Menu
2020-04-25T12:10:35-03:00
Estadão Conteúdo
Efeito coronavírus

Argentina deixa negociações comerciais do Mercosul

País vizinho decidiu se retirar das negociações comerciais em curso e futuras do bloco por conta da crise envolvendo a pandemia do coronavírus

25 de abril de 2020
12:10
Alberto Fernández, presidente da Argentina
Alberto Fernández, presidente da Argentina - Imagem: Shutterstock

O Mercosul anunciou na noite da sexta-feira, 24, que o governo da Argentina decidiu se retirar das negociações comerciais em curso e futuras do bloco por conta da crise envolvendo a pandemia do novo coronavírus.

O Paraguai, que exerce a presidência pro tempore do bloco, fez o anúncio em nome do grupo, pontuando que o bloco vai estudar "medidas jurídicas, institucionais e operacionais".

"O anúncio foi feito pela delegação argentina durante a reunião dos coordenadores do Grupo Mercado Comum, feita em videoconferência", diz o comunicado do Mercosul.

Leia também:

Os argentinos só vão continuar participando das reuniões do acordo com a União Europeia e a Associação Europeia de Livre Comércio (EFTA, na sigla em inglês).

"A República Argentina informou que tomou esta decisão para priorizar suas políticas econômicas internas, agravadas com a pandemia do novo coronavírus, e que isso não será obstáculo para os outros países do bloco continuarem as negociações."

"A presidência pro tempore do Paraguai e os outros Estados membros do Mercosul vão avaliar medidas jurídicas, institucionais e operacionais adequadas em razão da decisão soberana da República Argentina de forma que isso não afete o processo de construção comunitária do Mercosul e suas negociações comerciais em curso", completa a nota.

Comentários
Leia também
A REVOLUÇÃO 3.0 DOS INVESTIMENTOS

Que pi… é essa?

Eu decidi sair do banco, mas não queria entrar em uma enrascada. Bem, acredito que eu tenha encontrado um portal para fugir dessa Caverna do Dragão das finanças. E cá estou para explicar essa descoberta.

BALANÇO

Petrobras: Quatro temas da teleconferência de resultados do 3º trimestre

Resultado veio melhor que o esperado pela maioria dos analistas, apesar do prejuízo de R$ 1,5 bilhão no período

Diante da crise

BCE mantém política monetária, mas promete ‘recalibrar instrumentos’

As principais taxas de juros do BCE, a de refinanciamento e a de depósitos, permaneceram em 0% e -0,50%, respectivamente.

tensão em Brasília

Depois de receber ligação de Campos Neto, Maia diz confiar no presidente do BC

A conversa entre as duas autoridades ocorreu no dia de decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central que manteve a taxa Selic em 2% ao ano.

Inflação do aluguel

IGP-M sobe 3,23% em outubro ante alta de 4,34% em setembro, revela FGV

Com o resultado, o IGP-M acumula inflação de 18,10% em 2020 e de 20,93% nos 12 meses encerrados em outubro. Nesta base, é a maior taxa desde setembro de 2003, quando o índice somava alta de 21,42%.

Títulos públicos

Veja os preços e as taxas do Tesouro Direto nesta quinta-feira

Confira os preços e taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra e resgate

Carregar mais notícias
Carregar mais notícias
Fechar
Menu
Advertisements

Usamos cookies para guardar estatísticas de visitas, personalizar anúncios e melhorar sua experiência de navegação. Ao continuar, você concorda com nossas políticas de cookies