Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-12-14T09:09:16-03:00
Ivan Ryngelblum
Ivan Ryngelblum
Jornalista formado pela PUC-SP, com pós-graduação em Economia Brasileira e Globalização pela Fipe. Trabalhou como repórter no Valor Econômico, IstoÉ Dinheiro e Agência CMA.
relatório focus

Mercado continua elevando estimativas para inflação em 2020

Relatório Focus mostra revisão positiva das projeções para IPCA pela 18ª semana consecutiva e do IGP-M pela 22ª semana seguida

14 de dezembro de 2020
9:09
inflação-real
Real - Imagem: Shutterstock

As expectativas para a inflação em 2020 não param de ser revisadas para cima pelos economistas. Segundo a mais recente versão do Relatório Focus, divulgado pelo Banco Central (BC) nesta segunda-feira (14), a mediana das projeções para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) alcançou 4,35%.

Esta foi a 18ª vez consecutiva que o boletim indicou avanço nas estimativas. Na semana passada, a mediana atingiu 4,21%, enquanto há quatro semanas ela estava em 3,25%.

As revisões estão acompanhando a alta vista no IPCA nas últimas leituras. Em novembro, ao contrário do esperado pelo mercado, o índice oficial de inflação do Brasil acelerou em relação a outubro, de 0,86% para 0,89%. A leitura do mês passado foi a maior variação para o mês desde 2015, de acordo com o IBGE.

E não é só o IPCA que está sendo revisado para cima. O Relatório Focus mostrou um ajuste nas projeções para o acumulado do Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) em 2020 pela 22ª semana consecutiva, para 24,10%.

Em novembro, a referência para reajuste de contratos de aluguel subiu 3,28%, ficando acima da taxa de 3,23% de outubro, segundo a Fundação Getulio Vargas (FGV), acumulando alta de 21,97% no ano e de 24,52% em 12 meses.

Para 2021, a mediana das projeções para o IPCA ficou estável em relação ao relatório divulgado na semana passada, em 3,34%. As expectativas para o IGP-M passaram de 4,73% para 4,75%.

PIB

O Relatório Focus informou ainda que a mediana de projeções para o Produto Interno Bruto (PIB) registrou a primeira revisão negativa, após cinco semanas de ajustes positivos.

A revisão, porém, foi leve. A expectativa agora é de uma contração de 4,41% da economia, enquanto na semana passada a queda projetada era de 4,40%. Há quatro semanas, a mediana apontava para um recuo de 4,66%.

A estimativa para o PIB de 2021 permaneceu em 3,50% ante o relatório passado, leitura melhor que a alta de 3,31% de quatro semanas atrás.

Câmbio e contas públicas

Pela quinta semana consecutiva, os economistas reduziram a projeção para a taxa de câmbio entre real e dólar em 2020, desta vez de R$ 5,22 para R$ 5,20. A mediana das projeções para 2021 foi reduzida de R$ 5,10 para 5,03.

A estimativa para a dívida líquida do setor público, como proporção do PIB, foi novamente revisada para baixo, pela terceira semana consecutiva, de 66,1% para 65,7%. A mediana relativa ao déficit primário, também como proporção do PIB, ficou em 11,50%.

O resultado primário considera o saldo entre receitas e despesas do governo, antes do pagamento dos juros da dívida pública. Levando em conta os juros, a estimativa foi de 15,31% para 15,20%.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

SEU DINHEIRO NA SUA NOITE

Nova variante vira a mesa nos mercados, bitcoin entra em ‘bear market’ e outros destaques do dia

Se você já estava pronto para tirar o pó da sua fantasia de Carnaval, talvez seja melhor esperar mais um pouco. Além de algumas cidades brasileiras terem decidido adiar a festança por mais um ano, uma reviravolta no andamento da pandemia deixou mais uma vez o mundo em pânico. A variante B.1.1.529 (batizada de ômicron […]

FECHAMENTO DA SEMANA

Nova cepa do coronavírus pega mercado de surpresa; Ibovespa recua quase 4% no dia e apaga ganhos da semana

Ao longo da semana, o Ibovespa também foi pressionado pela indefinição em torno da PEC dos precatórios e a pausa para o feriado nos Estados Unidos

DINHEIRO NO FIM DO ANO

Yduqs (YDUQ3) pagará R$ 141 milhões em dividendos; confira o valor por ação

A empresa do setor de educação pagará cerca de R$ 0,40 por ação ordinária e o dinheiro cairá na conta dos acionistas em 7 de dezembro

OMICRON

5 fatos sobre a nova variante do covid que derrubou os mercados nesta sexta

O anúncio de que uma nova variante do coronavírus surgiu na África do Sul fez com que os mercados internacionais desabassem; veja o que sabemos até agora

REALIDADE AUMENTADA

Metaverso é oportunidade de US$ 1 trilhão e tem criptomoedas com alta de mais de 28.000% no ano; Facebook e Adidas já apostam

Para a gestora Grayscale, anúncios publicitários, eventos digitais e o e-commerce serão responsáveis pelo rendimento

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies