Menu
Dados da Bolsa por TradingView
2020-04-24T07:08:00-03:00
Estadão Conteúdo
estímulo

China reduz juro de crédito de médio prazo direcionado, de 3,15% a 2,95%

PBoC também injetou 56,1 bilhões de yuans (US$ 7,9 bilhões) em liquidez no sistema financeiro por meio dessa linha, que tem o objetivo de estimular o repasse de empréstimos bancários a pequenas empresas

24 de abril de 2020
7:06 - atualizado às 7:08
Bam China
Imagem: Shutterstock

O Banco do Povo da China (PBoC, o BC chinês) decidiu nesta sexta-feira reduzir a taxa de juros da sua linha de crédito de médio prazo direcionada, de 3,15% para 2,95%. Trata-se do primeiro corte desde que o instrumento foi criado, no fim de 2018.

O PBoC também injetou 56,1 bilhões de yuans (US$ 7,9 bilhões) em liquidez no sistema financeiro por meio dessa linha, que tem o objetivo de estimular o repasse de empréstimos bancários a pequenas empresas. A injeção cobriu parcialmente 267,4 bilhões de yuans em crédito que venceu hoje. Fonte: Dow Jones Newswires.

Comentários
Leia também
CUIDADO COM OS ATRAVESSADORES

Onde está o seu iate?

Está na hora de tirar os intermediários do processo de investimento para deixar o dinheiro com os investidores

Exile on Wall Street

Quem não tem teto de vidro? As implicações das ameaças ao teto de gastos sobre seus investimentos

Ameaça ao teto fiscal exige atenção redobrada sobre a necessidade de diversificação e algumas proteções para a carteira – e há possíveis bons hedges para o momento

bitcoin (BTC) hoje

É recorde! Bitcoin (BTC) atinge nova máxima histórica com o novo rali das criptomoedas

A aprovação do ETF nos EUA impulsionou a alta do bitcoin, mas a principal criptomoeda do mercado pode subir ainda mais, segundo analistas

MERCADOS HOJE

Ibovespa engata recuperação, mas segue sob pressão do risco fiscal enquanto dólar tem alívio; Getnet (GETT11) dispara 14% hoje

A agenda local está esvaziada nesta semana, mas os investidores aguardam por um desfecho para a PEC dos precatórios

COLUNA DO JOJO

Bolsa hoje: estaria o governo querendo furar o teto?

Ignorando o bom humor internacional de ontem, nós brasileiros vivemos nossa própria realidade, muito afetados com o vaivém de Brasília, que prejudicou bastante os mercados e que promete prejudicar ainda mais nos próximos dias

Tendências da bolsa

AGORA: Ibovespa futuro opera próximo da estabilidade, com risco fiscal no radar; dólar avança

No panorama doméstico, o risco fiscal permanece no radar, enquanto a temporada de balanços segue no exterior

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies