Menu
2020-11-17T16:00:48-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
fique de olho

BC muda horário de divulgação do resultado do Copom

Mudança é feita por causa da alteração nos horários de fechamento dos mercados domésticos; resultado agora sai às 18h30

17 de novembro de 2020
15:56 - atualizado às 16:00
Roberto Campos Neto – presidente do BC
O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto - Imagem: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil

O Banco Central informou nesta terça-feira (17) que passa divulgar o resultado da reunião do Comitê de Política Monetária (Copom) a partir das 18h30, imediatamente após o término da reunião.

Até o momento a publicação do resultado da reunião que define a taxa básica de juros, a Selic, era feita após às 18 horas. O BC também informou que o horário de início do segundo dia das reuniões ordinárias passa a ser às 14h30.

A mudança é feita por causa da alteração nos horários de fechamento dos mercados domésticos. O horário de publicação das atas do Copom não será modificado, segundo a instituição.

O próximo encontro do Copom está marcado para 8 e 9 de dezembro. O grupo vai decidir se altera a Selic, hoje em 2% ao ano, em meio a uma preocupação do mercado financeiro com as fragilidades fiscais do País e a inflação - que tem acelerado.

A edição de segunda-feira (16) do Focus, do Banco Central, mostra que o mercado espera uma manutenção da taxa de juros neste ano a 2%, mas uma elevação para 2,75% ao final de 2021.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

Proventos

Banco do Brasil anuncia pagamento de R$ 416 milhões em Juros sobre Capital Próprio (JCP)

Terão direito ao provento os investidores com posição acionária na empresa no dia 11 de março

o melhor do seu dinheiro

Brandão balança mais não cai?

Chegamos ao fim de mais uma semana tensa nos mercados, que começou com a derrocada das ações da Petrobras, em razão da interferência do governo na presidência da estatal, e termina com pressões na bolsa e no dólar motivadas pelas preocupações dos investidores com a inflação nos Estados Unidos e alta nas taxas dos títulos […]

URGENTE

Hapvida e NotreDame chegam a um acordo sobre fusão, afirma site

A maior combinação entre duas empresas brasileiras criará uma gigante do setor de saúde, com um valor de R$ 110 bilhões.

fechamento da semana

Tensão em Brasília leva Ibovespa de volta aos 110 mil pontos e afunda estatais; dólar vai a R$ 5,60

Em semana marcada pela tensão entre governo e mercado, o Ibovespa recuou 7,09%, de volta aos 110 mil pontos. O dólar disparou acima dos R$ 5,60

Abandonando o barco?

Ações do Banco do Brasil recuam quase 5% com possibilidade de saída de André Brandão

Brandão tem mostrado insatisfação com o cargo e quer deixar o comando da estatal, segundo jornal; BB nega que presidente tenha renunciado

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies