Menu
2020-03-17T11:45:06-03:00
Seu Dinheiro
Seu Dinheiro
governo dará detalhes em breve

Brasil tem primeira morte por coronavírus

Governo do estado de São Paulo deve informar detalhes numa coletiva logo mais, segundo publicação

17 de março de 2020
10:47 - atualizado às 11:45
mascara_coronavirus_galeao_abr_29022000123
Passageiros e funcionários circulam vestindo máscaras contra o novo coronavírus (Covid-19) no Aeroporto Internacional Tom Jobim- Rio Galeão - Imagem: Fernando Frazão/Agência Brasil

O estado de São Paulo registrou a primeira morte pelo novo coronavírus, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. A vítima era um homem de 62 anos, de acordo com a Folha de S. Paulo. O governo deve informar detalhes nesta terça-feira (17), às 13h.

Nesta terça-feira, a prefeitura do município de São Paulo decretou situação de emergência na cidade em função da pandemia. Já o governo do estado cancelou eventos públicos culturais e esportivos em locais abertos e fechados e está recomendando que eventos privados também sejam cancelados.

Entre as medidas para intensificar o enfrentamento ao Covid-19, anunciadas pelo governo, a partir de hoje, todos os funcionários públicos estaduais de São Paulo com mais de 60 anos, excetuando os que trabalham nas áreas de segurança pública e saúde, deverão trabalhar de casa. Já os 153 Centros de Convivência do Idoso ficarão todos fechados por 60 dias.

Mercados

O coronavírus é motivo de estresse entre os agentes financeiros. Em todo o mundo, as praças acionárias registram perdas acumuladas desde o início do ano. Nesta segunda, o Ibovespa chegou a subir mais de 3%, depois de derreter 13% ontem, mas perdeu fôlego após a notícia de que o Brasil já tinha o primeiro caso de morte no país devido ao novo coronavírus.

Por volta das 10h50, o principal índice da bolsa avançava apenas 0,57%, a 71.574,27 pontos. Na Europa, as principais praças ficam perto do zero a zero; nos Estados Unidos, os futuros de Nova York sobem mais de 1%. Acompanhe nossa cobertura de mercados.

Casos aumentam

Segundo informações do Ministério da Saúde nesta segunda-feira (16), o Brasil tem 234 casos confirmados de coronavírus. Na sexta-feira (13), o total passou de 100 pela primeira vez.

São Paulo é responsável por mais da metade dos casos (152). Em seguida vêm Rio de Janeiro (31), Distrito Federal (13), Santa Catarina (7), Rio Grande do Sul e Paraná (6), Minas Gerais (5), Goiás (3), Bahia, Mato Grosso do Sul e Pernambuco (2). Amazonas, Alagoas, Sergipe, Espírito Santo e Rio Grande do Norte registram um caso confirmado de coronavírus (um caso por unidade da Federação).

Já os casos suspeitos ultrapassaram os 2 mil, chegando a 2.064. São Paulo lidera com 1.177, seguido por Rio Grande do Sul (119), Santa Catarina (109), Distrito Federal (107) e Rio de Janeiro (96).

*Com Agência Brasil

Comentários
Leia também
UMA OPÇÃO PARA SUA RESERVA DE EMERGÊNCIA

Um ‘Tesouro Direto’ melhor que o Tesouro Direto

Você sabia que existe outro jeito de investir a partir de R$ 30 em títulos públicos e com um retorno maior? Fiz as contas e te mostro o caminho

nem tudo é sucesso

O projeto de Jeff Bezos que levou seis anos, milhões de dólares — e fracassou

Sem alarde, Amazon lançou em maio deste ano um jogo chamado “Crucible”, que foi retirado para download gratuito poucas semanas após ser disponibilizado

após marco legal

Estatais de saneamento pressionam governo por crédito

Empresas querem que o CMN retire os financiamentos às estatais de saneamento do cálculo do limite de exposição dos bancos ao setor público

'CALCINHA BEGE' DA ALOCAÇÃO DE ATIVOS

Conheça o método 60/40, uma estratégia simples e eficiente para montar seu plano de aposentadoria

Estratégia perfeita exatamente para quem sabe que precisa investir, mas não têm muito saco para fazê-lo

Decisão cautelar

TCU proíbe governo Bolsonaro de anunciar em sites que exerçam atividades ilegais

Indícios de irregularidades na veiculação de propagandas do governo federal levaram o TCU a tomar a decisão cautelar, concedida pelo ministro Vital do Rêgo

PGR

Aras recomenda a Guedes mais transparência em gastos no combate à pandemia

A pedido de procuradores do MPF-PE, o procurador-geral da República, Augusto Aras, enviou recomendações para Guedes dar transparência aos gastos federais

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements