Menu
2020-11-10T11:15:42-03:00
Estadão Conteúdo
Efeito da pandemia

Demanda global por energia deve cair 5% no ano

Segundo a Agência Internacional de Energia (AIE), contudo, consumo de energia renovável deve aumentar

10 de novembro de 2020
11:15
Parque de geração de energia eólica
Parque de geração de energia eólica - Imagem: Shutterstock

A pandemia do novo coronavírus reverteu o crescimento do consumo global de energia este ano, mas as fontes de energia renovável, como solar e eólica, devem contrariar essa tendência, disse a Agência Internacional de Energia (AIE) em um relatório divulgado nesta terça-feira (10). A AIE projeta que a demanda global de energia deve encolher 5% neste ano, em virtude das medidas destinadas a desacelerar a propagação da covid-19 que impediram as viagens aéreas, limitaram o crescimento econômico e geraram volatilidade aos preços do petróleo. Já o consumo de energia renovável deve aumentar 1%, prevê a agência.

Segundo a AIE, haverá também um crescimento de 7% na quantidade de energia renovável usada na geração de eletricidade. O volume desse tipo de matriz energética que está sendo leiloada globalmente foi 15% maior no acumulado de janeiro a outubro deste ano, na comparação com igual período do ano passado, informa a AIE. O incremento de dois dígitos representa uma alta recorde, destaca a agência.

"Interrupções na cadeia de suprimentos e atrasos na construção retardaram o progresso dos projetos de energia renovável nos primeiros seis meses de 2020", disse a IEA. "No entanto, a construção de fábricas e a indústria aumentaram rapidamente e os desafios logísticos foram resolvidos principalmente com a flexibilização das restrições internacionais desde meados de maio", explicou a agência.

A construção de nova capacidade de energia renovável resultará em aumento de 4% na capacidade instalada neste ano. O tamanho da nova geração de energia renovável mundial deve atingir um recorde de 200 gigawatts: o suficiente para abastecer aproximadamente 200 milhões de residências.

Isso significa que a energia renovável será responsável por quase 90% da expansão total da capacidade global de energia neste ano. A AIE apontou também que, na indústria de energia, a capacidade total instalada de matriz eólica e solar fotovoltaica está em curso para ultrapassar o gás natural em 2023 e o carvão em 2024.

Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
Um self service diferente

Como ganhar uma ‘gorjeta’ da sua corretora

A Pi devolve o valor economizado com comissões de autônomos na forma de Pontos Pi. Você pode trocar pelo que quiser, inclusive, dinheiro

Após vacinação e apoio fiscal

Economia dos EUA está “em ponto de inflexão” positivo, diz Powell, do Fed

Economia norte-americana está prestes a começar a crescer muito mais rapidamente, afirmou presidente do banco central norte-americano em entrevista

nos estados unidos

Remuneração de CEOs cresceu em meio à pandemia

Recuperação do mercado de ações impulsionou ganhos de executivos em 2020, que tiveram remuneração média de US$ 13,7 mi no período

Após estremecimentos

China quer parceria estratégia com Brasil, diz chanceler asiático

Chanceler chinês, Wang Yi, falou com o novo ministro das Relações Exteriores do Brasil, Carlos Alberto Franco França.

entrevista

Bittar reafirma que Guedes sabia de acordo para destinar verba a emendas

Apontado como um dos artífices da “maquiagem” no Orçamento, o senador Marcio Bittar diz que não chegou sozinho ao valor de R$ 29 bilhões em emendas

Apesar da pandemia

Saúde perde espaço em emendas parlamentares

Números mostram estratégia dos parlamentares para destinar recursos para obras e projetos de interesse eleitoral em seus redutos

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies