Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-01-11T10:02:48-03:00
Estadão Conteúdo
Falando em Selic

Oxford Economics: pressão na inflação pela alta da carne não vai impedir BC de fazer novo corte de juros

Previsão da consultoria é que ocorra nova redução da taxa básica na reunião de fevereiro do Comitê de Política Monetária

11 de janeiro de 2020
10:02
Copom
Reunião do Comitê de Política Monetária do Banco Central, responsável por definir a Selic - Imagem: Raphael Ribeiro/BCB

A alta da carne, que pressionou a inflação em 2019, não vai impedir o Banco Central de fazer novo corte de juros, avalia a consultoria inglesa Oxford Economics.

A previsão da casa é que ocorra nova redução da taxa básica na reunião de fevereiro do Comitê de Política Monetária (Copom), de 0,25 ponto porcentual.

A Oxford vê espaço ainda para cortes adicionais pela frente, mas acredita que esta deve ser a última redução, com a Selic ficando em 4,25%.

A Oxford destaca que o IPCA de 2019, que subiu 4,31%, acabou ficando acima da meta de inflação do BC, de 4,25%.

Mas a culpa foi quase que totalmente da carne, em meio a maior demanda da China por conta da febre suína.

Apenas em dois meses, a carne subiu 28% no Brasil, observa a consultoria em relatório.

"Nossas estimativas sugerem que esse choque adicionou 0,7 ponto porcentual ao IPCA", ressalta o economista da Oxford para a América Latina, Marcos Casarin. "Com a provável reversão deste choque nos próximos dois meses, esperamos que a inflação caia de volta para um nível abaixo da meta em 2020", completa.

A consultoria observa que o núcleo do IPCA (excluindo os preços mais voláteis), que ficou em 2,8% em 2019, permanece abaixo do centro da meta do BC. O relatório destaca ainda que a alta do dólar e o aumento da tensão no Oriente Médio nos últimos meses de 2019 também pesaram na inflação.

Comentários
Leia também
OS MELHORES INVESTIMENTOS NA PRATELEIRA

Garimpei a Pi toda e encontrei ouro

Escolhi dois produtos de renda fixa para aplicar em curto prazo e dois para investimentos mais duradouros. Você vai ver na prática – e com a translucidez da matemática – como seu dinheiro pode render mais do que nas aplicações similares dos bancos tradicionais.

Exile on Wall Street

Nos investimentos e na vida, tome cuidado com os atalhos que você quer pegar

Eu estou mergulhado no mercado financeiro há quase 20 anos e não tenho intenção nenhuma de enriquecer rápido. Nas escolhas em que outros desejam velocidade a Empiricus escolhe profundidade

Mercados Hoje

Ibovespa ignora cautela com PIB e variante ômicron do coronavírus e sobe mais de 2%; dólar recua

Mesmo com o PIB vindo abaixo do esperado, os investidores buscam recuperar as perdas dos últimos dias

fundos imobiliários

Investimento em FIIs: O que devo saber para escolher os melhores?

Analista dá 5 dicas valiosas para os investidores se darem bem com fundos imobiliários

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro abre em alta, mesmo com PIB do 3º tri mais fraco, puxado por Nova York e dólar avança para R$ 5,70

O resultado do PIB do terceiro trimestre veio abaixo do esperado, mas dentro do intervalo das projeções

Negócio fechado

Empiricus conclui processo de venda das empresas do grupo para o Banco BTG Pactual

O processo marca o início de uma nova fase na trajetória da Empiricus no mercado financeiro, segundo o CEO do grupo, Caio Mesquita

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies