as projeções.

Contando apenas o mês de março, as vendas no varejo sofreram uma queda de 15,8% ma comparação anual, após uma baixa de 20,5% nos primeiros dois meses do ano. O resultado ficou aquém da previsão, que era de recuo de 8,0% em março.

O NBS também informou que a taxa de desemprego urbana ficou em 5,9% no fim de março, melhorando da taxa de 6,2% de fevereiro.

Vendas de moradia

As vendas de moradias na China em valor sofreram contração de 22,8% no primeiro trimestre em relação a igual período do ano passado, segundo dados do NBS. Apesar de negativo, o resultado sinaliza melhora, uma vez que as vendas do primeiro bimestre tinham caído em ritmo anual ainda mais forte, de 34,7%.

Já os investimentos no desenvolvimento de projetos imobiliários tiveram queda anual de 7,7% no primeiro trimestre, menor do que a redução de 16,3% vista no primeiro bimestre.

As construções iniciadas - considerando-se tanto residências quanto propriedades comerciais - diminuíram 27,2% no confronto anual do primeiro trimestre. Nos primeiros dois meses de 2020, o recuo anual neste segmento havia sido de 44,9%.

*Com Estadão Conteúdo e Dow Jones Newswires

Comentários
Leia também
ENCRUZILHADA FINANCEIRA

Confissões de um investidor angustiado

Não vou mais me contentar com os ganhos ridículos que estou conseguindo hoje nas minhas aplicações. Bem que eu queria ter alguém extremamente qualificado – e sem conflito de interesses – para me ajudar a investir. Só que eu não tenho o patrimônio do Jorge Paulo Lemann. E agora?

FECHAMENTO

Atritos políticos e covid-19 voltam para assombrar o mercado e Ibovespa recua mais de 2%; dólar sobe forte

Existe uma certa desconfiança de que o plano de US$ 1,9 trilhão apresentado por Biden encontre dificuldades de ser aprovado pelo Congresso, ainda que o democrata tenha conquistado a maioria das duas casas. No Brasil, situação do coronavírus reacende a pressão sobre o cenário fiscal

match com o mercado?

Concorrente do Tinder, Bumble pode levantar US$ 100 milhões em IPO

Ações da empresa estreiam em fevereiro na Nasdaq; companhia, que é dona do Badoo, não deu lucro no ano passado

pandemia

Itamaraty confirma que Índia atrasará entrega de vacinas

Chanceler indiano atribuiu o atraso na liberação a “problemas logísticos” decorrentes das dificuldades de conciliar o início da campanha de vacinação no país de mais de 1,3 bilhão de habitantes

DESTAQUES DA BOLSA

Localiza e Unidas caem com temores sobre Cade; JHSF é destaque após prévia do 4º trimestre

Coronavírus, Cade e dólar alto… Confira as razões por trás dos melhores (e piores) desempenhos do dia

fique de olho

BC promove alterações na coleta e na divulgação de dados do Focus

Mudanças começam a partir da próxima terça-feira, dia 19, e estarão disponíveis para cerca de 140 instituições que abastecem a pesquisa

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies