Menu
2020-03-23T07:10:39-03:00
Estadão Conteúdo
contra crise

China vai oferecer subsídios para contratação por pequenas empresas

Governo vai orientar estatais a contratar mais recém-formados nos próximos dois anos e oferecer oportunidades de estágio para estudantes universitários

23 de março de 2020
7:02 - atualizado às 7:10
china
Imagem: Shutterstock

A China vai oferecer subsídios para pequenas empresas contratarem mais recém-graduados e, ao mesmo tempo, incentivar estatais a expandir seus quadros de funcionários em meio aos choques do novo coronavírus à segunda maior economia do mundo.

O governo vai orientar estatais a contratar mais recém-formados nos próximos dois anos e oferecer oportunidades de estágio para estudantes universitários, disse nesta segunda-feira Gao Gao, representante da Comissão Nacional de Desenvolvimento e Reforma (NDRC, pela sigla em inglês).

"A tarefa de estabilizar o emprego será muito árdua", afirmou Gao, sem oferecer mais detalhes de como o governo pretende subsidiar contratações por pequenas empresas.

Empresas e a atividade econômica foram paralisadas pela pandemia de coronavírus, e a demanda por mão de obra sofreu drástica queda no primeiro bimestre, com a taxa de desemprego urbana atingindo nível recorde.

Segundo Gao, a pandemia atingiu trabalhadores migrantes e recém-graduados de forma particularmente dura, e o governo quer oferecer mais assistência. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

App da Pi

Aplique de forma simples, transparente e segura

análise dos balanços

Juntos, Santander, Itaú e Bradesco têm salto no lucro, mas saúde financeira não tranquiliza mercado

Um contraste fica visível na comparação entre Santander e Itaú, principalmente: o comportamento da margem financeira das operações com clientes

Desmatamento em foco

Varejistas europeus ameaçam boicote a produtos do Brasil por risco à Amazônia

O movimento foi visto como “precipitação” por empresários brasileiros que acompanham dois projetos de lei que tramitam no Congresso sobre o tema

CÉU DE BRIGADEIRO

No pós-Copom, Ibovespa tem tudo para amanhecer com céu azul e sol brilhante

Com o Banco Central fora da cena principal, bolsa brasileira tem tudo para acompanhar o apetite por risco no exterior

Troca de presidência

Carlos Brito vai deixar o comando da AB InBev em 1º de julho

O substituto de Brito no comando da AB InBev também é brasileiro: o engenheiro catarinense Michel Dukeris, que ingressou na AmBev em 1996

primeiro trimestre

TIM anuncia alta de 57,9% do lucro e venda de controle da FiberCo

Receita líquida somou R$ 4,340 bilhões, ligeira alta de 3% sobre igual período do ano anterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies